Faça uma busca
|
Publicado em: 4 de novembro de 2020

Valentina Bulc fala sobre desafios e aprendizados na quarentena

A jovem atriz conversou com a nossa coluna sobre saúde, pandemia e muito mais.

Imagem: Vinícius Mochizuki


Que tal usar os dias de isolamento social para aprender coisas novas como cozinhar ou desenhar? Foi o que fez a atriz Valentina Bulc. Apesar de já ter voltado a gravar as cenas da personagem Bia, em “Salve-se Quem Puder”, ela conta que nos dias de isolamento buscou novidades para mudar a rotina em casa.  

“Eu aprendi a cozinhar, a desenhar (algo que sempre quis fazer, mas nunca tinha tempo e nem coragem). A pandemia me mostrou que os desafios poderiam ser superados. Neste período, ainda li, estudei, vi bastante filme, falei muito com as minhas amigas e joguei WAR. Ainda malhei todos os dias em casa. Isso me trouxe paz de espírito”, diz.

Ciente que ainda está vivenciando a pandemia, a atriz não entende algumas atitudes isoladas de pessoas que não se protegem contra a doença.

“Ainda não temos a vacina! E o que fiz foi tentar criar uma rotina, em meio a esse caos que vivemos por causa da Covid-19. Tive crises e reflexões sobre a vida. E fiquei atenta sobre a forma como a gente está lidando com o mundo. É interessante analisar como cada pessoa age perante a isso tudo que estamos atravessando. Ando na rua e vejo pessoas sem máscaras! Não sei se é porque acham que estão imunes ou, simplesmente, se é por conta da falta de senso de pensar no bem comum. E isso é triste! No auge da pandemia a gente falava que sairíamos dessa fase com um mundo mais unido. Mas não é isso que está acontecendo”, analisa.

De volta ao batente

Com saudade da rotina das gravações da novela “Salve-se Quem Puder”, Valentina Bulc, que na trama da vida à Bia, comemora o retorno ao estúdio para gravar as cenas da personagem.  

“Voltar a gravar foi um respiro. É uma falsa impressão de que a vida voltou ao normal, mas ela ainda não voltou. E a gente tem que entender muita coisa neste novo mundo. ‘Salve-se Quem Puder’ é uma novela que eu amo. E estava com medo de não conseguir voltar para terminar de gravar as cenas da personagem. Que bom que retornamos”, fala.

Já adaptada a nova realidade, a de gravar seguindo os protocolos de segurança como manter distanciamento e usar placas de acrílico (quando está próxima do ator) em cena, Valentina afirma que a preocupação é deixar o trabalho real.

“Desde o momento em que a gente chega, até a hora de ir embora, tudo é muito seguro e diferente do que estávamos acostumados. Agora, por exemplo, sou eu quem faço o meu cabelo e a minha maquiagem”, conta.
E completa: “Todos nós somos intensos. Gostamos do toque, do abraço. Tanto que toda vez que eu encontro as pessoas da equipe da novela, a minha primeira vontade é a de pular em cima delas, de abraçar, de beijar, de ter essa troca que estamos acostumados. Porém, ter que segurar isso é muito difícil porque estar ao lado do meu parceiro de cena e não poder dar um abraço nele, isso é complicado”.

Adeus, sedentarismo!

Por interpretar uma atleta na trama de “Salve-se Quem Puder”, Valentina conta que mudou a rotina diária e incluiu nela os exercícios físicos.

“Sempre tive um corpo magro, mas não o de uma atleta. Eu era sedentária e me vi obrigada a passar a malhar e a comer bem. E essa mudança foi incrível! O exercício virou parte da minha rotina. Comecei a ver o treino como o meu ritual da manhã, assim como faço ao escovar os dentes e ao tomar o meu café. Está claro para mim e não tenho que vencer a preguiça ou fazer um esforço enorme para malhar. Agora, o meu corpo está mais ativo, vivo e saudável”, fala.

Com acompanhamento de uma nutricionista, a atriz começou a entender a importância dos nutrientes que ingere durante as refeições diárias.

“Mas eu me permito aos pecados da gula – que pode ser um chocolate ou uma pizza. Inclusive, eu acho que eles são necessários porque a gente precisa dessa ‘comida do aconchego’ quando não estamos bem. O que nós temos que entender é que devemos parar de ‘demonizar’ os alimentos. No fim de semana eu como o meu chocolate, sem culpa, porque isso me faz bem. É preciso ter esse equilíbrio com o alimento”, explica.

Beauty care at home

Vaidosa, Valentina segue alguns cuidados com a pele do rosto. Em casa, ela sempre lava, com um sabonete especial, a região ao acordar e ao dormir. Passa sempre o protetor solar, de preferência o do tipo oil free. E jamais deixa de retirar a maquiagem com um bom demaquilante para, em seguida, usar sua água micelar.

“Adoro máscaras de pele e os óleos essenciais. Comecei a criar uma rotina para a pele nesta quarentena. Foi algo que se tornou uma válvula de escape para este período”, afirma.

Assim que passar a pandemia, Valentina entrega que o maior desejo é fazer uma festa para reunir amigos e familiares.

“Ando com uma vontade de ir numa festa... Estou com saudade de dançar, de encontrar os amigos, de estar com eles porque gosto de gente. Tenho muita saudade dos meus familiares. Então, reunir os amigos e fazer uma festa. É isso que quero fazer assim que passar tudo isso que estamos vivendo”, finaliza.

Márcio Gomes
Márcio Gomes
O carioca Márcio Gomes é apaixonado pelo jornalismo, tanto que o escolheu como profissão. Passou por diversas redações, já foi correspondente estrangeiro dos títulos da Editora Impala de Portugal, e editor na revista deBORDO. Escreveu para várias publicações como Capricho, Manchete,Desfile, Todateen, Seleções, Agência Estado/Estadão e outros. Márcio é “assim ó” com as celebridades, e agora toda semana convida uma delas para contar seus segredos de saúde e beleza – aqueles que nós, pobres mortais, também podemos adotar.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close