Faça uma busca
|
Publicado em: 3 de agosto de 2021

Não existem resultados milagrosos

Exercícios que prometem uma perda rápida de peso com pouco esforço geralmente são a pior coisa a se fazer

Imagem: AaronAmat/iStock

Eu estava dando uma aula particular quando Camila falou comigo: "André, gostaria de lhe agradecer pela atenção durante esse tempo em que fui aluna da academia. Hoje é meu último dia. Vou economizar dinheiro treinando em casa". Curioso, eu perguntei a ela se tinha equipamentos e como seria seu treino em casa. Ela me responde: "Que equipamentos, André ! Vou seguir aqueles vídeos de exercícios coreanos para perder barriga e fazer com a minha prima. Ela vai se casar em um mês e quer entrar em forma". Pedi para ela aguardar o término de minha aula e fomos conversar.

Leia também: O gasto calórico do treino depende de muitas variáveis

Perguntei se a prima dela estava treinando, já que o casamento se aproximava e muitas mulheres querem ficar mais em forma para o grande dia. Camila me respondeu dizendo que sua prima é totalmente sedentária e fora ela que lhe convencera a largar a academia e seguir os vídeos que andam bombando na Internet.

Na Internet, nem tudo que parece é

Na maioria das vezes em que existe a promessa “perca tantos quilos em x dias” é furada, errado e haverá dano. Ainda mais para uma pessoa totalmente sedentária (como era o caso da prima de Camila). Os resultados, sejam estéticos ou fisiológicos, vêm com o tempo e isso leva meses. Ninguém fica em forma de uma hora para outra. Infelizmente quase sempre são estratégias de marketing, que visam ao dinheiro e não à saúde das pessoas. 

Todo e qualquer tipo de atividade física pode gerar benefícios e malefícios. Muitas variáveis irão determinar o que irá acontecer. Não existe uma atividade física que seja adequada para todas as pessoas. Depende do objetivo, histórico e condicionamento.

Pensemos no caso de Camila, uma pessoa que treina bem há 2 anos, e sua prima, uma pessoa sedentária. Como essas duas pessoas irão fazer a mesma atividade física (e ainda, os mesmos movimentos, com a mesma duração e intensidade)? Isso é um caso de desconhecimento total e negação da ciência. O problema é que as pessoas querem ter o bônus sem ter o ônus. 

Não existe uma solução única

Expliquei a Camila que existe um gasto calórico na dança dos coreanos, afinal de contas o corpo está em movimento e, se a pessoa permanecer com o abdômen contraído, irá fortalecer o tronco. Porém os exercícios abdominais não proporcionam perda de barriga. Isso ocorre quando há um déficit calórico (gasto calórico maior do que o consumo) e, para que isso aconteça, é necessário atentar a muitas coisas: alimentação, hidratação, nível de stress, comportamento sedentário etc.  Nada disso é citado nesses vídeos.

Ademais, pelo fato de a pessoa ficar uma grande quantidade de tempo realizando os mesmos movimentos (não conheço nenhum tipo de dança em que a pessoa faça sempre os mesmos movimentos), pode ter lesão por esforço repetitivo. Cito também que os movimentos não serão supervisionados por nenhum professor de educação física (esses, e somente esses podem prescrever treinos!) e que o risco de lesão estará presente. 

Camila entendeu o recado. Disse que iria permanecer na academia e que iria convidar sua prima para ser aluna também. Obviamente, não seria possível mudanças corporais até o seu casamento, mas poderíamos melhorar algumas coisas, entre elas a ansiedade, a postura e o tônus muscular, por exemplo.

Triste e lamentavelmente muitas pessoas querem colher sem antes plantar. As redes sociais estão cheias de promessas rápidas e milagrosas, como os exercícios coreanos para perder barriga. É preciso filtrar, pesquisar criticamente a fonte e ouvir os verdadeiros especialistas no assunto antes de tomar qualquer decisão.

André Messias
André Messias
Doutorando em Epidemiologia em Saúde Pública pela FioCruz, é mestre em Ciências Cardiovasculares pelo Instituto Nacional de Cardiologia, o professor e personal trainer André Messias tem como prioridade a saúde e a qualidade de vida. Ele acredita que as escolhas relacionadas ao estilo de vida, em especial à prática de exercícios físicos, são essenciais para nossa saúde física, mental e social. E que, portanto, cabe a todos nós uma reflexão de como estamos vivendo.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close