Faça uma busca
|
Publicado em: 19 de setembro de 2020

23 produtos antigos que podem valer uma fortuna

Conheça produtos antigos que fazem a cabeça de colecionadores e entusiastas, e que podem valer até milhões

Imagem: Tyler Tomasek/iStock
Publicidade


Quando você organizou o seu guarda-roupa ou garagem pela última vez? Chegou a jogar alguma moeda, pôster ou revistas no lixo? Então, infelizmente temos uma má notícia: você provavelmente perdeu a chance de ganhar algum (ou muito) dinheiro. Isso porque produtos antigos geralmente podem valer muito depois de um tempo!

Veja também: 10 dicas para negociar melhor e pagar menos

Há colecionadores para tudo: desde os itens mais comuns, como tampinhas ou garrafas, até álbuns de figurinhas. Você certamente já deve ter ouvido falar de alguma compra milionária por moedas antigas, por exemplo. É disso que estamos falando!

A fim de entender melhor, separamos a seguir 23 itens que podem valer uma fortuna nos dias de hoje. Alguns sites, como o Mercado Livre ou OLX, podem ser pontos de venda ideais para esse tipo de troca de produtos antigos. Vale a pena tentar!

Saiba quanto pagar

Antes de vender seus produtos (ou comprá-los), caso você se interesse, é preciso tomar alguns cuidados. Veja algumas dicas a seguir:

Publicidade


  • Faça vendas através de sites verificados, como o Mercado Livre, o Enjoei ou OLX.
  • Nunca forneça dados pessoais para os compradores, como o endereço de sua casa.
  • Pesquise o preço do produto antes de comprar ou vender.
  • Tome cuidado com quem quer exagerar no preço de produtos antigos. Muitas vezes o artigo pode ser mesmo muito caro, mas há pessoas que tentam se aproveitar da procura de peças antigas.
  • Se realizar uma venda, prefira um local público, e tome os devidos cuidados de higiene em função da COVID-19.

Descubra a seguir 23 produtos antigos que podem valer muito dinheiro:

  • mactrunk/iStock

    1. Discos de vinil

    Os vinis até ensaiaram uma volta triunfal há pouco tempo, mas acabaram mesmo virando artigo de colecionadores. Alguns chegam a valer cerca de duzentos reais, mas exemplares raros podem ter um preço ainda maior, como é o caso de uma edição especial de Natal do álbum Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, lançado pelos Beatles em 1967, que vale cerca de R$ 620 mil. No entanto, se você tem edições mais básicas em casa, ainda pode faturar uma grana se encontrar colecionadores dispostos a pagar por um preço justo.


  • Rawf8/iStock

    2. Tocador de discos de vinil

    Como muitas pessoas ainda querem tocar os vinis, claro que seria necessário uma vitrola para isso. Alguns modelos mais antigos, como as virolas fabricadas pela Paillard, chegam a valer quase dois mil reais. Tem uma dessas em casa e em bom estado? Pode ser que um ótimo negócio esteja ao seu alcance…


  • Macrovector/iStock

    3. Selos postais

    As coleções de selos podem ser hobbies que movem fortunas. Muitos colecionadores já ofereceram montanhas de dinheiro por selos postais raríssimos – como é o caso do Swedish Treskilling Yellow, considerado o selo mais caro do mundo, vendido em 2010 pela bagatela de 1,6 milhão de libras (na cotação atual, o valor equivale a cerca de R$ 10,8 milhões). Outro exemplo de raridade é o Penny Black, emitido no Reino Unido em 1840. Um bloco com 12 desses selos raros é avaliado em 675 mil libras esterlinas (aproximadamente R$ 4,5 milhões)!


  • vbacarin/iStock

    4. Violões

    Se você fez a alegria da sua rodinha de amigos em algum momento da juventude, mas hoje não consegue nem mesmo pegar a paleta que caiu no chão, talvez vender seu violão renda uma graninha extra. Alguns anúncios em sites de usados expõem modelos por cerca de mil e quinhentos a dois mil reais. Mas você sabe qual é o violão mais caro do mundo? Ele se chama Eric Clapton’s CF Martin & Co., Circa, e vale nada menos que 781.500 dólares – aproximadamente R$ 4,09 milhões! O instrumento foi usado durante MTV Unplugged que Eric Clapton realizou em 1992.


  • AlexStepanov/iStock

    5. Lentes Helios

    As lentes para câmeras profissionais Helios são famosas pela qualidade de fotografia que fornecem. E adivinhe só? Elas já não são mais fabricadas hoje em dia, o que significa que um comprador poderia dar muito dinheiro por elas

     


  • Rawf8/iStock

    6. Rádios antigos

    Ah, o rádio! Um dos meios de comunicação mais populares que acompanhou tantas pessoas ao longo dos anos. Sim, algumas pessoas mantém coleções de aparelhos de rádio, como é o caso deste morador de Brasília, que tem cerca de 300 aparelhos. Outro colecionador tem um acervo de mais 200 desses aparelhos em operação! Por isso já dá para se ter uma ideia de que modelos antigos – quanto mais antigos, melhor – podem valer uma fortuna imensa para quem está disposto a pagar.


  • gurkoao/iStock

    7. Revistas em geral

    Você já deve saber que, para colecionadores, o que importa é que a coleção esteja completa – e isso vale para tudo. Portanto, se você tem alguma revista velha em casa, anuncie em um site de compra e venda, pois elas podem render um dinheiro extra.

     


  • Divulgação/Panini

    8. Álbuns de figurinhas

    Os álbuns de figurinhas podem não ter a popularidade de antes, quando dezenas de pessoas reuniam-se em praças unicamente para trocar cromos, mas ainda são muito procurados. Álbuns completos podem valer muito dinheiro para os vendedores, e mesmo as figurinhas vendidas separadamente, dependendo da coleção, podem representar um bom negócio.


  • Divulgação/Banco Central

    9. Moedas das Olimpíadas de 2016

    Os eventos Olímpicos de 2016, sediados no Brasil, contaram com uma coleção exclusiva do Banco Central que trazia 16 modalidades modeladas em moedas de 1 real, além de moedas com os mascotes do evento. Também foi publicado um álbum, onde era possível reunir todas elas em um único local. Só as moedas podem ser vendidas por preços que variam entre cem e duzentos reais; a coleção inteira pode passar dos mil, e quem ainda conta com o álbum pode lucrar ainda mais.


  • korhan_oztunc/iStock

    10. Câmeras Polaroide

    As Polaroides são as famosas câmeras antigas que revelavam fotos na hora. Elas foram relançadas recentemente, mas os modelos antigos ainda fazem a cabeça de muitos colecionadores e fãs vintage. Tem uma dessas em casa? No Mercado Livre, alguns modelos chegam a custar R$ 500.


  • Schatzif/iStock

    11. Brinquedos

    Alguns brinquedos antigos, como o boneco clássico do Fofão e algumas Barbies, são itens dificílimos de encontrar – e, por isso, valem muito mais. Em alguns locais, é possível encontrar modelos em bom estado de conservação valendo cerca de mil reais ou, em uma faixa mais baixa, porém interessante: cerca de 200 a 500 reais. Vale a pena, caso você encontre um desses perdido em suas caixas antigas!


  • Tomasz Sienicki/WikiCommons

    12. Tamagotchis

    Os famosos bichinhos virtuais foram a primeira noção de responsabilidade de muitas crianças nos anos 80 e 90. Eles eram acessórios digitais que simulavam um bichinho que requeria cuidados diários, como comida, carinho e atenção. Os Tamagotchis foram uma febre mundial, e ainda hoje podem ser encontrados nas mãos de quem deseja lucrar com uma raridade dessas nos dias atuais. Em 2020, alguns modelos voltaram à ativa, mas os antigos continuam sendo muito procurados por quem é aficionado pelos produtos originais.


  • robtek/iStock

    13. Consoles de videogame

    Videogames fizeram e fazem muitos fãs até os dias de hoje. Mesmo com o avanço das tecnologias, muitos entusiastas continuam procurando consoles tradicionais, como o Game Boy, o Nintendo 64, o PlayStation 1, o Mega Drive… entre muitos outros. São consoles que têm um bom valor de mercado – principalmente para entusiastas.


  • neilkendall/iStock

    14. Revistas em quadrinhos

    As HQs são itens de coleção no mundo inteiro. Fãs travam batalhas para ter em suas estantes exemplares. Exemplares como o número 15 da Amazing Fantasy, que marca a estreia do Homem-Aranha, chegou a valer 1,1 milhão de dólares (cerca de R$ 5,8 milhões).


  • Reprodução/Internet

    15. Coleção Pokémon do Guaraná Antártica

    Os colecionáveis dos monstrinhos Pokémon, que fizeram a cabeça de muitas crianças, adolescentes e adultos também, foram extremamente famosos nos anos 2000. Houve muita procura pelos bonequinhos mais raros, como o Pikachu. Se você tem alguma unidade, você pode lucrar com o que foi a mania da década antigamente; algumas coleções chegam a custar R$ 140 no Mercado Livre. Em outros mercados online, cada figura pode chegar a custar de 60 a 70 reais.

     


  • Reprodução/Internet

    16. Geloucos

    Os Geloucos foram febre nos anos 90. Diversas crianças correram para comprar os pequenos ETs, que constituíam uma coleção enorme – que aumentou em seguida com as edições que brilham no escuro. E quem diria que essa febre se tornaria lucrativa alguns anos mais tarde? Algumas coleções chegam a custar R$ 100 em sites de venda de usados.


  • Reprodução/Internet

    17. Latas comemorativas de Coca-Cola

    Sabe aquelas latinhas que a Coca-Cola lança a cada ano e que parecem virar febre? Pois é, tem quem as colecione – e quem ganhe dinheiro com isso. Algumas coleções chegam a valer R$ 250. Há outras edições limitadas por preços menores, mas igualmente atrativas para quem quer ganhar um dinheiro extra.


  • Zoidberg.ua/WikiCommons

    18. Tazos

    Tazos! Uma das maiores manias dos anos 90 (foi uma década de muitas febres, não é?) consistia em uma coleção de discos que serviam basicamente para colecionar ou jogar com amigos. Anos depois, as figuras podem valer muito dinheiro para quem ainda deseja completar suas coleções. No Mercado Livre, por exemplo, é possível encontrar conjuntos que valem cerca de R$ 380.


  • Gokcemim/iStock

    19. Pratarias

    Ainda deve haver objetos de prata nas casas mais antigas de familiares – esse tipo de material foi muito comum na produção de talheres na década de 60. Hoje em dia, podem valer muito dependendo do estado de conservação, ou até mesmo de detalhes. Vale a pena dar uma olhada se você pretende se desfazer de algumas!


  • lenscap67/iStock

    20. Aparelhos telefônicos

    O Motorola “tijolão” é um ícone: quem não lembra do modelo D160, que ficou famoso no Brasil? E do Nokia 3310, o “indestrutível”? Esses modelos podem ser encontrados ainda hoje e em bom estado, prontos para serem vendidos a colecionadores ávidos. Portanto, se você possui um desses modelos, procure um mercado online e verifique os preços: talvez você consiga fazer um ótimo negócio!


  • Ekaterina79/iStock

    21. Figuras LEGO para colecionadores

    Além de serem armadilhas dolorosas para os pés descalços, as figuras LEGO são muito famosas pela quantidade dos modelos fabricados desde a década de 30. Muitos desses modelos podem valer uma fortuna dependendo da raridade. Em 2015, um colecionador adquiriu um modelo LEGO da Millennium Falcon, a famosa nave de Han Solo, personagem de Star Wars, por nada menos que 4700 euros (o equivalente a aproximadamente R$ 28,9 mil, segundo a cotação atual)!


  • atlantic-kid/iStock

    22. Revistas Playboy

    Bem… talvez não seja um dos objetos antigos dos mais ortodoxos, mas o fato é que revistas antigas da Playboy – que ficou famosa durante a década de 70 por fotografar mulheres nuas – podem valer uma graninha caso você ou ou algum familiar mais saidinho tenham guardado exemplares antigos. A edição de agosto de 1975 que estampou a ex-modelo Lívia Mund, por exemplo, chega a valer cerca de R$ 5 mil, segundo um colecionador.


  • Alex Buell/WikiCommons

    23. Cartas de Magic: the Gathering

    Ainda que você não tenha feito parte da turma de nerds da escola que se juntava todo intervalo para jogar cartas Magic, já deve ter ouvido falar nesse jogo famoso. Ele consiste em uma coleção de cartas de vários tipos para serem jogadas em um campo de batalha. Vencem os jogadores que escolhem a melhor formação de suas coleções. E o que isso tem a ver com dinheiro? Tudo: cartas de Magic costumam valer muito no mercado de usados. Algumas coleções chegam a valer cerca de R$ 400; há uma coleção inteira no Enjoei! que custa R$ 1650,00. E acredite: muitas pessoas pagam por isso. Portanto, se o seu filho jogou Magic, mas hoje não está tão interessado assim, peça permissão a ele para vendê-las; pode ser um bom negócio para ambos.


Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close