Pechinchar é uma arte. Para negociar, você precisa estar atento às condições da barganha. Às vezes, tudo depende de como você se apresenta e se comporta diante do outro.

Uma vez que os vendedores são treinados para lucrar e convencer os consumidores de todas as maneiras, é importante estar preparado para essa abordagem. Não hesite em pedir um desconto, mas procure utilizar argumentos inteligentes para virar o jogo e conseguir o melhor custo-benefício.

Saiba aonde você quer chegar

Antes de sair de casa e partir para a negociação, há algumas perguntas que você deve fazer a si mesmo:

  1. O que quero?
  2. Quanto estou disposto a gastar?
  3. Que coisas não são negociáveis?

Por exemplo, se você quer um celular novo e está disposto a pagar até R$ 2 mil, você precisa determinar quais características desse produto são fundamentais para você. Quem busca tecnologias de última geração ou lançamentos recentes, deve conseguir descontos mais baixos.

Mas se você busca roupas ou cosméticos, há grandes possibilidades de encontrar lojistas dispostos a fazer descontos que caibam no seu orçamento. Especialmente durantes as trocas de coleção e se você for adquirir vários produtos de uma vez só.

Veja 10 dicas para negociar melhor e pagar menos

ipopba/iStock

1. Faça o dever de casa: pesquise

Todos os grandes negócios começam com pesquisas. Pesquise outros modelos e preços do produto que está sendo negociado no mercado. A partir dessas informações, você estará armado para rebater os argumentos do vendedor. Saber um pouco mais do vendedor durante a conversa também ajuda. Se a venda for comissionada, é capaz de fazer ele estar mais aberto a negociações.


Ridofranz/iStock

2. Se quiser mais desconto, gaste mais

Para conseguir descontos, às vezes a melhor estratégia é gastar mais. Vendedores precisam vender e podem negociar um desconto se você comprar dois ou mais itens em sua loja. A longo prazo, se você continuar voltando ao local, pode até conseguir um preço especial por ser um cliente fiel.


JohnDWilliams/iStock

3. Escolha a hora certa de pechinchar

As vendas têm hora e lugar para serem bem-sucedidas. Alguns aparelhos são mais vendidos em certas estações do ano, como o ar-condicionado, por exemplo. Isso interfere nos preços. Além disso, há momentos que são mais propícios a negociações: o fim do expediente, quando não há mais clientes, e o vendedor desejará fechar o dia com um lucro a mais. Use isso a seu favor.


YakobchukOlena/iStock

4. Encontre a pessoa certa para negociar

Algumas lojas não dão autoridade suficiente para que um vendedor ofereça descontos. Você terá que falar com o gerente, em muitos casos, para conseguir o melhor preço em sua negociação. Mas tenha postura: não minimize o vendedor ou adote um ar desafiador, pois você colocará tudo a perder.