Constipação, indigestão e azia não são nada agradáveis, mas é certo que pelo menos uma delas incomodará você em algum momento. Em geral, não há qualquer problema mais sério envolvido, mas não custa nada aprender algumas formas suaves de remediá-las ou simplesmente impedir que surjam. Veja algumas dessas formas de como melhorar a digestão e salve-se de ficar trancada no banheiro:

1. Combata a intolerância à lactose

A intolerância à lactose pode ser responsável por transtornos digestivos. Leite de arroz enriquecido com cálcio ou leite de soja são ótimos substitutos e ótimas maneiras de como melhorar a digestão em geral.

Veja também: será que beber leite ainda faz bem a você? Tire suas dúvidas!

2. Os remédios podem atrapalhar

Verifique os medicamentos. Uma variedade de remédios, como anti-histamínicos e antidepressivos, pode afetar o estômago. Alivie o refluxo da acidez ou a indigestão tomando 1 ou 2 colheres (chá) de olmo em pó em água morna. Além de ser uma forma simples de como melhorar a digestão, é saudável e natural.

Com a finalidade de substituir alguns remédios, você pode optar pela medicina natural. Algumas plantas e ervas têm efeito igual ou ainda melhor que a maioria dos remédios, e são muito mais baratas. Entretanto, nunca comece um tratamento alternativo sem o acompanhamento de um médico.

3. Cuidado com os antibióticos

Os antibióticos atacam não apenas as bactérias prejudiciais, mas também as bactérias “benéficas” (probióticas), que ajudam a digerir os alimentos no intestino. A fim de repor as bactérias benéficas, tome um suplemento probiótico. Bebidas com leite fermentado e alguns iogurtes são uma boa fonte, ou tome em cápsulas, comprimidos ou pó (disponíveis em lojas de produtos naturais).

Veja também: 8 perguntas sobre antibióticos que você deve fazer ao seu médico

4. Beba água o suficiente

Você bebe água suficiente? O adulto precisa de, no mínimo, 2 litros diários de líquido para garantir a digestão e a evacuação eficientes. Em épocas mais quentes, principalmente no verão, tome cuidado para não ficar sem beber água. Adote estratégias para não se esquecer de se hidratar!

5. Inclua fibras em sua dieta

Não se esqueça das fibras. Não é difícil obter os 30 gramas diários recomendados de fibras. Experimente frutas frescas ou secas, hortaliças, nozes, feijão cozido e grãos integrais (aumente aos poucos a ingestão, para evitar gases).

Veja também: 12 alimentos com um poder curativo incrível e surpreendente

6. Invista em exercícios físicos

Movimente-se. A inatividade pode resultar em digestão preguiçosa. Exercícios regulares deslocam a comida pelo intestino com rapidez, além disso são ótimas para aumentar a resistência de outros sistemas do corpo. Investir em uma rotina de exercícios só resulta em benefícios para todas as idades.

7. Deu vontade de ir ao banheiro? Não se demore!

Vá ao banheiro logo que sentir necessidade. Ignorar a urgência provavelmente causará problemas digestivos, como por exemplo a prisão de ventre. As fezes, quando acumuladas no intestino grosso, podem causar infecções graves.

Segurar a vontade enquanto volta para a casa provavelmente não causará grandes problemas. Entretanto, não transforme isso em um hábito de forma alguma!

8. Ria bastante!

O riso tem efeito “massageador” nos intestinos e combate o estresse, que pode tornar o intestino preguiçoso. Além disso, o riso é tão poderoso que 15 minutos por dia podem ajudar a combater até infecções! Depois dessa informação, que tal praticar o riso com algumas histórias engraçadas para alegrar o dia?

9. Abacaxi ou kiwi podem ser seus aliados

Coma abacaxi ou kiwí após as refeições. Estes alimentos contêm enzimas que auxiliam a digestão. Ou tente mastigar sementes de cardamomo ou cominho. Tempere a comida com alecrim e hortelã, e coma agrião ou alcachofra de vez em quando. Todos estes alimentos fazem os líquidos digestivos fluírem, e certamente são deliciosas saídas de como melhorar a digestão.

Veja também: conheça os incríveis 8 benefícios do abacaxi para a sua saúde

10. Corte a cafeína e os refrigerantes

Diminua a ingestão de cafeína (encontrada no café e no chocolate) e evite refrigerantes e alimentos gordurosos, que podem exacerbar os problemas digestivos.

Veja também: entenda o alerta que especialistas fazem sobre a cafeína

Azia, a diarreia e a síndrome do intestino irritável (SII)? Entenda também como melhorar a digestão combatendo esses problemas

A diarreia pode ser evitada se tratada a tempo com a ingestão de fibras solúveis (Foto: LuckyBusiness/iStock)

Diarreia

Experimente remédios suaves para aliviar a diarreia, mas procure cuidados médicos imediatos se não melhorar em 2 dias, se sentir febre e dores abdominais fortes, ou se houver sangue ou muco nas fezes.

● Aumente a ingestão de fibras solúveis. Isso pode ajudar a absorver o excesso de líquido. Uma sugestão é maçã, mingau ou feijão-mulatinho.

Veja também: confira dicas para evitar que a flatulência estrague o seu dia

● Misture 2 colheres (chá) de sementes de erva-doce desidratadas em 200 ml de água fervente por 5 a 10 minutos, coe e beba. A erva-doce é levemente anti-séptica e ajuda a aliviar as cólicas que geralmente acompanham a diarreia.

● Misture 1 colher (sopa) de cevada em 200 ml de água fervente por 20 minutos, coe e beba. É um remédio suave tradicional para estômago desarranjado e diarreia.

● Vômitos e diarreias podem eliminar nutrientes importantes, como potássio, sódio e glicose. Evite eletrólitos industrializados com esta receita prática de reidratação caseira: misture suco de fruta diluído (para repor o potássio) com 1⁄2 colher (chá) de mel (para repor a glicose) e uma pitada de sal de mesa (para o cloreto de sódio).

Se a azia atacar, você pode recorrer a tratamentos naturais, como o vinagre de maçã (Foto: Tharakorn/iStock)

Azia

Quando ocorre o refluxo dos ácidos digestivos, você tem uma sensação desagradável de queimação no esôfago. Para ajudar a combater o fogo, mantenha estes remédios à base de ervas no seu armário de medicamentos.

● Tome comprimidos ou cápsulas de gengibre, que age absorvendo o ácido e acalma os nervos.

● O olmo produz mucilagem, uma substância espessa e pegajosa que reveste o aparelho digestivo, criando uma barreira protetora.Tome 1 colher (chá) de olmo, amassado com uma banana pequena, antes de cada refeição.

● Experimente o vinagre de maçã, um remédio antigo e barato que realmente funciona.Tome 1 colher (chá) em 1⁄2 copo de água durante uma refeição.

A síndrome do intestino irritável pode ser causada por diversos fatores (Foto: Tharakorn/iStock)

Síndrome do Intestino Irritável (SII)

Os sintomas da SII – na qual partes do intestino se contraem rapidamente – incluem constipação, diarreia, cólicas e inchaço.

● O estresse pode agravar a SII, portanto, se estiver sob pressão, pratique regularmente uma técnica de relaxamento, como a ioga. Ou respire profundamente pelo diafragma.

● Exercícios moderados podem ajudar a controlar o problema.

● Evite café, alimentos condimentados e ácidos, como laranja, tomate e temperos de salada avinagrados.

Veja também: conheça os melhores alimentos para incluir em seu café da manhã

● Use sementes de psílio, um laxante natural muito seguro.

● A gordura é um grande estímulo para as contrações intestinais, portanto evite alimentos gordurosos.

● Mantenha um diário para ajudar a identificar as causas – por exemplo, determinados alimentos, estresse ou alterações hormonais.

● Examine os rótulos antes de comprar os alimentos. Produtos adoçados artificialmente com sorbitol atrapalham a digestão e agravam a SII.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!