Faça uma busca
Já tem cadastro? Faça login aqui.
Cadastre-se para continuar lendo!
Artigo exclusivo para assinantes!
É grátis e você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos
devices
Já sou assinante da Revista Impressa

Entendo que, respondendo a esta promoção, serei ingressado nos sorteios aqui oferecidos e passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, entre em contato com a nossa Central de Atendimento. Conheça também a nossa Política de Privacidade e Uso de Dados

Aproveite e assine o site seleções por apenas R$1,99 no primeiro mês. Clique aqui.
|
Publicado em: 15 de março de 2021

Cuidados com os pés: dermatologistas compartilham as melhores dicas

Confira algumas dicas para livrar-se de micoses, rachaduras e coceiras!

Imagem: Foremniakowski/iStock

Andar descalço pode ser motivo de constrangimento para algumas pessoas. E isso porque, às vezes, a aparência dos pés não está das melhores. No entanto, para evitar esse desconforto, alguns cuidados com os pés e unhas podem ser seguidos para manter a saúde e a beleza.

Leia mais: Dermatologista explica por que uso prolongado de esmalte faz mal

“Por vezes, andar descalço ou usar sandálias e chinelos bem abertos causam incômodo em quem tem vergonha de mostrar os pés ou unhas. Porém, práticas baratas e simples de serem feitas em casa são suficientes para deixar os pés bem cuidados”, explica a dermatologista Dra. Regislaine Miquelin, que tem Título da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica. 

Por que os pés ressecam?

cuidados com os pes
Hidratar os pés é fundamental para mantê-los bem cuidados (Crédito: ULADZIMIR CYARGEENKA/iStock)

O ressecamento da pele e a presença de calos, geralmente, são consequência de maus hábitos de cuidados com os pés.

“Pele ressecada e calosidades ocorrem em razão da falta de hidratação na área. E as rachaduras nada mais são do que consequências desse processo, que ocorre com a pressão e o peso do corpo exercidos sobre os pés em atividades cotidianas, como uma simples caminhada”, destaca Dra. Regislaine.

Alguns outros hábitos devem ser observados para cuidar melhor dos pés.

“Além de não aplicar hidratantes regularmente, andar descalço ou com salto alto por longos períodos, usar muitos sapatos abertos, tomar banhos muito quentes e estar acima do peso são situações que tendem a estimular o ressecamento dos pés e, assim, o aparecimento de calos e rachaduras”, alerta a médica.

Lixar ou não?

cuidados com os pes
O excesso de lixa nos pés pode ser prejudicial (Crédito: Reimphoto/iStock)

Para retirar o excesso de pele ressecada da região, muita gente recorre às lixas para os pés. No entanto, isso pode agravar ainda mais o problema na região.

“Lixá-los em excesso também pode ser um vilão para quem deseja reverter essa situação, já que o corpo entende os efeitos da lixa como algo agressivo, estimulando uma produção mais intensa e espessa de pele para compensar o lixamento, o que gera exatamente o efeito contrário”, alerta Dra. Regislaine.  

Cuidados com os pés para livrar-se das micoses

cuidados com os pes
Crédito: Foremniakowski/iStock

Micoses são infecções por fungos que ocorrem principalmente em regiões em que há calor e umidade, como os espaços entre os dedos dos pés ou sob as unhas.

O pé de atleta, por exemplo, é uma micose muito comum. No Brasil, anualmente ocorrem mais de 2 milhões de casos!

O fungo do pé de atleta cresce em qualquer lugar onde haja umidade e seu alimento favorito é a queratina, uma substância encontrada na pele humana. Por isso o interior dos seus sapatos suados (e das meias) é o lugar ideal.

Para tratá-las de forma adequada é fundamental buscar orientação médica e seguir à risca o recomendado.

“A duplinha de calor e umidade favorecem o surgimento de micoses. O excesso de transpiração e o contato frequente com a água (mar e piscina) favorecem a proliferação desses micro-organismos”, explica a dermatologista Dra. Bomi Hong, Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

A Dra. Bomi dá seis dicas para prevenir a ocorrência de micoses:

  • Utilizar chinelos na hora de tomar uma ducha;
  • Não compartilhar toalhas, chinelos e cortadores de unhas, já que a micose é contagiosa;
  • Sempre manter os pés secos após entrar na piscina ou no mar – lembrar de secar entre os dedos;
  • Optar por calçados abertos no verão — se usar calçado fechado, não se esqueça das meias, de preferência de algodão para absorver a umidade;
  • Se seu pé transpira muito leve mais de uma meia ao trabalho e troque no meio do dia;
  • Alternar o calçado (deixe ventilando o calçado do dia anterior)

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados