Faça uma busca
Papo com o personal

Um susto que gerou mudanças no estilo de vida

Não é preciso esperar para ter uma vida mais ativa e saudável.

Escrito por:

André Messias

Redator
Paula correndo e praticando atividade física
Cortesia/Paula
Publicado em: Última atualização:

Paula tem 39 anos, três filhos e é muito ativa. Mas nem sempre foi assim. Ela foi uma criança obesa e somente aos 15 anos resolveu mudar. Porém, as mudanças no estilo de vida não foram definitivas e Paula sofreu com o efeito sanfona: emagrecia muito e pouco tempo depois engordava novamente. O efeito sanfona é algo comum quando a pessoa, na tentativa de emagrecer, adota medidas drásticas como excesso de treinos e/ou dietas radicais. 

Quando Paula estava grávida de seu segundo filho, levou um susto que mudou sua vida: seu pai sofreu um infarto. Com isso, ela entendeu que as doenças cardiovasculares (assim como a maioria das doenças crônicas não transmissíveis, tais como diabetes, hipertensão e câncer) ocorrem predominantemente em função de nossas escolhas, sobretudo no que se refere à atividade física.

É cientificamente comprovado que pessoas ativas apresentam menor risco de desenvolverem inúmeras doenças e obviamente têm menor risco de morte. Saiba mais sobre como os exercícios físicos contribuem para a sua saúde.

O ponto de mudança

Após o susto de quase perder o pai, Paula resolveu mudar definitivamente o seu estilo de vida e começou a caminhar e correr. Como ela não tinha recursos econômicos para entrar numa academia, o ar livre foi o seu local de treinamento e seu espaço para conquistar saúde. Aos poucos os resultados foram aparecendo e Paula passou a querer melhorar ainda mais seu bem-estar, sua saúde e seu corpo, e logo começou a motivar as pessoas ao seu redor.

Quando conseguiu entrar na academia, os benefícios foram potencializados ao combinar musculação com exercícios aeróbios – o que é uma ótima estratégia para a saúde. Cada tipo de atividade física tem seus benefícios; portanto, combinar alguns deles representa uma ótima estratégia para o condicionamento e para a saúde. 

Os exames de Paula foram um oceano de incentivo: colesterol, glicemia, triglicerídeos, entre outras variáveis, melhoraram significativamente e ela teve a confirmação de que a atividade física não sairia mais de sua vida. 

Paula vai fazer 40 anos e se sente bem, saudável e é um exemplo para as pessoas que a cercam. Tem três filhos, é casada, trabalha muitas horas por semana, cuida da sogra, mas não deixa de treinar. Isso mostra que, quando nos organizamos e nos colocamos como a prioridade da nossa vida tudo ao nosso redor melhora. 

A atividade física não melhora apenas a nossa saúde física e mental. Ela nos ajuda a quebrar barreiras que prejudicam enxergar o horizonte. Paula precisou passar por um susto com seu pai para consolidar as mudanças no estilo de vida. Não espere um susto para ter uma vida mais ativa e saudável. Hoje nós construímos o amanhã.