Algumas pessoas acreditam que é possível saber o futuro pelas mãos. Mas, para além das crenças, a ciência indica algumas relações que existem entre doenças e características das mãos, confira:

Comprimento dos dedos: risco de artrite

As mulheres cujo dedo anular é mais comprido do que o indicador, característica tipicamente masculina, têm o dobro da probabilidade de sofrer de osteoartrite no joelho, segundo estudo publicado na revista Arthritis & Rheumatism. O baixo nível de estrogênio pode ser um fator.

A mesma característica foi ligada à maior capacidade atlética e ao nível mais alto de agressão verbal em ambos os sexos. Em homens, o anular significativamente mais comprido está ligado a mais filhos e melhor relacionamento com as mulheres; mas risco maior de câncer de próstata.

Mãos trêmulas: Doença de Parkinson

O tremor nas mãos pode ter causas simples, como excesso de cafeína ou efeito colateral de determinados medicamentos, como remédios para asma e antidepressivos. Mas é bom consultar o médico se o problema reaparecer.

Assine nosso conteúdo exclusivo

O tremor numa das mãos apenas pode ser o primeiro sintoma da doença de Parkinson ou indicar um tremor essencial; distúrbio que provoca tremores incontroláveis (tratáveis com terapia ou medicação).

Cor das unhas: Doença renal ou câncer de pele

Quando estudaram 100 pacientes com doença renal crônica, pesquisadores indianos verificaram que 36% tinham unhas meio a meio. Ou seja, a parte de baixo da unha branca e a de cima castanha. Isso pode ser provocado por um aumento da concentração de determinados hormônios e por anemia crônica, sintomas de doença renal crônica.

Também procure o médico se notar unhas meio a meio ou uma tira escura vertical sob o leito da unha. Pode ser um melanoma, um tipo de câncer de pele.

Força nas mãos: Saúde cardíaca

Mãos fracas indicam risco mais alto de infarto ou AVC e probabilidade menor de sobrevivência; segundo estudo publicado na revista Lancet com quase 140 mil adultos de 17 países.

A força nas mãos foi um indicador de morte mais eficaz do que a pressão arterial. Os pesquisadores dizem que as mãos refletem a força muscular e a forma física geral e recomendam treinamento de força para o corpo inteiro e exercícios aeróbicos para reduzir o risco de doença cardíaca.

Suor nas palmas: Hiperidrose

Mãos demasiadamente úmidas podem ser sintoma de menopausa ou de doenças da tireoide; além de hiperidrose, doença na qual as glândulas sudoríparas hiperativas produzem muito mais suor do que necessário. As pessoas com a doença suam apenas num dos lados do corpo ou nos dois, como nas axilas, palmas das mãos e planta dos pés. O médico pode receitar antitranspirantes mais fortes para reduzir a produção de suor.

Impressões digitais: Pressão alta

Quando estudaram 139 impressões digitais, pesquisadores britânicos verificaram que as pessoas com padrão em verticilo (espiral) num ou mais dedos tinham maior probabilidade de apresentar pressão alta do que pessoas com arcos ou presilhas. Quanto mais dedos com verticilos, maior a pressão arterial do indivíduo.

Os verticilos na ponta dos dedos indicam problemas do desenvolvimento do feto em determinados estágios da gestação; o que mais tarde podem afetar a pressão arterial.

Pela equipe de THE DOCTORS

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!