Atire a primeira batata quem nunca fez a tradicional simpatia do nhoque da fortuna! Antes de mais nada, você precisa ter um dolarzinho em mãos. Dizem que quanto maior o valor da nota, maior será o valor da sua fortuna. Quem não tem dólares guardados no cofre (ou nem tem cofre!), uma cédula de real serve.

No dia 29 você prepara um fabuloso nhoque (veja a receita abaixo) e coloca o dólar debaixo do prato. Quem acredita pode fazer a seguinte prece com muita fé e devoção: “São Genaro, estou comendo este nhoque para que nunca me falte comida na mesa e dinheiro no bolso.” Uma variação da simpatia é comer em pé as sete primeiras unidades de massa e fazer um pedido para cada uma. Sempre com o dólar embaixo do prato e fazendo a prece de São Genaro, é claro.

A massa pode ser armazenada na geladeira ou no congelador, o que significa que você pode fazer com antecedência.

Massa do nhoque

1 kg de batatas

1 gema

1 xícara (chá) de farinha de trigo

Água

Azeite de oliva

Sal e pimenta-do-reino a gosto

1. Descasque e corte as batatas em pedaços. Numa panela grande cheia de água salgada, coloque-as para cozinhar. Quando estiverem macias o suficiente ao espetá-las com o garfo, retire do fogo e escorra.

2. Esprema as batatas e reserve-as para o vapor sair. Depois, misture os outros ingredientes à massa de batata e trabalhe nela com as mãos até ficar homogênea.

3. Enfarinhe a superfície de trabalho e faça vários rolinhos com a massa (cuidado para não ficar muito fino!). Corte os nhoques com uma faca e reserve.

4 . Ferva 3 litros de água salgada e cozinhe 10 unidades por vez. Retire com uma escumadeira à medida que forem subindo à superfície e coloque-os numa tigela com ½ xícara (chá) de água e 2 colheres (sopa) de azeite. Para fazer as ranhuras, pressione um pouco o garfo em cada unidade de nhoque.

Sirva com um molho bem gostoso. Seguem duas opções:

Molho de tomate e manjericão

(Serve 4 porções e fica pronto em 30 minutos)

1 colher (sopa) de azeite

1 cebola bem picada

1 dente de alho bem picado

750 g de tomate cortado em cubinhos

50 ml de vinho tinto encorpado

1 folha de louro

1 ramo de tomilho fresco

Sal e pimenta-do-reino

Para servir

Folhas de manjericão fresco

Queijo parmesão ralado

Numa panela, aqueça o azeite e refogue a cebola por 4 minutos. Adicione o alho e refogue por mais 1 minuto. Acrescente os tomates à panela junto com o vinho, o louro e o tomilho. Tempere com sal e pimenta a gosto, tampe e cozinhe por 15 minutos. Retire a folha de louro e o tomilho e coe o molho. Antes de servir, junte o manjericão e tempere a gosto (atenção: uma vez adicionado o manjericão, o molho não pode mais ser fervido). Derrame o molho sobre o nhoque quente e polvilhe com parmesão ralado.

Molho de nozes e gorgonzola

(Serve 4 porções e fica pronto em 20 minutos)

85 g de nozes

100 g de queijo gorgonzola

2 colheres (sopa) de creme de leite light

Sal e pimenta-do-reino moída a gosto

Espalhe as nozes em uma assadeira e torre, em forno a 180ºC, por 5 minutos ou até ficarem levemente douradas. Retire do forno, deixe esfriar e pique grosseiramente. Enquanto isso, coloque o queijo esfarelado numa panela. Adicione o creme de leite light, misture bem e aqueça ligeiramente por 2 a 3 minutos, mexendo sempre, sem deixar ferver. Reserve 1½ colher (sopa) da água do cozimento do nhoque e acrescente-a à mistura de gorgonzola. Mexa bem, derrame sobre o nhoque ainda quente e misture suavemente. Junte as nozes e um pouco de pimenta-do-reino.

Mesmo que você não acredite em simpatias, não custa tentar, não é mesmo? 

Boa sorte e bom apetite!