Faça uma busca
|
Publicado em: 6 de setembro de 2019

4 dicas de como clarear os dentes

Descubra o que fazer para ter um sorriso com um brilho jovem e natural.

Imagem: Viktoria Ovcharenko/iStock

Os dentes escurecem, ficam amarelados e mais manchados, ainda mais se você consome alimentos e bebidas com corantes ou fuma. Aqui estão quatro maneiras de dar à sua boca um brilho jovem e natural.

1

Use pastas de dentes com ação branqueadora. Ela não mudará a cor, mas retira manchas de café, vinho tinto e alimentos condimentados.

2

Para melhorar o sorriso, consulte um dentista especializado em cosmetologia. Você pode trocar as obturações de amálgama pelas de resina – combinando com a cor dos seus dentes.

3

Pergunte ao dentista sobre o kit de clareamento, o modo mais eficiente (sem mencionar o custo-benefício), segundo pesquisas, de branquear os dentes. Uma moldeira de silicone se encaixa nos seus dentes com precisão – depois você a preenche com o gel branqueador fornecido e usa durante a noite ou por algumas horas, todos os dias. É possível branquear os dentes em até 11 tons. Faça um teste para ter certeza de que você não é sensível à substância branqueadora.

4

Há diversos tratamentos para dentes danificados ou lascados. Os melhores são as facetas dentárias – tiras bem finas, em geral feitas de porcelana, coladas aos dentes. Ou coroas que substituem a maioria dos dentes. Bons dentistas recomendarão o tratamento menos invasivo e que preserve seus dentes. Colocar uma única coroa ou faceta para substituir um dente danificado, adequando-a ao dente de cada lado, requer imensa perícia (cuidado se sugerirem que você invista numa tira com várias facetas). Para substituir dentes perdidos, pode ser melhor uma ponte fixa ou uma prótese parcial fixa (conjunto de dentes artificiais). Se não houver raiz para segurá-la, um implante pode ser fixado no osso da mandíbula – se ele for saudável.

Leia também: 10 estratégias que ajudam a prevenir a gengivite

Você sabia?

Um antisséptico bucal pode salvar sua vida. Como? Há cada vez mais provas de que a doença periodontal não afeta apenas as gengivas, mas causa inflamação, aumentando o risco de doença cardiovascular, diabetes e doença de Alzheimer. o antisséptico bucal ajuda a combater as bactérias envolvidas na doença periodontal. Um estudo de Taiwan descobriu que as pessoas que faziam a limpeza com o dentista reduziram a chance de ataque cardíaco em 24% e a de acidente vascular cerebral em 13%.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close