Faça uma busca
|
Publicado em: 1 de fevereiro de 2021

Feng shui: quais os princípios básicos e como colocar em prática

Prática milenar de harmonização energética dos ambientes possui diferentes filosofias.

Imagem: scorpp/iStock

Você já ouviu falar em Feng shui? Apesar do nome parecer com alguma luta marcial ou tipo de meditação, sua definição não é nada parecida com isso! Feng shui trata-se de uma técnica de harmonização energética na decoração de um ambiente.

Qual é o conceito do Feng shui?

O termo, que significa “vento” e “água”, considera que cada ambiente possui uma vibração específica. Essas energias vitais – mais conhecidas como “Ch’i” – podem agir de forma benéfica ou prejudicial ao nosso corpo e mente.

Leia também: 6 dicas de como usar biombo na decoração do seu lar

A arte milenar do Feng shui existe há mais de 4 mil anos e foi preservada por antigos mestres chineses. Eles tinham o costume de observar os efeitos positivos e negativos da natureza e como eles influenciavam nos espaços.

Assim, escolhiam os melhores ambientes para fazerem suas plantações e moradias. Eles compreenderam que o estudo da localização das construções e móveis era importante para manter um ambiente em equilíbrio e harmonia, promovendo saúde e prosperidade.

O Feng shui tem como base diversas filosofias, como o I Ching, o Confucionismo e o Taoísmo, por exemplo. Cada filosofia pratica o Feng shui de uma forma diferente, de acordo com a cultura de sua região.

Existem diferentes escolas com o intuito de disseminar a prática, como a Escola da Bússola, Escola do Budismo Tântrico, Escola da Pirâmide, Escola da Forma, entre outras.  

Baguá: o oráculo do Feng shui

Foto: ArchiViz/iStock

O Baguá é mais do que um oráculo, é uma bússola feita há milhares de anos. É conhecido como O Livro das Mutações, escrito por Fu Hsi.

Fu Hsi é uma figura mítica que representa a era da caça e da pesca, e, ao observar o casco de uma tartaruga, percebeu trigramas de acordo com suas marcas.

Cada trigrama consiste em três linhas, sendo uma contínua e uma quebrada. A quebrada representa a força ying, o feminino; e a contínua representa a força yang, o masculino. Combinadas, essas forças representam simbolicamente a natureza e o universo.

Os oito trigramas do Baguá representam as áreas da vida humana relacionadas com os cinco elementos. A região central do baguá simboliza o equilíbrio do conjunto: a saúde física, mental e espiritual.

Algumas áreas do Baguá são:

  • Trabalho;
  • Prosperidade e riqueza;
  • Criatividade e crianças;
  • Espiritualidade e conhecimento;
  • Sucesso;
  • Amigos e viagens;
  • Relacionamento;
  • Saúde;
  • Família;
Foto: Helin Loik-Tomson/iStock

Cada área possui uma forma de ativação composta de um elemento, uma cor, uma planta e um objeto.

Além do Baguá, alguns outros instrumentos ajudam a atrair uma energia positiva para o ambiente. Alguns são:

  • Fontes de água: símbolo da prosperidade, fartura e riqueza. A água em movimento ativa o aumento da prosperidade.
  • Cristais: fontes naturais de energia. Coloque um quartzo rosa no quarto de casal para atrair amor e turmalina negra na sala para dissipar as más energias.
  • Prisma de água: energiza ambientes. Coloque numa janela que bata sol.
  • Flautas de bambu: a energia entra e sai pela flauta, fazendo circular pelo local. O bambu representa estabilidade, segurança e paz.
  • Plantas: trazem boas energias desde que estejam saudáveis e vistosas. Indispensáveis para renovar o ambiente.
  • Aquário: é usado para atrair fortuna. Coloque 8 peixinhos dourados e um preto, mas sempre que um morrer deve ser substituído.
  • Sinos de vento: ativa e energia do local. O ideal é que tenha no mínimo 6 tubos.
  • Espelhos: a utilização do espelho varia de acordo com o ensinamento de cada escola, porém pode ser um grande aliado em ampliar a energia Ch’i positiva e combater as energias negativas. Se refletir uma mesa de jantar, pode dobrar a prosperidade. Porém, nunca coloque de forma a refletir uma pessoa dormindo.
  • Cristal multifacetado: Dispersa a energia estagnada (sha) e corrige alinhamentos de portas e janelas, corredores muito compridos, entre outros.
feng shui
Foto: Christian Lopez Walker/iStock

Benefícios da prática

A energia do Feng shui pode ser usada tanto em ambientes como pessoalmente. Alguns benefícios promovidos são:

  • Em casa: Atrai proteção para o ambiente e para quem vive nele. Pode ajudar a conciliar familiares e amigos, melhorar uma relação amorosa ou encontrar um(a) parceiro(a).
  • Em estabelecimentos comerciais: Atrai lucro e aumenta a motivação. Melhora a relação entre a equipe de trabalho e aumenta as oportunidades de negócios.
  • Pessoalmente: pode ser usado para alcançar o equilíbrio emocional, mental, físico e espiritual. Atrai uma melhora nos relacionamentos pessoais, como na família, trabalho e amor.

Quem pode aplicar?

O ideal é contratar um especialista em Feng shui, porque além de aplicar corretamente o Baguá, ele vai fazer uma leitura completa do ambiente, analisando as posições dos móveis, cores, escadas, corredores, etc.

Além dos fatores internos, o profissional também vai observar a rua, presença de vegetação no entorno, rios. De acordo com o diagnóstico, o consultor vai definir as “curas” necessárias para o ambiente fazer a energia circular.

Não é recomendável aplicar o Feng shui sozinho sem ter lido livros ou feito cursos. As diversas escolas podem confundir na hora de aplicar as técnicas.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close