Ganhou algum presente de que não gostou ou que não serviu? Acontece. Quando a época em que mais se recebem presentes acaba, pode haver um item ou dois que você precisa ou quer trocar. Eis as melhores práticas para obter as melhores condições na hora de devolver ou trocar qualquer produto.

1. Saiba o momento certo para fazer a devolução

Primeiro, tente ir em uma hora menos concorrida. Quanto mais movimentada estiver a loja, mais longa será a fila. E quanto mais longa a fila, mais provável que o vendedor esteja sobrecarregado. Embora na prática os dias ou momentos menos agitados variem de loja para loja, em geral, o melhor é evitar os fins de semana.

2. Pesquise em casa

Antes de entrar em uma loja para devolver um produto, pesquise no site da loja as políticas de devolução e troca da loja. Essa pesquisa é importante, uma vez que cada loja tem políticas diferentes. Assim, você estará preparado ao entrar.

3. Não espere muito

Muitas lojas têm limites de 30 a 60 dias para devoluções e trocas.

4. Conserve as etiquetas e, de preferência, esteja de posse da nota fiscal

Obviamente, devolver um item com etiqueta e a nota é muito mais fácil, mas, mesmo sem eles, não é impossível. Se você não tiver a nota, o mais provável é que receba crédito na loja, e não dinheiro. Aqui também, quanto mais você esperar, mais difícil será obter o melhor valor pelo seu produto.

5. Seja persistente

Não aceite não como resposta. Se você acha que as informações que o vendedor lhe deu sobre a devolução ou troca de seu produto são injustas, peça para falar com o gerente. Muitas vezes este tem autonomia para flexibilizar a política da loja.

6. Seja respeitoso

A máxima “Pegam-se mais moscas com mel do que com vinagre” aplica-se aqui. Os atendentes no comércio têm um trabalho cansativo e merecem nossa consideração. Além disso, se eles tiverem margem para flexibilizar as políticas da loja e você for grosseiro, provavelmente não se esforçarão para atendê-lo.

7. A internet é sua amiga

Se você não tem certeza em que loja um item foi comprado, recorra à Web. Pesquise o item no Google e veja quais lojas o oferecem. Em seguida, entre em contato com as lojas e pergunte sobre sua política de trocas sem nota fiscal.

8. Considere vender o produto on-line ou em um grupo de desapego

Se você não consegue descobrir de onde o seu presente veio ou a loja não aceita devolução nem troca, vendê-lo on-line ou em um grupo de desapego é uma opção. Procure os termos Marketplace ou Desapego no Facebook e boas vendas!!

Ainda dá tempo: aprenda a evitar as dívidas de fim de ano!