Faça uma busca
|
Publicado em: 18 de setembro de 2020

8 dicas de como eliminar os germes de forma eficaz

Descubra como manter a sua casa mais segura e livre de germes.

Imagem: golubovy/iStock
Publicidade


Os especialistas calculam que as pessoas passam de 80% a 90% do tempo em ambientes fechados, a maior parte em casa. Então, que tal aprender a combater os germes que se escondem sob o seu teto e que poderão deixá-lo doente?

Você nunca conseguirá se livrar de todos os germes da sua casa – afinal, as bactérias são sem dúvida os seres mais numerosos da Terra. Portanto, nem imagine que eliminá-las por completo seja possível. Em vez disso, escolha as suas batalhas de forma estratégica. Confira abaixo 8 dicas incríveis para eliminar os germes da sua casa de forma eficaz.

  • felipe ballin/istock

    1. Esterilize a esponja no micro-ondas

    A esponja da pia da cozinha é a coisa mais cheia de germes na sua casa. Quando os pesquisadores do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos testaram os métodos comuns de desinfecção de esponjas – deixar de molho em água sanitária, esterilizar no micro-ondas ou na lavadora de pratos –, descobriram que um minuto no micro-ondas acabava com a maioria dos germes (a lavadora de pratos ficou em segundo lugar).

    Leia também: 10 dicas para poupar tempo na cozinha usando o micro-ondas


  • PixelsEffect/istock

    2. Esfregue a pia

    Depois da esponja, a pia é o segundo lugar mais cheio de germes da casa (pior até que o vaso sanitário). Deixe um desinfetante spray a mão e borrife a pia após cada uso, depois limpe e enxágue-a com água quente.


  • Wachiwit/iStock

    3. Compre uma tábua nova

    As tábuas de corte, sejam de madeira ou de plástico, são um ótimo esconderijo para bactérias, inclusive a salmonela, graças aos cortes das facas. Se a sua já viu dias melhores, compre uma nova de madeira.

    Quando espalharam bactérias em tábuas de plástico e de madeira, os pesquisadores descobriram que as bactérias se aninhavam profundamente nos poros das tábuas de madeira. Pode parecer nojento, no entanto elas ficavam ali e não voltavam à superfície, permanecendo inofensivas até a tábua ser cortada por uma faca. As tábuas plásticas, no entanto, retinham os germes na superfície por horas. Limpe sua tábua de madeira, na pia, com água quente e sabão, e coloque-a no micro-ondas por 1 minuto a cada dois ou três dias, a fim de liquidar os germes restantes.

    Confira também: Como ter uma cozinha sempre limpa


  • Tatiana/iStock

    4. Proteja sua escova de dentes

    Guarde-a em um recipiente, no banheiro, no lado oposto ao do vaso sanitário. Quando se dá descarga, gotículas contendo bactérias são lançadas no ar, pousando no que estiver perto. Por isso, é uma boa ideia tampar o vaso antes de dar a descarga.

    Guarde a escova na posição vertical, após cada uso, para que a água escorra das cerdas: não ponha a escova molhada em um estojo fechado. E não deixe que as cerdas das escovas dos outros membros da família encostem umas nas outras. Ainda preocupado? Considere embebê-la em um enxaguante bucal antibacteriano. Pesquisas indicam que deixar de molho por 20 minutos elimina os germes. Não reutilize o líquido desinfetante nem deixe mais de uma escova de molho nele. Se tiver ficado doente, substitua a escova de dentes depois que ficar bom para não se reinfectar.

    Leia também: Limpeza do banheiro: renove os ladrilhos e rejuntes


  • petrunjela/iStock

    5. Troque a fralda no trocador

    Se trocar a fralda da netinha no sofá ou no chão da sala, você transmitirá bactérias para superfícies do cômodo, não importa o cuidado que tomar. Ao terminar, lave muito bem as mãos com água e sabão.


  • frimufilms/iStock

    6. Livre-se do baleiro e do pote de biscoitos de uso comum

    Visto que apenas 67% das pessoas que dizem que lavam as mãos realmente o fazem e que apenas um terço delas usa sabão, imagine o que se esconde ali.


  • BrianAJackson/iStock/iStock

    7. Limpe as superfícies “doentes”

    Não dá para sair como louco desinfetando todas as superfícies da casa. Mas, se um membro da família estiver doente, pode ser sensato limpar com desinfetante as superfícies que todos tocam com frequência – maçanetas, interruptores de luz, teclado e mouse do computador, controle remoto, telefone.

    Os desinfetantes não matam todos os vírus (eles combatem principalmente as bactérias), mas podem matar alguns. Os especialistas recomendam uma solução de 1 parte de água sanitária para 10 partes de água, que é efetiva para matar bactérias e alguns vírus. Deixe a solução 10 a 20 segundos sobre a superfície antes de secá-la.


  • Wachiwit/iStock

    8. Lave direito a roupa

    Sim, até mesmo o modo de lavar a roupa poderá deixá-lo doente. Compartilhar toalhas, por exemplo, é uma forma de contaminação por vírus de hepatite B e infecções por estafilococos resistentes a antibióticos. Lave a roupa íntima por último, e pelo menos uma vez por mês faça um ciclo com água quente e água sanitária com a máquina vazia para limpar os germes. Lave as mãos depois de separar as roupas para lavar e antes de transferir as peças molhadas para a secadora. Caso contrário, você poderá transferir as bactérias da roupa suja para a boca, o nariz e os olhos, sem falar da roupa limpa.

    Confira também: 9 dicas de como lavar, passar e guardar roupas delicadas


Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


Cadastre-se GRÁTIS para continuar lendo


Você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos

Já tem cadastro? Faça login aqui.

Já sou assinante da Revista Impressa

close