maioria de nós considera o lar um abrigo contra os problemas ambientais, e pode causar surpresa saber que o
ar de nossa casa pode ser duas ou três vezes mais poluído que o do exterior. As causas dessa poluição são muitas e variadas, mas uma administração bem-feita do lar pode reduzir esses efeitos.

 

Gases tóxicos

A queima de combustíveis e outros materiais dentro de casa pode liberar gases potencialmente perigosos, como dióxido de nitrogênio, que irrita olhos e garganta, e monóxido de carbono, que em doses baixas pode causar dores de cabeça e fadiga, e em doses altas pode ser fatal.

Não fume cigarro, charuto ou cachimbo dentro de casa, pois fazem mal à saúde e liberam toxinas, como o benzeno, que é um cancerígeno em potencial.

Assine nosso conteúdo exclusivo

Prefira aquecedores e fogões que tenham condutores de fumaça. Se você tiver aquecedores sem chaminé, assegure uma ventilação adequada. Crianças expostas a aparelhos a gás sem chaminé têm mais probabilidade de contrair bronquite. 

Verifique se aquecedores e fogões estão em boas condições. Se a chama do gás estiver amarela, pode estar emitindo gases perigosos. Faça imediatamente a manutenção.

Sempre que puder, examine as chaminés e os dutos exaustores para verificar entupimentos e vazamentos.

Certifique-se de que as portas de fogões a lenha fechem bem.

Se a garagem for colada à casa, o ideal é ter uma antecâmara à prova de ar ou porta impermeável ao ar entre a casa e a garagem. Os motores exalam vapores que contêm monóxido de carbono e benzeno.


O que não vemos

Muitos produtos de uso no lar, de tintas e vernizes até móveis e tapetes, emitem gases químicos.

Tente não comprar móveis feitos de aglomerados de madeira, como chapas de compensados, de partículas ou de fibras de madeira, pois estas são geralmente feitas de compostos orgânicos voláteis (COVs). Uma opção é selá-los com verniz atóxico para evitar que os gases escapem ou guardar num local bem ventilado por uma semana antes de instalar dentro de casa.

Selecione materiais naturais em vez de sintéticos. Muitas espumas e tecidos sintéticos emitem COVs.

Opte por materiais que não precisam de substâncias químicas, como a microfibra.

Compre produtos de higiene, cosméticos e perfumes sem substâncias químicas e fragrâncias sintéticas.

Evite sprays em aerossol, incluindo repelentes de insetos e sprays de cabelo, pois eles emitem uma névoa fina que é facilmente inalada. Use produtos roll-on ou de bombear.

Tente não usar perfumes e sprays em áreas onde permaneça por longos períodos, como o quarto.

Se precisar disfarçar um odor desagradável, prefira uma alternativa natural ao desodorizador de ambiente químico. Óleo de melaleuca e de eucalipto são eficazes.

Escolha materiais naturais ao construir, reformar ou decorar a casa. Use tintas, vernizes e seladores à base de plantas.

Ao comprar tintas, removedores, adesivos, combustíveis ou outros produtos químicos, leve a quantidade necessária, para evitar armazená-los em casa. Mas, se for preciso, guarde-os em lugar bem ventilado, de preferência do lado de fora.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!