É preciso bem mais que experiência para se destacar perante as empresas e conseguir o emprego que procura. A princípio, uma boa formação e domínio de diferentes habilidades chama a atenção, mas os métodos de avaliação estão cada vez mais complexos.

É provável que você nunca tenha ouvido falar da importância do aperto de mão ou do seu endereço de e-mail durante o processo de seleção. No entanto, esses pormenores são utilizados como critérios de eliminação, especialmente em épocas de recessão econômica, quando há poucas vagas abertas. Além disso, o seu comportamento nas redes sociais e até o excesso de vontade de conseguir a vaga podem ser grandes inimigos.

Com as oportunidades diminuindo e a concorrência aumentando, é preciso manter-se sempre atualizado e preparado para os processos seletivos. Antes de tudo, não deixe de conferir as nossas dicas de como fazer o seu currículo ser selecionado e como usar o LinkedIn para impulsionar a sua carreira. Em segundo lugar, faça a revisão gramatical do seu currículo, escolha roupas adequadas para o cargo que pretende e desenvolva uma postura profissional e otimista.

E para aumentar ainda mais as suas chances de conseguir a vaga dos seus sonhos, confira essas 10 dicas de recrutadores do que fazer e o que não fazer antes e durante a entrevista de emprego!

HbrH/iStock

5. Não deixe a pressa te sabotar

Ser persistente é bom, mas em excesso pode te atrapalhar. Por isso, controle a sua ansiedade e saiba esperar o contato do recrutador.

Persistência demais atrapalha. Não pode ligar no dia seguinte à entrevista. Se continuar insistindo, pode acabar eliminado do processo de seleção.” Ana Sílvia Sanseverino


fizkes/iStock

6. Não fale mal de empregos anteriores

Entrevista de emprego não é momento de desabafar. Ainda que a sua experiência anterior tenha sido ruim, evite falar mal do seu chefe ou da empresa antiga.

Jamais – eu disse jamais – deprecie as empresas ou as pessoas com quem já trabalhou. Manter uma postura ética é vital para o sucesso. Se o motivo da saída foi delicado ou espinhoso, diga apenas que saiu por possuir ideias distintas. Porém, caso ainda esteja trabalhando, diga que quer crescer profissionalmente.” Thiago Dantas


fizkes/iStock

7. Saiba escolher suas referências

Esse item dialoga diretamente com o anterior. Se você teve algum problema com seu antigo chefe, não é uma boa ideia usá-lo como referência para conseguir um emprego novo.

“Se você não se dava bem com seu chefe, não dê o telefone dele como referência. Em vez disso, dê o telefone de um colega de trabalho. Não faça inimigos ao sair, deixe as portas sempre abertas.” Edson Rodrigues


juststock/iStock

8. Não tente conseguir emprego com o e-mail da empresa atual

Às vezes as pessoas aproveitam os momentos de ócio no trabalho para procurar novas oportunidades. Apesar de ser uma prática comum, esse comportamento pode colocar as suas chances em risco. Procure sempre usar o seu e-mail e computador e pessoal.

“Há pessoas que usam o e-mail da empresa para buscar outro emprego ou passar informações. E-mail é ferramenta da empresa, e ela vai acompanhar como ele é usado. Legalmente, a empresa pode adotar esse procedimento.” Jaqueline Silveira Mascarenhas