O processo de construção ou da reforma podem ser bastante exaustivas. No entanto, para evitar dores de cabeça, nada como pesquisar todas as suas opções! Se você busca alternativas para o piso interno ou externo, fique atenta a estes tipos de pisos para casas e exteriores.

Para começar, é importante estipular uma base para o seu orçamento. Muitos materiais de construção são caros, e as suas escolhas devem estar de acordo com o seu bolso. Por isso, busque por opções de decoração adequadas a uma faixa pré-estipulada de preço. Algumas opções, como o vinilico, oferecem saídas práticas, rápidas e baratas para a reforma.

Veja também: Torne a decoração de casa confortável com poucos detalhes

Outra dica importante para gastar menos é calcular exatamente quanto material você precisa. Para isso, saber as medidas de cada cômodo é essencial. Antes de procurar uma loja ou buscar um profissional, vale conhecer o próprio ambiente doméstico para discutir as melhores alternativas.

Se houver disponibilidade, você também pode utilizar softwares de design de interiores que possibilitam a visualização do planejamento. Alguns programas como o Sweet Home 3D ou o SketchUp podem ser uma mão na roda na missão de reformar e redecorar, e há diversos tutoriais de como usá-los na internet.

Outro detalhe importante é conhecer o ambiente que está prestes a ser reformado. Problemas estruturais, como infiltrações, podem representar um problema enorme no futuro caso não sejam resolvidos. Isso porque, comprados os materiais e feita a reforma, eles podem voltar e arruinar tudo o que foi feito. Por isso, contrate um profissional para avaliar se reparos estruturais, seja no encanamento ou na parte elétrica, são necessários antes de iniciar qualquer mudança.

Veja a seguir 11 tipos de pisos ideais para casas e escolha o que mais combina com o seu projeto (e o seu bolso):

mihalis_a/iStock

1. Porcelanato

O porcelanato é feito a partir de ma mistura entre argilas, feldspatos, quartzos e outros minerais. É um dos revestimentos mais usados justamente pela sua resistência ao desgaste. Por esse motivo, quem opta pelo porcelanato também acaba gastando menos com a manutenção do piso.

 


KaraGrubis/iStock

2. Granito

O granito, assim como o porcelanato, também oferece mais resistência a desgastes. Ele é ótimo tanto para ambientes externos como internos, além de não ser caro e ser de fácil manutenção. Apesar disso, preste atenção: os granitos mais claros tendem a manchar mais facilmente se não houver limpeza frequente do ambiente.


jacek_kadaj/iStock

3. Madeira

Se você optar por um piso de madeira, atente-se ao tipo. Há três categorias: tacos (muito utilizado em apartamentos), piso pronto e assoalho. Como se trata de madeira, quanto mais escura, maior durabilidade do material.


PaulRobles/iStock

4. Ladrilho hidráulico

Os ladrilhos hidráulicos foram muito utilizados em construções antigas, já que eles surgiram com o propósito de expressar a arte. Eles são feitos a partir de uma mistura de pó de mármore, cimento e corantes, e produzidos artesanalmente. É um material de grande durabilidade, e sua manutenção requer cera incolor líquida para conservação.