Os sintomas da apneia do sono são ronco e sonolência diurna excessiva. Consulte seu médico se você apresentar ambos – é possível que a apneia se agrave se não for tratada. Portanto, pergunte também a seu companheiro ou companheira sobre seu ronco, e observe se acorda sobressaltado durante a noite.

Se o médico suspeitar de apneia,

…a princípio, você deve ser encaminhado a um pneumologista. Uma polissonografia irá monitorar seus níveis de oxigênio, sua respiração e igualmente seus movimentos – e avaliar a qualidade do sono. Contudo, algumas medidas podem auxiliar:

• Tente perder peso.
• Evite álcool depois das 18h.
• Mantenha o nariz o mais desobstruído possível; durma de lado ou meio apoiado.
• Experimente um dispositivo dental que escora a mandíbula aberta e o interior da boca para neutralizar o relaxamento muscular.

Seus efeitos incluem:

A privação de sono pode levar a irritabilidade, lapsos de memória, falta de atenção e mudanças na personalidade.
Níveis baixos de oxigênio podem levar a depressão, dores de cabeça e problemas cardíacos potenciais.
É possível que alterações de pressão na garganta resultem em batimentos cardíacos irregulares.
O risco de hipertensão arterial aumenta. No entanto, os idosos apresentam menos risco de hipertensão resultante da apneia, pois a frequência cardíaca e a pressão arterial não reagem de modo adverso a despertares súbitos.

Trate a apneia do sono

Esse distúrbio, em que a respiração para por vários segundos ou mesmo minutos durante o sono, afeta seis de cada dez pessoas idosas. Cientistas alertam, no Journal of the American Medical Association, que, quando não tratado, o distúrbio provoca, sobretudo, baixos níveis de oxigenação no sangue, o que aumenta o risco de demência. Os cientistas descobriram que menos da metade daqueles com apneia do sono desenvolveu enfraquecimento cognitivo ou demência, comparados a quase um em três daqueles sem o problema.

O tratamento em geral envolve uma máscara plástica para dormir ligada por um tubo a uma pequena máquina localizada ao lado da cama; dessa maneira, o aparelho gera pressão de ar suficiente para manter as vias respiratórias abertas durante o sono. É o tratamento mais eficaz: suporte ventilatório com pressão positiva contínua em vias aéreas (CPAP). Enquanto você dorme, as vias estreitas da garganta ficam abertas pela liberação de ar pressurizado por meio de uma máscara. Essa máscara é colocada sobre o nariz e se conecta a uma bomba ao lado da cama. Dessa forma, o ar é soprado devagar pelo nariz, e sua respiração começa a voltar ao normal durante o sono. O resultado pode ser, de fato, surpreendente: o sono melhora bastante e a sonolência diurna acaba.

E uma boa notícia: um estudo constatou que, quando os parceiros curaram a apneia e o ronco, os cônjuges ganharam 62 minutos de sono por noite.

Quer saber mais sobre como melhorar o seu sono? Conheça, em nossa loja, o livro Os segredos do sono saudável.