Faça uma busca
|
Publicado em: 10 de junho de 2020

11 dicas para apimentar sua vida amorosa

Dê uma atenção à sua vida amorosa e restabeleça a intimidade com seu par

Imagem: Delpixart/iStock
Publicidade


Vocês estão juntos há algum tempo e, em geral, são um casal satisfeito com sua vida amorosa. Mas falta alguma coisa. Isto é, beijos prolongados, olhares apaixonados, fugas espontânea para o quarto, tudo isso é coisa do passado. Com o tempo, a vida amorosa ficou um pouco tranquila demais; o calor da paixão esfriou e virou uma afeição morna. De fato, nada sério, é claro, talvez apenas um pouco monótono. Seleções consultou alguns especialistas no assunto para saber como dar uma “apimentada” no relacionamento. 

Leia também 8 benefícios do sexo para a saúde que você precisa conhecer!

  • ferrantraite/iStock

    1. A distância aproxima

    “Quem está junto há muito tempo se conhece bem demais para que o encontro seguinte seja empolgante”, afirma a terapeuta de casais Doris Willer, de Hamburgo, na Alemanha. Ela diz aos clientes para não fazerem tudo juntos, para seguirem caminhos diferentes de vez em quando. “Experimente um passatempo novo, como cantar num coral ou fazer um curso de línguas. Passe um fim de semana fora sem o restante da família e permita ao parceiro fazer o mesmo”, insiste Doris. “Experiência novas e divertidas fora do relacionamento são fundamentais. E depois, certamente, vocês terão muito a contar uma ao outro.”

    8 benefícios do sexo para a saúde que você precisa conhecer!

     


  • Victor_69/iStock

    2. Revele os desejos íntimos 

    A Dra. Eva Wlodarek, psicóloga, especializada em problemas femininos, sabe que uma coisa é certa: “Quem não fala sobre os desejos íntimos e não se abre para os desejos do parceiro tem como resultado a frustração.” Sua pesquisa recente indica que 66% dos entrevistados do sexo masculino acham que o relacionamento lucraria com a comunicação das preferências eróticas. Mas, na hora da ação, nada é tão perfeito.

    Dos homens, 62% admitiram que nem sempre falam abertamente sobre seus desejos, e 10% deles chegaram a dizer que não ousariam revelá-los. Ocorre mais ou menos o mesmo com as mulheres, que tendem a ficar caladas por medo de rejeição. Então, como abordar um assunto tão delicado?

    Eva Wlodarek explica as regras mais importantes: “Não é boa ideia dar sugestões ao parceiro quando já estão na cama. Ninguém quer ouvir sugestões para melhoras o desempenho em plena ação. Mas dizer apenas ‘Temos de conversar sobre um assunto’ também não é bom. Espere uma oportunidade em que os dois estejam de bom humor e dispostos a falar – durante um passeio, por exemplo.”

    Tome cuidado para a sugestão não soar como crítica. Não diga “Por que você nunca…?”, mas sim “Sabe do que eu gostaria?”. Mas a Dra. Eva enfatiza que, se o parceiro não acatar a sugestão, é preciso aceitar o fato sem objeções: “Não é não. Todo mundo tem desejos diferentes, e ambos os parceiros precisam estar de acordo sobre o querem fazer na cama. Mas ainda recomendo conversar a respeito. É a única maneira de vir a conhecer as razões do parceiro e livrar-se dos possíveis temores.”

    Veja a importância de falar sobre sexo no relacionamento.


  • LightFieldStudios/iStock

    3. O trabalho doméstico deixa os homens mais sexies 

    Os estudos do psicólogo americano Joshua Coleman e do sociólogo Scott Coltrane indicam que as mulheres achamos homens que ajudam no serviço doméstico mais sexies do que os que só põem as pernas para cima e nunca mexem um dedo. “As mulheres nos disseram que se sentem mais atraídas pelos parceiros quando eles ajudam em casa”, diz Joshua Coleman. Ótima razão para se exercitar com as tarefas domésticas!

    Saiba como tornar a tarefa de passar roupas mais fácil.


  • diane39/iStock

    4. Jogos e brincadeiras 

    O comportamento rotineiro na cama pode ser apimentado com algumas brincadeiras. “Quando os casais estão insatisfeitos com a vida amorosa e um deles se sente prejudicado, sugiro que troquem de papel quando fizerem amor”, recomenda a terapeuta sexual Doris Willer. ” Podem alternar quem toma as iniciativas e faz o papel de sedutor.”

    Agora você é quem manda, da próxima vez será o parceiro. A questão não é necessariamente pôr em prática os sonhos eróticos mais loucos, e sim garantir que a rotina não seja enfadonha.

    “Tentar algo novo é o único modo de apimentar a vida sexual”, explica Doris Willer.

    Descubra por que há uma queda na felicidade no quarto ano de casamento.


  • YakobchukOlena/iStock

    5. Cultive a afeição 

    Quer deixar seu relacionamento mais romântico, como era antigamente? Então aumente a afeição e a admiração pelo parceiro. O conselho é do famoso terapeuta americano John Gottman. É possível praticar essa apreciação pelo outro. Por exemplo, escreva exatamente do que você gosta em seu companheiro ou companheira e recorde uma situação em que ele ou ela demonstrou essas belas características.

    Saiba como praticar a aceitação amorosa e manter a relação leve. 


  • Motortion/iStock

    6. Convite ao prazer 

    “Quem disse que a possibilidade de prazer físico tem de ser condição para o sexo?”, pergunta a Dra. Ulrike Brandenburg, sexóloga da cidade de Aachen, na Alemanha. “E por que ‘não estou com vontade’ sempre vence ‘um pouquinho de sexo nos fará bem’? Dê uma boa olhada em suas estratégias para evitar o sexo e tente uma abordagem mais informal e imediata.” Em vez de esperar até estar totalmente ávido por sexo – e, sejamos francos, isso é raro em relacionamentos duradouros –, a Dra. Ulrike sugere tomar a iniciativa e partir para a intimidade “de propósito”. Faça um convite ao prazer e ele aceitará com alegria.

    17 passos para ter um relacionamento saudável e duradouro.


  • LanaStock/iStock

    7. Forma melhor, sexo melhor 

    “Quarenta e cinco minutos de exercício ou uma sessão curta e intensa de levantamento de peso é a maneira ideal de aumentar a produção de hormônio masculino”, diz o urologista Frank Sommer, professor de Saúde Masculina. Também é um estimulante da libido. E um estudo da NikeWomen indica que as mulheres jovens que se exercitam regularmente divertem-se mais na cama do que as sedentárias. Doze por cento disseram que o esporte melhorou muito sua vida sexual, e uma em cada dez afirma que aumentou a capacidade de sentir prazer com o sexo.


  • Ridofranz/iStock

    8. Espaço para a intimidade 

    O trabalho, a família e as obrigações o deixam estressado demais para o amor? Então procure períodos de lazer em que consiga encaixar algum tempo para o sexo e a intimidade. A terapeuta de casais Doris Willer recomenda recomenda: “Planeje um bom encontro, seja para o sexo, seja só para conversar. Dê ao parceiro um lugar especial na agenda. Afinal, uma boa conversa e a intimidade intensa não vão se materializar do nada quando estamos fazendo o jantar ou lavando roupa.”


  • AaronAmat/iStock

    9. Sentir-se bem ajuda a entrar no clima 

    Pesquisas revelam que é difícil as mulheres ficarem completamente satisfeitas com seu corpo. Isso pode fazê-las evitar algumas posições, ter um papel passivo na cama ou reprimir os impulsos eróticos. “Verifique se os padrões físicos imaginados são ideais para você e sua vida amorosa”, é o conselho da Dra. Ulrike Brandenburg para as mulheres. “Se não forem, joguem-os fora?” Pare de se comparar com ideais impossíveis e com as outras mulheres! Você está ótima do jeito que é. O conselho dela aos homens: “Diga sempre à mulher da sua vida que ama o corpo dela do jeito que é.” Isso pode ter um efeito tremendamente libertador na cama.

    11 dicas de como perder a barriga sem perder a cabeça.

     


  • Wavebreakmedia/iStock

    10. Nada de TV no quarto! 

    A televisão é a distração perfeita. Infelizmente, isso se aplica tanto ao sexo quanto a tudo o mais. Num estudo com 523 casais italianos, a psicóloga e pesquisadora sexual Serenella Slomoni, de Pádua, verificou o seguinte: quando os casais não se distraem  na cama, fazem sexo duas vezes por semana. Mas, assim que a TV entra no quarto, os encontros apaixonados caem para meia a uma vez por semana.

    Descubra por que os casados são mais saudáveis que os solteiros.


  • Wavebreakmedia/iStock

    11. Fazer e escutar confidências 

    “É extremamente satisfatório e cria muita intimidade saber que o parceiro é um bom ouvinte, que é compreensivo e solidário”, diz a terapeuta de casais Doris Willer. O que realmente se fala não precisa causar terremotos; o essencial é a mensagem transmitida quando se escuta o outro e quando se confia nele. Assim, conte ao seu parceiro os pequenos altos e baixos no escritório e na vida em geral,e, quando ele ou ela fizer o mesmo, escute com atenção. Emocionalmente falando, compreender e ser compreendido é uma dádiva.

    Ninguém pode lhe dar garantia alguma de maior intimidade nem a sensação de estar junto. Mas você pode fazer muito para criá-las. Como disse o grande romancista Theodore Fontane: “O amor floresce nas pequenas coisas.”

    Por Christiane Kolb


fechar

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close