Se você é um fã de carteirinha de refrigerantes, temos uma má notícia. Hoje os médicos qualificam o hábito de beber refrigerantes como o pior de todos os hábitos alimentares. E eles têm razão: um exagero de refrigerantes, sucos de fruta adoçados, iced tea e outras bebidas açucaradas leva ao aumento de peso, diabetes, ossos quebradiços e mais outros problemas de saúde.

Por que refrigerantes fazem tão mal? 

Quando pesquisadores da Faculdade de Saúde Pública de Harvard analisaram os hábitos alimentares e a saúde de dezenas de milhares de mulheres, descobriram que aquelas que bebiam pelo menos uma bebida açucarada por dia corriam o dobro do risco de diabetes tipo 2 em comparação com as que consumiam bebidas desse tipo menos de uma vez por mês.

O fator responsável?

As calorias acrescidas… e todo aquele açúcar. Ingerir algumas centenas de calorias líquidas em excesso por dia parece ser o fator responsável por um grande aumento de peso. As mulheres com hábitos de tomar estas bebidas aumentavam mais de 5 kg em apenas quatro anos.

“Pessoas que bebiam mais bebidas açucaradas apresentavam um risco de diabetes tipo 2 68% maior.”

Por outro lado, as mulheres que matavam a sede com água, leite e bebidas sem açúcar (ou dietéticas) ganhavam menos peso. Foi a conclusão do mesmo estudo.

Na Finlândia, outro estudo mostrou que as pessoas que bebiam mais bebidas açucaradas apresentavam um risco de diabetes tipo 2 68% maior.

refrigerante

Na galeria a seguir, saiba mais sobre os problemas ocasionados pelo consumo regular de refrigerantes e como substituir por outros líquidos mais saudáveis.

  • kckate16/iStock

    Ossos enfraquecidos

    As bebidas açucaradas também podem enfraquecer os ossos. Possivelmente porque quem consome muitas bebidas doces terá menos probabilidades de beber leite, rico em cálcio, que protege os ossos, ou talvez porque o ácido fosfórico das bebidas gaseificadas, sobretudo à base de cola, pode ser particularmente nocivo para a saúde dos ossos.

    Golden Milk: saiba tudo sobre o leite dourado

    Os especialistas suspeitam que o ácido fosfórico das bebidas à base de cola interfere com a regeneração óssea natural, mesmo que se consuma cálcio suficiente.

  • Viktoria Ovcharenko/iStock

    Benefícios extras

    Reduzir as bebidas gaseificadas resultará em níveis de glicose (açúcar no sangue) mais constantes e mais baixos, o que significa menor risco de diabetes e doenças cardiovasculares.

    Eliminar as 150 calorias de cada bebida gaseificada da sua alimentação irá ajudá-lo a emagrecer ou a manter o seu peso. Além disso, como estas bebidas são prejudiciais para o esmalte dos dentes, reduzirá os danos a eles.

  • Tero Vesalainen/iStock

    Plano de reparação

    Existem muitas estratégias para você se livrar do mau hábito de tomar refrigerantes regularmente.

    Veja a seguir 9 dessas estratégias:

     

  • jacoblund/iStock

    1. Pense nas bebidas gaseificadas e refrigerantes açucarados apenas como exceções para dias de festa ou comemorações.

  • Kerkez/iStock

    2. Se tiver sede, beba água. Para isso, ande sempre com uma garrafa de água grande e vá enchendo à medida que for bebendo.

  • pnphotos/iStock

    3. Analise a sua ingestão cotidiana de bebidas. Depois da água, as bebidas que são boas para a saúde incluem: café, chá, leite, sucos de fruta naturais sem açúcar e vinho (uma dose diária). Vá variando ao longo do dia e assim diminuirá a necessidade de refrigerantes gaseificados açucarados.

  • 4. Descubra a arte do chá gelado.

    Prepare um iced tea caseiro.

  • AaronAmat/iStock

    5. Evite as versões dietéticas dos sucos gaseificados e açucarados. As versões diets podem ser um passo intermediário para eliminar o hábito das bebidas gaseificadas, mas devem ser apenas isso, um passo intermediário, e não permanente.

  • victoriya89/iStock

    6. Adoce o leite. Adicione 1 colher (sopa) de cacau puro a um copo de leite magro, aqueça e saboreie. Se achar muito amargo, misture 1 colher (chá) de açúcar – 1 colher (chá) de açúcar é apenas uma fração daquilo que a maioria das bebidas gaseificadas contêm.

  • iStock

    7. Estabeleça uma regra: beba só água no almoço, de preferência meia hora antes ou depois da refeição. Poupe calorias – e dinheiro – evitando as bebidas gaseificadas nos restaurantes, especialmente se for fast-food.

  • 8. Evite acima de tudo os refrigerantes com cafeína. Segundo um estudo, os refrigerantes cafeinados têm sido associados a densidade mineral óssea mais baixa do que as versões descafeinadas.

    Alternativa: chá gelado caseiro – feito com chá preto se necessitar da energia da cafeína.

     

  • HannamariaH/iStock

    9. Você poderá eliminar os danos se conseguir mudar de hábito, embora seja mais difícil do que se possa pensar. Se habituamos as nossas papilas gustativas a um desejo de doces, não é fácil cortarmos o açúcar. Como qualquer hábito, é necessário persistência para eliminá-lo de vez.

    Encare as bebidas açucaradas como doces no estado líquido, que pouco saciam e muito engordam.

  • slide anterior próximo slide