Faça uma busca
Colunistas

Como atravessar o sábado

Um manual de como atravessar todos os sábados até o fim do ano.

Escrito por:

Marina Estevão

Redator
stanciuc/iStock
Publicado em: Última atualização:

Você sabe como atravessar o sábado?

Caio Fernando Abreu escreveu um conto intitulado “Como atravessar agosto”, então como uma profunda admiradora de suas palavras, vou fazer a minha própria versão com o sábado.

O ano está quase acabando, faltam dois meses.

Outubro começou pegando a rebarba do mês de setembro, que foi mais alvoroçado do que confissões da tia bêbada na noite de Natal.

Foi porradaria estancando nos quatro cantos do Brasil.

Meu casal pra lá, biquíni pra cá.

Então, já que outubro começou, vamos cultivar um pouco de paz?

Como um ano atípico, o mês de outubro também tem suas particularidades.

Outubro começa com O de “onde está a vacina?”

Estamos todos ansiosos.

Neste período também começou a primavera.

Uma ótima estação para observar as flores nascendo.

Sentar num banco e olhar as pessoas.

Se não estiver um calor de 40 graus, como está fazendo hoje.

Sábado é um ótimo dia para pensar em coisas boas.

Planejar o próximo ano, por que não?

Viagens, mudanças, uma unha de acrílico, por que não?!?!

Lembre-se que se for olhar para trás, que seja somente para dar um confere no corpinho.

Se estiver sozinho, aproveite o sábado para botar uma música animada e dançar.

Tire um tempo para se curtir.

Beije o espelho, mas cuidado para não passar coronavírus.

Assista um filme e pare na metade pra pegar mais cerveja.

Abrace seu gatinho ou sua gatinha.

Os felinos, mas os humanos também pode.

Seu cachorro vai ficar com ciúme, então abrace ele também.

Se for sair, saia com segurança.

Escolha sua melhor máscara.

Afinal, máscara is the new lingerie.

Se estiver acompanhado, brinque de Imagem & Ação.

Só vá curtir o sábado.

Outubro acabou de começar e é o primeiro sábado do mês.

O ano está acabando, faltam só dois meses.

Atravesse o sábado como se estivesse atravessando o Mar Vermelho.

Alucinado e de cabeça erguida.