Faça uma busca
Saúde & Bem-estar

Descubra 12 benefícios da atividade física para a sua saúde

Se manter a ativo, aumenta suas chance de ter uma vida mais longa e de qualidade.

Escrito por:

Revista Seleções

Redator
benefícios da atividade física
Rawpixel/iStock
Publicado em: Última atualização:

Uma dose diária de exercício é tão essencial à saúde quanto os nutrientes que você obtém de uma dieta saudável. A falta da prática de atividade física desencadeia diversos malefícios à saúde. Os benefícios da atividade física, por outro lado, são muitos e duradouros.

Table Of Contents[ Hide ]

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a inatividade, isto é, o sedentarismo, provoca 2 milhões de mortes no mundo inteiro todo ano. Somado a isso, o sedentarismo é a principal causa de câncer de mama e de colo do útero, diabetes e doença cardíaca.

Manter-se ativo ao longo dos anos é a melhor forma de garantir uma boa saúde. Mas se você ainda não está convencido disso, continue a ler a nossa matéria e entenda quais são os 12 benefícios da atividade física e dos exercícios físicos para a sua saúde e descubra a importância de se manter ativo.

Qual a diferença entre atividade física e exercício físico?

Antes de falar sobre os benefícios dos exercícios físicos, é importante esclarecer a diferença entre atividade física e exercício físico.

Leia também: 6 benefícios dos exercícios para os adolescentes

Atividade física diz respeito a qualquer tipo de movimento que você pratica. Assim, tanto praticar natação como limpar são atividades físicas. Se você está se movimentando e gastando energia, está praticando uma atividade física. Já o exercício físico tem um sentido mais restrito. Está ligado ao movimento do corpo regular e estruturado. Dessa forma, não basta se movimentar, mas se movimentar de modo planejado. O futebol, por exemplo, é um exercício físico, bem como artes marciais, dança, corrida etc.

Apesar dessa distinção, é preciso pontuar que os exercícios físicos não deixam de ser atividades físicas. Por causa disso, em alguns casos, você pode observar o uso do termo “atividade física” para falar de movimentos do corpo planejados ou não. Assim, ambos trazem benefícios à saúde.

12 benefícios das atividades físicas e exercícios físicos para a saúde

1. Exercícios ajudam a controlar o peso

A queima de calorias gerada por simplesmente se levantar do sofá ajuda a perder peso. No entanto, quanto mais você se exercita, mais você perde peso. Isso porque o movimento do corpo gera a queima de calorias e, consequentemente, a queima de gordura corporal.

Um estudo recente constatou que, entre as pessoas cujo índice de massa corporal (IMC) médio era 41 (obesidade mórbida), as que perderam apenas 7% do peso corporal com exercício físico regular readquiriram níveis saudáveis de pressão arterial e de triglicerídeos.

Em 2010, o Estudo Nakanojo, um questionário sobre exercícios para idosos japoneses, descobriu que caminhar de 7 mil a 8 mil passos por dia ajudava a preservar a massa muscular em um grupo de 175 pessoas de 65 a 84 anos.

2. Auxiliam a ter uma melhor noite de sono

A prática regular de exercícios físicos ajuda você a ter uma melhor qualidade de sono. Em estudo publicado na Revista Eletrônica Saúde e Ciência, foi verificado que o exercício físico aumenta a força muscular respiratória e diminui os sintomas da apneia do sono, como ronco e sonolência diurna excessiva.

3. Melhora a saúde mental

Não é segredo que um estilo de vida saudável promove o bem estar do corpo e também da mente. Cientistas da Universidade James Cook, na Austrália, descobriram que o exercício físico tem impacto positivo nos hormônios cerebrais que acentuam o humor. 

Assim, a prática de exercícios físicos ajudam a diminuir os níveis de estresse e ansiedade. Além disso, pode aumentar a autoestima. Leia nosso post e entenda como os exercícios físicos ajudam na sua saúde mental.

4. Os ossos ficam mais fortes

A prática de atividades físicas promove o fortalecimento e resistência da estrutura óssea. Pesquisadores finlandeses submeteram 149 mulheres de 70 a 78 anos a um programa de exercícios que combinou equilíbrio, agilidade e trabalho com pesos e descobriram que os ossos delas ficaram mais fortes, protegendo-as contra osteoporose, ligado ao enfraquecimento dos ossos.

5. Melhora seu humor

Para ficar mais calmo e preservar o bom humor, o ideal é incluir exercícios físicos em seu dia a dia, bem como uma alimentação saudável. Em um estudo recente, publicado no ano de 2021, foi concluído que a atividade física pode melhorar os níveis de humor.

Uma outra pesquisa, realizada por cientistas do Instituto Universitário de Geriatria de Sherbrooke, em Quebec, descobriram uma ligação química entre os exercícios e o humor. Em um estudo com homens de 57 a 70 anos, uma hora na esteira aumentou a absorção de triptofano, aminoácido associado ao estado de espírito descontraído e encontrado em alimentos como peru, alface e leite.

6. Retarda o envelhecimento

O exercício físico pode atuar como um paralisador do envelhecimento, graças ao aumento da circulação de antioxidantes – que protegem as células cardíacas e as que revestem os vasos sanguíneos contra lesões.

Manter-se ativo depois dos 50 anos pode acrescentar quatro anos e meio à sua vida, de acordo com o Estudo do Coração de Framingham, que tem acompanhado a saúde de 5.209 habitantes da cidade, em Massachusetts, desde 1948.

7. Exercícios mantêm o cérebro aguçado

Leia também: Como construir um cérebro melhor

Ser fisicamente ativo pode ajudar a preservar a função mental. Um estudo realizado em Paris descobriu que apenas meia hora de caminhada vigorosa por dia pode retardar o declínio cognitivo em cinco a sete anos. A atividade física também está associada a níveis mais baixos de placas de proteína, característica da doença de Alzheimer.

8. Ajuda a controlar o colesterol total e a pressão alta

Outro grande e importante benefício do exercício físico é o de elevar o HDL-colesterol (“bom”), baixando assim os níveis de colesterol total. Pesquisadores da Universidade de Aberdeen, na Escócia, revisaram múltiplos estudos, os quais revelaram que incluir exercícios a um programa de perda de peso não apenas aumentava o HDL-colesterol, mas também ampliava os benefícios do programa e diminuía os triglicerídeos e a pressão arterial.

Ao elevar o HDL- colesterol (“bom”) e diminuir o LDL-colesterol (“mau”) e os triglicerídeos, o exercício físico reduz a pressão arterial alta e as inflamações que podem ocasionar danos ao coração. As pessoas sedentárias têm 30% mais chances de desenvolver pressão arterial alta do que aquelas consideradas moderadamente ativas.

9. Diminui o risco de diabetes

Ao se exercitar, você faz com que se torne bem fácil para as células do corpo processar a energia sob a forma de glicose no sangue, auxiliando na limitação do risco de ter diabetes – um sério fator de risco para doença cardíaca. Pesquisadores da República Tcheca mostraram que 3 meses de treinamento de força melhoram a sensibilidade à insulina em homens com resistência a esse hormônio.

10. Os exercícios rompem maus hábitos

Leia também: Saiba o que acontece com seu corpo ao parar de fumar

Um estudo americano com 280 mulheres constatou que aquelas que deixaram de fumar e começaram a se exercitar, duas vezes por semana, apresentaram o intuito de permanecer longe do cigarro, e ganharam metade do peso das outras que pararam de fumar e não se exercitaram.

11. Fortalece a saúde do coração

O exercício físico fortalece o coração e evita que ele trabalhe mais intensamente o tempo todo. Devido a isso, manter-se ativo vai te ajudar a prevenir diversos tipos de doenças cardiovasculares.

A cada 60 segundos, a média de batimentos cardíacos de uma pessoa sedentária é de 70 a 75 por minuto – ou seja, mais de um batimento por segundo. Em contrapartida, o coração de uma pessoa ativa pode bombear o mesmo volume de sangue em apenas 50 batimentos. Isso equivale a 36 mil batimentos a menos por dia e 13 milhões a menos ao final de um ano.

12. Faz bem às artérias

A atividade física ainda contribui “lavando” as artérias, limpando qualquer placa existente e mantendo-as desobstruídas e flexíveis. Movimentar o corpo diminui o acúmulo progressivo de placa nas artérias carótidas. Até aqueles que jogam golfe ou se dedicam à jardinagem apenas uma ou duas vezes por semana apresentam artérias mais claras do que os que não praticavam nenhuma atividade.

Como começar a praticar exercícios físicos

mulher fazendo agachamento com barra na academia
Manter-se ativo é essencial à vida. (Imagem: Smederevac/iStock)

Agora que você conhece os benefícios dos exercícios físicos, você deve estar se perguntando como você pode começar a praticá-los. Recentemente, o Ministério da Saúde disponibilizou o primeiro Guia de atividades físicas para a atividade brasileira. Nele, existem informações sobre a importância da atividade física e como se manter ativo em todas as faixas etárias.

Além de ler esse guia, antes de começar a praticar exercícios físicos é importante que você consulte um médico que possa avaliar suas condições físicas. Se for concluído que não há nada que restrinja você de praticar determinados exercícios físicos, escolha aquele que mais te agrade e dê início à sua nova rotina.

É válido dizer que, caso você não esteja acostumado a praticar exercícios, você pode sentir um certo nível de dificuldade. Nesse estágio, é importante não se sentir frustrado e não desistir. Para isso, comece com atividades leves, como uma caminhada de 3 vezes na semana, durante 30 a 45 minutos. 

Após uma semana, aumente a frequência para 5 dias. Com o passar do tempo, a atividade se tornará um hábito e você se sentirá confortável para praticar caminhadas mais longas ou ainda adicionar outros exercícios à sua rotina.

Quais cuidados ter ao praticar atividades físicas?

Leia também: Entenda a importância da frequência do exercício físico

A verdade é que se manter em movimento é importante para todas as pessoas. Não importa sua idade, condição física ou estado de saúde. Se você se manter parado, vai estar aumentando o risco dos mais diversos tipos de doenças físicas e mentais.

Contudo, há recomendações que todas as pessoas devem seguir.

  • Consulte um médico antes de começar a se exercitar;
  • Tenha um acompanhamento de um profissional qualificado para se certificar de fazer os exercícios corretamente;
  • Comece com exercícios leves e, com paciência, aumente a intensidade deles;
  • Não exagere! Respeite os limites de seu corpo;
  • Busque compreender os benefícios da atividade que escolher para saber se ela é ideal para você;
  • Pratique com um parente ou amigo, assim vocês podem se incentivar mutuamente;
  • Pouco é melhor que nada. Caso seja necessário, diminua a quantidade de exercícios mas não deixe de praticá-lo.

Apesar de todas as pessoas precisarem se manter ativas, para algumas que são necessários cuidados específicos na hora de praticar atividades físicas. Por causa disso, é muito importante consultar um médico antes de começar a se exercitar e ter um profissional qualificado realizando o acompanhamento dos seus exercícios para evitar lesões e acidentes.

Mulheres grávidas, por exemplo, podem e devem se manter ativas, pois isso é benéfico para sua própria saúde e também para a do bebê. Caso você fosse fisicamente ativa antes da gravidez, converse com seu médico para saber se pode continuar com sua rotina. Mas se você não tivesse esse hábito, inclua exercícios leves no seu dia a dia. Lembre-se de verificar com seu médico se não há contraindicações.

Para pessoas com algum tipo de deficiência também é recomendada a prática de exercícios. Apenas verifique com seu médico se existe algum tipo de recomendação específica.