Faça uma busca
Já tem cadastro? Faça login aqui.
Cadastre-se para continuar lendo!
Artigo exclusivo para assinantes!
É grátis e você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos
devices
Já sou assinante da Revista Impressa

Entendo que, respondendo a esta promoção, serei ingressado nos sorteios aqui oferecidos e passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, entre em contato com a nossa Central de Atendimento. Conheça também a nossa Política de Privacidade e Uso de Dados

Aproveite e assine o site seleções por apenas R$1,99 no primeiro mês. Clique aqui.
|
Publicado em: 3 de março de 2021

Engordar na gravidez é normal? Nutricionista explica

Na gestação, a mulher não deve se preocupar com dietas restritivas -- no entanto, o sobrepeso pode trazer malefícios à saúde do bebê

Imagem:

É entre o 2º e o 3º trimestre que as mulheres costumam perceber o aumento de peso — que pode variar, de acordo com os hábitos alimentares na gestação. De forma geral, engordar na gravidez não deve ser um preocupação para as gestantes. E tampouco a busca por dietas restritivas para redução das medidas corporais.

No entanto, o sobrepeso não acompanhado por um nutricionista pode pôr a saúde da gestante e do bebê em risco. E por isso, conversamos com a nutricionista Maristela Fidelis, que explica melhor essa situação.

Confira a entrevista!

Quantos quilos é normal engordar durante a gravidez?

engordar na gravidez
Crédito:dolgachov/iStock

O aumento de peso corporal na gravidez é inevitável. Não apenas pela presença do feto, mas também por retenção de água, aumento do volume de sangue circulante e ganho de gordura.

“O ganho de peso saudável esperado até o final da gestação costuma variar entre 6 e 16kg. Esse número oscila porque depende do peso da mulher antes da gestação, se for uma mulher obesa ou eutrófica o ganho de peso esperado muda até o final. Sendo uma mulher obesa, por exemplo, é esperado não ser acima de 7kg esse ganho até o final da gestação. Alguns parâmetros mudam se apresentar baixo peso ou gestação de múltiplos”, explica a Dra.

Mas e quanto às dietas?

alimentação na gravidez
Imagem: shutter_m/iStock

Como já falamos, o ganho de peso na gestação é inevitável. No entanto, em alguns casos pode ser preciso ajustar a alimentação — seja para ganhar mais peso ou para diminuí-lo. No entanto, vale ressaltar que essas estratégias devem ser feitas apenas com acompanhamento médico.

“O mais recomendado, se possível, é procurar o nutricionista antes da gestação para realizar ajustes de dieta, e perda de peso, se necessário para prevenção e até mesmo melhora na fertilidade. Durante a gestação, não é recomendado fazer dieta restritiva para perda peso”, argumenta a nutricionista, que completa: “a dieta na gestação é voltada para atingir as necessidades nutricionais da mãe e do bebê naquele momento, não é uma dieta com o objetivo de perda de peso, pois a necessidades de alguns nutrientes aumentam nesse período, assim como a necessidade energética”, conclui.

Sabe aquela história de “comer por dois”? Na verdade, não é bem assim. De fato as necessidades energéticas na gravidez aumentam, mas costumam ficar em torno de 300 kcal por dia.

O sobrepeso na gravidez pode trazer prejuízos para o bebê e para a mãe?

cuidados na gravidez
Imagem: iStock

Leia também: gravidez ectópica — o que é?

“O sobrepeso e a obesidade são fatores de risco para o bebê e para a mãe, como diabetes gestacional, hipertensão, bebê microssômico e maiores riscos dele desenvolver obesidade na fase adulta, assim como doenças  metabólicas”, explica a Dra.

Desse modo, é importante atentar-se ao que se come e quanto se come. “Sugiro priorizar os alimentos mais naturais. E quando consumir os industrializados que sejam os menos processados possíveis”, aconselha a nutricionista.

A nutricionista também aconselha cautela com algumas bebidas. “Nem todos os chás são recomendados para a gestante. Por isso, prefira sempre um chá de frutas, caso gostar de chás. Evite também refrigerantes e sucos industrializados”, conclui.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados