Chamada de a vitamina “dos raios solares” (porque o organismo a produz a partir da luz solar), a vitamina D é essencial à saúde dos ossos. Acredita-se que ela também fortaleça o sistema imunológico e previna o desenvolvimento de alguns tipos de câncer.

INDICAÇÕES
Ajuda na absorção de cálcio
Promove a saúde dos ossos
Fortalece os dentes
Pode proteger contra alguns tipos de câncer

APRESENTAÇÃO 
Comprimidos
Cápsulas 
Cápsulas gelatinosas
Líquido

O que é

Tecnicamente um hormônio, a vitamina D é produzida quando a pele é exposta aos raios ultravioleta B (UVB) da luz solar. Teoricamente, a exposição à luz solar durante alguns minutos todo dia fornece ao corpo toda a vitamina D de que ele precisa. Porém, muitas pessoas não pegam sol suficiente a fim de gerar uma quantidade adequada da vitamina.

Além disso, a capacidade corporal de produzir vitamina D diminui com a idade, de modo que as deficiências dessa vitamina são comuns nos idosos. Contudo, mesmo adultos jovens podem não apresentar reservas suficientes dessa vitamina. Um estudo realizado com aproximadamente 300 pacientes (de todas as idades) hospitalizados em decorrência de inúmeras causas descobriu que 57% deles não apresentavam níveis suficientemente elevados de vitamina D.

A constatação de que a deficiência de vitamina D ocorria em um terço das pessoas que obtinham a quantidade recomendada da vitamina por meio da alimentação ou de suplementos vitamínicos foi particularmente preocupante. Esse achado sugere que as recomendações atuais com relação à ingestão dessa vitamina podem não estar adequadas.

O que faz a vitamina D

A função básica da vitamina D é regular os níveis de cálcio e fósforo no sangue, ajudando no desenvolvimento de ossos fortes e dentes saudáveis.

Prevenção:

Estudos demonstraram que a vitamina D é importante na prevenção da osteoporose, uma doença que causa ossos porosos e, portanto, aumenta o risco de fraturas. Sem uma quantidade de suficiente, o organismo não pode absorver o cálcio dos alimentos ou dos suplementos vitamínicos – não importando quanto cálcio é consumido. Quando os níveis de cálcio no sangue estão baixos, o corpo desloca o cálcio dos ossos para o sangue a fim de suprir músculos – principalmente o coração – e nervos com a quantidade necessária. Com o tempo, essa realocação de cálcio leva a uma perda da massa óssea.

Benefícios adicionais:

Os cientistas continuam a descobrir mais informações acerca das ações da vitamina D. Alguns estudos sugerem que ela é importante para a manutenção de um sistema imunológico saudável. Outros indicam que ela pode ajudar a prevenir o desenvolvimento de câncer da próstata, de cólon ou da mama. Um estudo descobriu que a ingestão adequada dessa vitamina retardou a progressão da osteoartrite nos joelhos, embora ela não tenha prevenido o desenvolvimento da doença. 

De quanto você precisa

A ingestão diária recomendada (IDR) para a vitamina D é de 200 UI para adultos.

Em pequenas quantidades:

A deficiência de vitamina D pode prejudicar os ossos, causando uma doença de enfraquecimento ósseo nas crianças (raquitismo) e aumentando o risco de osteoporose nos adultos. A deficiência também pode causar diarreia, insônia, nervosismo e espasmos musculares.

A probabilidade de uma criança desenvolver raquitismo hoje é pequena porque a vitamina D pode ser encontrada adicionada ao leite. Além disso, as crianças comumente passam tempo suficiente sob o sol a fim de gerar uma quantidade significativa dessa vitamina.

Em grandes quantidades:

Embora seja naturalmente eliminada qualquer quantidade adicional de vitamina D produzida a partir dos raios solares, a overdose dos suplementos vitamínicos pode criar alguns problemas. Doses diárias de 1.000 a 2.000 UI durante seis meses podem causar constipação ou diarreia, dor de cabeça, perda do apetite, náuseas e vômitos, irregularidades dos batimentos cardíacos e fadiga intensa. 

Como tomar

Dosagem:

Cerca de apenas 10 a 15 minutos de luz solar matinal no rosto, nas mãos e nos braços, duas a três vezes por semana, podem suprir toda a quantidade de vitamina D necessária ao organismo. Porém, se você tem mais de 50 anos de idade, se você não bebe leite (enriquecido com vitamina D), não sai de casa entre 8:00 e 15:00 ou sempre usa filtro solar, talvez queira utilizar os suplementos dessa vitamina. Muitos especialistas recomendam 400 a 600 UI ao dia para pessoas com mais de 50 anos de idade e 800 UI para aquelas acima dos 70; 200 a 400 UI ao dia provavelmente são suficientes para os adultos jovens.

Orientações:

Os suplementos vitamínicos podem ser ingeridos a qualquer hora do dia, com ou sem alimentos. A maioria dos multivitamínicos diários contém até 400 UI de vitamina D. Esta vitamina também está, com frequência, presente nos suplementos de cálcio.

Outras fontes de vitamina D

A vitamina D é adicionada ao leite; uma xícara contém 100 UI. Alguns cereais matinais são enriquecidos com 40 a 100 UI dessa vitamina em cada porção. Os peixes gordurosos, tais como arenque, salmão e atum, contêm alto teor natural dessa vitamina.

Lembrete: Se você tem algum problema de saúde, converse com seu médico antes de tomar suplementos.

Leia também nosso artigo sobre a vitamina B12.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!