No mundo todo há gente lutando para perder peso. Mas isso não quer dizer que a obesidade seja o nosso destino coletivo. Pois, quase todas as culturas têm algum costume capaz de manter a boa forma, algum hábito que pode ser a base de um plano internacional de emagrecimento.

Pronto para mandar a barriguinha fazer as malas? 

Leia também 11 dicas de como perder a barriga sem perder a cabeça.

Por Joe Kita

kieferpix/iStock

Para perder peso com saúde

Por exemplo, nos restaurantes da Europa, o garçom costuma pôr na mesa uma garrafa de água mineral. Em muitos restaurantes dos Estados Unidos, é preciso pedir água e, por causa disso, muita gente prefere refrigerante ou outras bebidas mais calóricas. Basta pedir água mineral com a refeição para, com o tempo, fazer diferença no tamanho da barriga.

Em 18 países, recolhemos dicas como esta, pedindo a nutricionistas e aos editores internacionais da Reader’s Digest que divulgassem costumes de suas culturas que pudessem nos ajudar a emagrecer. É uma verdadeira viagem de emagrecimento pelo mundo sem precisar sair de casa!


twinsterphoto/iStock

1. Tailândia — Mais pimenta

A comida tailandesa é uma das mais apimentadas do mundo. A pimenta estimula o metabolismo, mas o verdadeiro benefício da comida picante é retardar a ingestão, como explica o Dr. James Hill, ex-presidente da Sociedade Americana de Nutrição. “Quando o corpo avisa que está satisfeito, a pessoa já comeu demais. Comer devagar é uma boa estratégia para emagrecer, e apimentar a comida é um jeito fácil de conseguir.”

Leia também como fazer penne picante e outras receitas fáceis e apimentadas.


Ridofranz/iStock

2. Reino Unido Reduza as porções

Em Londres, ao entrar num McDonald’s, o atendente não pergunta se você quer aumentar a porção. Essa opção foi banida do Reino Unido porque constituía menos de 0,1% das vendas. Os britânicos preferem porções menores, talvez como vestígio da frugalidade imposta pelo racionamento da 2ª Guerra Mundial.

A má publicidade também fez o McDonald’s desistir das superporções nos Estados Unidos. Mas uma Coca-Cola grande americana ainda contém 100 calorias a mais do que no Reino Unido, e na Grã-Bretanha não existe o “Quarterão com queijo”. Afinal, quem precisa comer 250 gramas de carne de uma só vez?


diogoppr/iStock

3. Brasil — Sirva com arroz e feijão

Aquele sacolejo todo do Carnaval não é o único hábito carioca a fazer bem ao corpo; os brasileiros se mantêm magros com o prato tradicional de todas as refeições.

Um estudo da revista Obesity Research descobriu que a alimentação composta principalmente de arroz e feijão reduz cerca de 14% o risco de engordar, se comparada ao cardápio ocidental mais típico, porque é pobre em gordura e rica em fibras, estabilizando o nível de glicose
no sangue. Pode parecer estranho, mas comer feijão deixa o corpo pronto para a praia.