Um dos segredos da boa culinária está na utilização correta dos temperos. Os temperos, ervas e especiarias sempre foram valorizados ao longo da história, tanto pelas propriedades alimentícias quanto pelas medicinais. Usá-los é uma ótima forma de acrescentar ou realçar o sabor de alimentos sem adicionar sal ou gordura. Além disso, há alguns tipos de temperos que ajudam na digestão.

Mas quais as melhores especiarias e como utilizá-los? Selecionamos os 10 temperos essenciais, que são facilmente encontrados nos mercados brasileiros, e damos algumas dicas de como consumi-los no dia a dia.

10 tipos de temperos e como consumi-los

Nildanet/iStock

1. Açafrão

O açafrão é o estigma seco de uma erva de floração violácea. São necessárias 1.500 flores para produzir 1 g de açafrão, o que explica por que o tempero verdadeiro é tão caro. Felizmente, alguns poucos fiapos são suficientes para dar sabor e colorir a maioria dos pratos, como risoto, paella, bolos e biscoitos.


bhofack2/iStock

2. Canela

O sabor característico da canela é conhecido por “quebrar” o doce e deixá-lo menos enjoativo. Polvilhe canela em pó em frutas fervidas, canjicas e mingaus. Além disso, você pode utilizar a canela para preparar uma bebida descongestionante quando estiver resfriado. Basta despejar água quente sobre canela em pau e adoçar com mel.


dziewul/iStock

3. Cravo

Além de dar um sabor ativo e quente a pratos doces, como a canjica, o arroz doce e o doce de abóbora, o cravo é usado por suas propriedades antissépticas e analgésicas. Se você estiver com dor de dente, mascar cravo ou friccionar algumas gotas de óleo de cravo em volta da área afetada ajudará a diminuir a dor.


Tim UR/iStock

4. Pimenta-do-reino

Talvez a pimenta mais utilizada nas cozinhas do mundo inteiro, a pimenta-do-reino é uma pimenta moída que pode ser utilizada em diversos pratos, de carnes e aves até molhos, desde que não em excesso.