Você está se virando na cama, fica de bruços e ai! Suas mamas doem como se tivessem levado um soco. Antes de buscar um remédio na despensa, abra a porta do armário e examine seus sutiãs. Se não estiverem bem ajustados, podem causar dor nos seios (e nas costas). Inclusive, quando eles estão sensíveis com a síndrome pré-menstrual, um sutiã firme pode minimizar os movimentos e aliviar a dor. Além de um bom sutiã, outros cuidados caseiros podem ser a solução para as suas dores. Conheça alguns.

  • Primeiro, o básico

    Antes de buscar um remédio na despensa, abra a porta do armário e examine seus sutiãs. Se não estiverem bem ajustados, podem fazer as mamas caírem, penderem ou serem beliscadas. Essa falta de apoio pode causar dor nas mamas (e nas costas). E, quando as mamas estão sensíveis com a síndrome pré-menstrual, um sutiã firme pode minimizar os movimentos e aliviar a dor.

    Zhenikeyev/iStock
  • Para encontrar o sutiã ideal é fundamental experimentá-lo. Os tamanhos podem variar um pouco entre diferentes modelos e fabricantes, por isso não se deve comprar apenas com base no tamanho-padrão indicado na etiqueta. Alguns fabricantes disponibilizam tabelas que correlacionam as medidas do tórax e do busto com o tamanho do sutiã e seu bojo. Se você costuma comprar essas peças em lojas multimarcas que não disponibilizam as tabelas dos fabricantes, procure-as nos sites das empresas na internet.

    volody10/iStock
  • Algumas lojas especializadas em lingerie fazem a medição das clientes na hora e indicam o tamanho e o modelo ideais, levando em conta não só suas medidas como também o desenho do modelo que lhe oferecerá melhor sustentação e conforto.

    nensuria/iStock
  • É comum o sutiã ceder um pouco com o uso, por isso o sutiã novo deve se ajustar bem às costas com o fecho posicionado nos ganchos mais frouxos. À medida que ele for alargando, você poderá ajustá-lo passando para os ganchos mais apertados. Se o sutiã está deixando marcas na sua pele, é sinal de que está apertado demais. Sempre compre sutiãs na época do ciclo menstrual em que seus seios não estão inchados.

    razyph/iStock
  • Opte pelo café descafeinado

    Dores mamárias cíclicas são uma questão hormonal. Além disso, elas podem ser acentuadas por alimentos que contêm metilxantina. Entre os principais: café, chá e refrigerantes sabor cola (além de bananas, cogumelos, queijo, vinho, cerveja, picles e chocolate). O café com cafeína é provavelmente o maior culpado, portanto é melhor aderir ao descafeinado.

    Winston Gambatto
  • Coma aveia no café da manhã

    Um levantamento recente com mais de 3 mil mulheres de meia-idade constatou que aquelas que comiam muitas fibras sentiam menos dores que aquelas que comiam menos. A maioria das mulheres deve consumir de 20 g a 25 g de fibras por dia. Uma tigela de mingau de aveia ou cereal rico em fibras no café da manhã é a cura perfeita. Entre os alimentos ricos em fibra, estão: vegetais, grãos integrais, leguminosas e frutas.

    Sanny11/iStock
  • Salpique linhaça nas refeições

    Num estudo, constatou-se que mulheres que tomaram duas colheres de sopa de linhaça triturada todos os dias durante três meses tiveram menos dores nos seios durante a menstruação. Essas sementes são ricas em ácidos graxos ômega-3. Essa gordura saudável encontrada em peixes gordurosos são necessários para formar hormônios anti-inflamatórios que podem ajudar a aliviar a dor. Elas também contêm lignanas, compostos similares ao estrogênio; que podem contribuir para sua capacidade de aliviar as dores.

    rezkrr/iStock
  • Como um bônus, estudos mostraram que a linhaça pode ajudar a prevenir o câncer de mama. Para usá-la, basta salpicar duas colheres de sopa das sementes integrais em cereais, iogurte, saladas ou outros alimentos. Você vai adorar o sabor rico da linhaça, que lembra o de nozes.

    Yingko/iStock
  • Algumas mulheres também apresentam mamas aumentadas e dolorosas, um quadro conhecido como doença fibrocística da mama. Entenda melhor!

    RyanKing999/iStock
  • Tome vitamina E

    Vários estudos verificaram que as mulheres com dor e sensibilidade nas mamas obtêm alívio com doses de vitamina E variando de 150 UI a 800 UI. Esse método não funciona para todas, mas vale a pena tentar. É difícil obter essa dose de vitamina E apenas na alimentação, mas você obtém a maior quantidade em alimentos enriquecidos, como cereais matinais, e também em sementes, gérmen de trigo e óleo de gérmen de trigo, nozes e castanhas e verduras verde-escuras.

    Aksenovko/iStock
  • Massageie os seios

    Alguns médicos recomendam que você mesma faça uma drenagem linfática no seio. Veja como: com óleo ou sabonete, massageie as mamas a partir do esterno para fora, em direção às axilas. Isso melhora a circulação e ajuda o líquido linfático a fluir, o que ajuda a aliviar o inchaço e a dor.

    YakobchukOlena/iStock
  • Elimine o sal

    Se as mamas incharem e doerem com a menstruação, tente cortar alimentos salgados da alimentação e esconda o saleiro durante duas semanas antes de menstruar. O sódio faz os tecidos do corpo reterem líquidos.

    Svetlana_Angelus/iStock
  • Faça um pacote de óleo de rícino

    Terapeutas alternativos costumam usar um pano embebido em óleo de rícino para aliviar a inflamação e aumentar a circulação. Coloque o pano sobre os seios e cubra com um pedaço de plástico (corte de um saco plástico de supermercado ou envolva em filme de PVC). Em seguida, ponha por cima uma garrafa de água quente para aquecer o óleo.

    bdspn/iStock
  • Coma alimentos ricos em magnésio

    Estudos comprovaram que a ingestão de 200 mg a 400 mg de magnésio por dia durante duas semanas antes da menstruação pode reduzir a dor nos seios. Se você quiser obter essa quantidade a partir dos alimentos, consuma farelo de cereais com uma xícara de leite no café da manhã (cerca de 100 mg), um punhado de amêndoas como lanche (78 mg para 23 amêndoas) e arroz integral acompanhado de espinafre no jantar (cerca de 86 mg por xícara de arroz, 156 mg numa xícara de espinafre cozido) todos os dias.

    Elenathewise/iStock
  • Quando procurar o médico?

    Se você tiver dor nas mamas e estiver amamentando, pode estar com mastite, uma infecção que é tipicamente tratada com antibióticos. A mastite costuma ser acompanhada de inchaço, febre ou sensação de calor, dor ou queimação.

    Jay_Zynism/iStock
  • Também procure o médico se notar a pele enrugada ou com covinhas nas mamas, numa aparência semelhante à casca de laranja. E, claro, consulte-o se encontrar um caroço ou espessamento de qualquer tipo. Outros sintomas que merecem atenção rápida de um médico incluem:

    • equimoses no tórax apesar de você não ter tido nenhuma lesão;
    • secreção incomum ou sangramento nos mamilos;
    • um mamilo que de repente se volta para dentro;
    • sintomas que interfiram no sono ou na vida diária.

    Qwart/iStock

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!