Faça uma busca
|
Publicado em: 17 de dezembro de 2019

7 dicas simples para combinar cores em casa

Iana Faini
Última atualização: 17 de dezembro de 2019
Por: Iana Faini

Saiba como fazer as melhores escolhas para os cômodos de sua casa

7 dicas simples para combinar cores em casa Imagem: PetarPaunchev/iStock

Não é preciso ter medo de usar cores na decoração da sua casa ou apartamento. Ambientes muito neutros podem passar sensações de artificialidade e falta de conforto. Tudo o que não queremos em casa, certo? Mas, por outro lado, combinar cores em casa de forma harmônica não significa apenas escolher corretamente a cor da parede e do teto, também é necessário fazer a combinação certa com móveis, tecidos e acessórios do cômodo.

Confira abaixo 7 dicas fáceis para combinar cores em casa. Caso o orçamento esteja apertado, invista nas técnicas “faça você mesmo” para decoração:

  • Ibrahim Akcengiz/iStock Ibrahim Akcengiz/iStock

    1.

    Primeiro, escolha uma tonalidade básica de sua preferência, mas que também esteja de acordo com o propósito do aposento. Por exemplo, nos quartos, cores mais quente como o bege passam a sensação de aconchego. Já para um escritório, uma combinação de cinza com uma cor vibrante pode contribuir para a produtividade.

    Essa tonalidade será, então, usada para paredes, tapetes e cortinas, e pode variar na intensidade.


  • Ola-Ola/iStock Ola-Ola/iStock

    2.

    Procure móveis e acessórios de decoração de uma tonalidade complementar que combine com a básica. Se quiser obter efeitos excepcionais, opte por várias cores no mesmo tom ou decore o aposento em tom sobre tom (por exemplo, diversas nuances ou matizes).

    Se você tiver dificuldade para identificar as cores complementares, siga o círculo cromático: elas são aquelas que estão posicionadas nas extremidades opostas. O azul, por exemplo, é complementar do laranja.


  • alessandroguerriero/iStock alessandroguerriero/iStock

    3.

    Cuidado ao combinar cores de intensidades distintas, ou seja, tons diferentes. Se colocarmos, por exemplo, cores fortes ao lado de tons pastel o olho terá de oscilar constantemente dos matizes claros para os escuros e vice-versa. Isso trará imediatamente uma inquietação visual, que pode ser transferida para a atmosfera do ambiente.


  • JZhuk/iStock JZhuk/iStock

    4.

    Se optar por branco ou cinza-claro como tonalidade básica, a decoração suportará cores vibrantes como o vermelho, o azul ou também o rosa. Utilize mantas, almofadas ou acessórios, como vasos de flores ou quadros, com essas cores.


  • Artjafara/iStock Artjafara/iStock

    5.

    Aproveite as cores para fazer truques no ambiente. Por exemplo, pintar somente uma parede com uma tonalidade mais intensa dá ilusão de maior profundidade ao cômodo.


  • Chayantorn/iStock Chayantorn/iStock

    6.

    Se sentir insegurança na hora de escolher as cores, peça ajuda aos atendentes das lojas de tintas ou decoração. Além disso, busque inspiração para cômodos semelhantes aos seus em redes sociais como o Instagram e Pinterest. Assim, você evita uma decoração monótona ou exageradamente colorida.


  • efetova/iStock efetova/iStock

    7.

    Por último, uma dica para quem gosta de colocar a mão na massa: pintou as paredes ou um móvel recentemente e não sabe o que fazer com a tinta que sobrou? Veja como como aproveitar as sobras de tinta no link e dar mais cor aos ambientes!