Faça uma busca
Já tem cadastro? Faça login aqui.
Cadastre-se para continuar lendo!
Artigo exclusivo para assinantes!
É grátis e você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos
devices
Já sou assinante da Revista Impressa

Entendo que, respondendo a esta promoção, serei ingressado nos sorteios aqui oferecidos e passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, entre em contato com a nossa Central de Atendimento. Conheça também a nossa Política de Privacidade e Uso de Dados

Aproveite e assine o site seleções por apenas R$1,99 no primeiro mês. Clique aqui.
|
Publicado em: 15 de março de 2018

9 dicas infalíveis para cultivar e cuidar de suas rosas

Imagem: phanasitti/iStock

Com suas inúmeras cores e formas, a rainha das flores existe há pelo menos 12 milhões de anos. Em 1867 foi cultivada a primeira variedade moderna. Todos os tipos de rosas que havia até então são hoje conhecidos como “rosas antigas”. Veja como cultivá-las da melhor maneira possível:

Dica 1

A proteção de inverno deve ser retirada em dias nublados, pois muito sol e calor depois de tempos frios colocam as rosas em um estado de choque.

Dica 2

Adubo solúvel em água deve ser colocado apenas com o tempo úmido, e nunca sobre o solo seco.

Dica 3

Água de adubo provoca verdadeiro milagre nas rosas. Coloque uma xícara de adubo de cascas secas em 7,5 litros de água e deixe de molho por alguns dias. Depois, dilua o líquido, até que adquira a cor de um chá fraco. Regue a área das raízes.

Dica 4

Casca de banana cortada em pequenos pedaços também funciona, pois fornece à roseira calcário, magnésio, enxofre, nitrogênio, potássio e fosfato, além de ácido silícico.

Dica 5

Mesmo em períodos mais secos, não se deve regar as rosas diariamente, mas em abundância. De acordo com seu tamanho, uma roseira necessita, em períodos mais secos, de 10 a 20 litros de água por semana para que floresça com exuberância.

Dica 6

Nunca se deve regar de cima, pois isso pode provocar doenças causadas por fungos, além de reduzir o tempo de floração da roseira.

Dica 7

Para evitar males acarretados por fungos, borrife pela manhã uma solução de 1 colher de chá de fermento diluída em 4 litros de água. O acréscimo de 2 ou 3 gotas de sabão facilita a ligação na mistura.

Dica 8

A partir do início do inverno não se deve mais adubar a planta. Os novos brotos podem queimar com o frio. Por isso, as rosas plantadas no outono também não são adubadas de imediato.

Dica 9

Para evitar que as rosas arbustivas se elevem no inverno, cubra a base da raiz com material de compostagem. Para que não se quebrem sob a ação dos ventos, as plantas grandes são fixadas com um fio maleável.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados