Um plano de 7 dias para deixar seu cérebro afiado

A vida estressante, os problemas do dia a dia, a idade – todos esses fatores vão impondo um desgaste ao seu cérebro. Mas medidas simples podem reverter esse quadro. Pequenas mudanças na sua rotina vão permitir que você conserve o cérebro ativo e ágil por muito mais tempo. Vamos lá! Inclua esses hábitos em sua agenda!

 

Mulher dormindo serenamente.

Imagem: Wavebreakmedia/iStock


Segunda-feira: Planeje dormir o suficiente

Organize a noite de maneira a estar pronto para dormir uma hora mais cedo do que o habitual. Faça uma refeição leve, sem álcool, no jantar, e um pequeno lanche de carboidratos antes de dormir. Escolha uma atividade tranquila como a última coisa a fazer à noite, sem telas ou luzes brilhantes, ou ruído alto.

 

Imagem: jongjet303/iStock


Terça-feira: Agende um exercício

O exercício aeróbico apropriado é importante para a saúde do corpo, e ainda traz benefícios significativos para o cérebro – de curto e de longo prazo. Prepare-se com antecedência para o exercício – isso torna mais fácil cumprir a agenda. Por exemplo, arrume a sacola de natação ou os apetrechos para a corrida na noite anterior, ou marque um encontro com um amigo para caminhar ou dançar.

 

 

Pessoa fazendo sudoku.

Imagem: NickleIckle/iStock


Quarta-feira: Treine o cérebro

Mantenha o cérebro em forma com palavras cruzadas ou sudoku, quando tiver algum tempo livre. Experimente exercícios de treinamento cerebral on-line. Inscreva-se em um curso de línguas. Todas essas atividades estimulam o cérebro a aperfeiçoar o funcionamento de longo prazo.

 

Imagem: YakobchukOlena/iStock


Quinta-feira: Verifique como anda a saúde

Qual foi a última vez que você fez um check-up? A pressão alta, o tabagismo, o diabetes tipo 2 e as doenças cardíacas estão relacionados a uma diminuição da função cerebral, por isso é importante identificar cedo e tratar esses problemas.

 

Gato sendo acariciado.

Imagem: Serg_Velusceac/iStock


Sexta-feira: Planeje ser sociável

Convide os amigos para um jantar, telefone para um membro da família ou apenas leve o cachorro para passear no parque e converse com outras pessoas passeando com seus pets. A oxitocina, hormônio gerado por sentimentos de afeição pelos outros, ajuda a reduzir o estresse e a inflamação. Afagar o gato durante dez minutos pode aumentar de forma significativa os níveis de oxitocina, caso os seres humanos de suas relações não estiverem disponíveis.

 

Imagem: RazoomGames/iStock


Sábado: Experimente algo novo

Tente uma nova receita, ou faça compras em um lugar diferente e adquira um ingrediente que você nunca usou. Como qualquer outra experiência nova, sabores não familiares estimulam a formação de neurônios novos e também é possível aproveitar essa oportunidade para escolher alimentos ricos em antioxidantes (que aumentam a capacidade mental), gorduras saudáveis e carboidratos não processados.

 

Mulher lendo e tomando café com leite,

Imagem: vikialis/iStock


Domingo: Relaxe e rejuvenesça

Se você está sofrendo com o estresse, reserve um tempo para pensar sobre o que o está causando. Decida se existem ações a serem tomadas. Diga
“não” às pessoas que estão pedindo demais, e reserve algum tempo para si próprio. É importante fazer isso porque o estresse crônico inibe o crescimento cerebral e sua plasticidade, favorecendo a inflamação no corpo. Passe um período relaxando todos os dias, concentrando-se em um livro ou passatempo tranquilo ou qualquer outra coisa que permita a reflexão e a calma. A meditação, a ioga ou um exercício de relaxamento podem ser úteis.