Faça uma busca
|
Publicado em: 21 de abril de 2021

“Estrelismo é uma cafonice”, dispara Suzana Pires

Com mais tempo em casa por conta da pandemia da Covid-19, a atriz diz que voltou a criar e está com lançamentos previstos.

Imagem: Rede Globo/Divulgação

Atriz, autora, escritora e roteirista, Suzana Pires é aquele tipo de mulher que não passa despercebida pelos canais que transita. Empoderada, a palavra sinceridade faz parte de seu dia a dia. Apesar da personalidade forte, ela não nega que tem os seus momentos de fragilidade.

“Quanto maior o medo, maior a coragem, não é? É assim com a força também. Quanto mais forte a pessoa é, mais frágil ela é em suas emoções. Assumo essa sensibilidade na minha escrita e para quem divide a intimidade comigo”, conta. 

Solteira e muito de bem com a vida, o jeito independente, o de ser dona do próprio destino, talvez assuste os homens. Mas ela garante que isso só acontece quando o parceiro não vale a pena. 

“Mulher forte só assusta o homem quando ele é ‘vacilão’, mesmo. Esses não fazem a menor falta”, dispara.

Com uma sociedade ainda machista e com os números altíssimos da violência contra a mulher, Suzana acredita que a sororidade faz a diferença e pode ajudar a mudar esse quadro. 

“A minha sororidade é focada nas ações do Instituto Dona De Si, que é o de acelerar os talentos que cada mulher traz dentro de si, gerando autoestima, autoconfiança e independência financeira. Acredito que a união entre as mulheres é capaz de começar a mudar essa triste realidade. Só temos essa saída para tanta violência”, afirma.

Com os pés no chão

Imagem: Rede Globo/Divulgação

Ciente de que a profissão de atriz requer dedicação e talento, e, ao mesmo tempo, envolve ego e vaidade, a atriz conta que se mantém distante das armadilhas que a fama pode trazer. 

“Por isso faço terapia, terapia e mais terapia. E tenho algo que me blinda dessa armadilha: acho o estrelismo uma cafonice”, dispara.

Aos 44 anos e dona de uma carreira de sucesso, quando olha para trás e vê a trajetória trilhada até aqui, Suzana enxerga com orgulho a sua caminhada.

“Vejo com muita emoção. Valido todos os momentos em que me superei e me dediquei, e que fui reconhecida. Valorizo, ainda, a qualidade do meu trabalho acima de tudo. Não mudaria nada na minha caminhada. Sou grata a cada momento, os bons, os ótimos e os péssimos”, analisa.

À frente do Instituto Dona de Si (um espaço que alavanca os talentos femininos, e tem como objetivo aumentar o número de mulheres líderes em todos os setores da economia brasileira), Suzana Pires conta que tem aproveitado o período de isolamento social para focar na expansão da entidade. 

“O período tem sido de muito trabalho! Foquei na expansão do Instituto Dona De Si e está sendo gratificante. Nenhuma acelerada do instituto foi à falência. Conseguimos que nossas mentoradas segurassem seus negócios durante a pior fase”, explica.

Com o país ultrapassando a marca das 370 mil vidas perdidas para o coronavírus, a atriz se diz indignada com o negacionismo do Governo Federal no combate à Covid-19.  

“Acho esse governo a maior reunião de pessoas incompetentes, irresponsáveis e incultas que eu já tive o desprazer de ver. O mal que o negacionismo está fazendo ao país é radical e determina um atraso imenso em todas as potências do Brasil para os próximos anos. Eu lamento profundamente a morte de cada pessoa e me compadeço com as famílias. Estamos todos em dor”, diz.

E completa: “Estou bem apavorada com o rumo absurdo e caótico que o governo está levando a vacinação e a mensagem controversa que a população está recebendo por meio dessas pessoas”.

Com mais tempo em casa por conta da pandemia da Covid-19, a atriz diz que voltou a criar e está com lançamentos previstos.

“No início da pandemia, eu dei uma travada e não consegui criar. Mas de agosto para cá, as ideias voltaram a fluir e eu voltei a escrever. Tanto que vai sair um livro, dois filmes e uma série. É uma superprodução de conteúdo (risos)!”, fala Suzana, que em novembro do ano passado lançou o filme “De Perto, Ela Não É Normal”, disponível no canal Telecine, e nos streamings Google Play, Looke e Apple TV. 

Dia de beauté

Suzana Pires Sob Holofotes
Imagem: Rede Globo/Divulgação

Vaidosa, ainda mais quando o assunto é a região do rosto, Suzana Pires segue alguns cuidados no dia a dia que fazem a diferença.

“Eu cuido muito da pele do rosto. Faço CO2, Ulthera e o que mais tiver disponível. Só não gosto de preenchimento ou de muito botox porque o meu rosto não vai ficar como ele é. Gosto de me cuidar, mas não de mudar as minhas feições”, entrega a atriz, que ainda caminha, faz alongamento e drenagem nas pernas. 

Cuidadosa com o que come, à mesa cortou a fritura porque sente dor de cabeça ao ingerir algum alimento frito com óleo, e o chocolate, por ficar enjoada. “É só isso. No mais, eu como de tudo”, finaliza. 


Márcio Gomes
Márcio Gomes
O carioca Márcio Gomes é apaixonado pelo jornalismo, tanto que o escolheu como profissão. Passou por diversas redações, já foi correspondente estrangeiro dos títulos da Editora Impala de Portugal, e editor na revista deBORDO. Escreveu para várias publicações como Capricho, Manchete,Desfile, Todateen, Seleções, Agência Estado/Estadão e outros. Márcio é “assim ó” com as celebridades, e agora toda semana convida uma delas para contar seus segredos de saúde e beleza – aqueles que nós, pobres mortais, também podemos adotar.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados