Atualmente, o Brasil ocupa o 8º lugar no ranking mundial de fumantes; de acordo com pesquisa realizada pela Organização Mundial de Saúde. Apesar de ano após ano o número estar diminuindo, ainda temos cerca de 7 milhões de mulheres e 11 milhões de homens fumantes no país. Os malefícios do cigarro são inúmeros, e a seguir vamos listar alguns.

Principais doenças causadas pelo fumo

O cigarro pode causar diversos males – problemas respiratórios, AVC e até câncer – devido às toxinas inaladas. Cada cigarro contém, basicamente, nicotina, alcatrão e monóxido de carbono, fora algumas variações. Todos esses componentes, num consumo a longo prazo, podem causar danos seriíssimos ao organismo.

Mulheres fumantes também podem ser mais propensas à osteoporose, condição clínica dolorosa, comum na pós-menopausa, que resulta em ossos frágeis. Vale lembrar ainda que os não fumantes expostos ao tabaco apresentam alto risco de ter câncer, e esse é apenas um dos malefícios do cigarro entre os não fumantes.

Fumar pode provocar ou agravar doenças dolorosas. Suspeita-se que o fumo possa retardar o tempo de cicatrização de tecidos danificados. Ao contribuir com o estreitamento dos vasos sanguíneos, a nicotina reduz o fluxo de sangue até os tecidos, o que é vital para iniciar o processo de cicatrização. Além disso, essa redução pode levar a um Ataque Cardíaco.

Saiba identificar um ataque cardíaco

O Ataque Cardíaco é uma condição potencialmente fatal, mas com atenção médica imediata e mudanças significativas do estilo de vida (como abandonar o cigarro) é possível se recuperar. Em geral, resulta na interrupção de suprimento sanguíneo ao músculo do coração, geralmente causada por um bloqueio – coágulo de sangue – numa artéria.

Os sintomas podem ser confundidos com os de uma indigestão ou angina, mas são mais graves. É possível que o indivíduo sinta:

  • Aperto no peito
  • Dor que irradia do peito para as costas
  • Desconforto na mandíbula e/ou pescoço
  • Formigamento ou dormência em um ou ambos os braços
  • Náuseas
  • Tontura ou desorientação
  • Falta de ar
  • Suor frio

 

Caso tenha mais de um dos sintomas listados, pare o que estiver fazendo e descanse. Se você estiver sentindo somente palpitações, pode ser taquicardia, conheça algumas medidas para controlá-la aqui. Se os sintomas forem insuportavelmente dolorosos ou durarem mais de 10 minutos, chame uma ambulância imediatamente.

Aproveite e aprenda a tratar bem o seu coração em 6 passos simples.

Como largar o cigarro?

Embora parar de fumar demande força de vontade, os riscos de ter doenças graves diminuem assim que se larga o cigarro. Parar de fumar não é uma tarefa fácil, mas não é impossível. Tente seguir esses passos:

  1. Estabeleça uma data para parar. Procure um amigo que não fume e possa te ajudar a monitorar seu progresso.
  2. Escreva uma lista dos benefícios de parar. Coloque-as em posição de destaque de modo a vê-la com frequência.
  3. Desenvolva novos interesses: pratique um esporte ou um hobby.
  4. Programe-se para relaxar e diminuir o estresse, reduzindo assim a vontade de fumar.
  5. Parabenize-se com frequência pelo excelente progresso.
  6. Guarde o dinheiro que teria gasto com cigarros e passe a se presentear.

Os malefícios do cigarro podem ser graves e te levar à morte. Por isso, é importante que você tente deixar esse estilo de vida e busque uma rotina mais saudável para que ganhe mais qualidade de vida futuramente. Então, vamos tentar?

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!