Faça uma busca
|
Publicado em: 17 de maio de 2021

10 indicações de livros para quem ama distopia

Conheça os livros mais importantes desse gênero literário que muitas vezes trata de temas atuais.

Imagem: fcscafeine/iStock

A literatura é uma das formas de entretenimento mais antigas. Ela estimula nossa imaginação e nos leva aos lugares mais incríveis. Mas nem sempre as histórias contadas falam de um mundo ideal com finais felizes. Existem também as que se passam em distopia, ou seja, realidades complexas e muitas vezes trágicas.

Leia também: Ficção científica ou realidade: quando a literatura prevê o futuro

Quando um livro conta uma história que se passa em uma sociedade diferente da nossa, mais próxima do ideal, esse mundo é chamado de utopia. Além disso, esse gênero traz protagonistas que geralmente superam dificuldades e levam seus personagens a um final feliz.

Porém, na distopia, nos é apresentado o oposto desse cenário. Nesse gênero literário os autores desenvolvem suas histórias em uma sociedade ainda mais injusta e opressiva do que a que vivemos hoje. Inclusive, os enredos podem ser sátiras ou críticas a aspectos da sociedade atual, imaginando um possível futuro. Os episódios da série “Black Mirror”, por exemplo, trazem várias situações distópicas.

Conheça alguns títulos famosos que tratam de distopias e que você com certeza vai gostar.

10 livros que abordam a distopia

1. 1984 - George Orwell

capa do livro 1984
Descubra de onde surgiu a definição de Big Brother e como essa distopia pode ser bem atual. (Imagem: Reprodução)

Este livro é considerado a obra-prima do autor George Orwell. O livro 1984 apresenta uma sociedade totalitária dominada por um ser onipresente chamado “Big Brother”, ou “Grande Irmão”. 

O livro foi escrito em 1949 e é uma crítica aos regimes fascistas. Aliás, a ideia de estar sob vigilância 24 horas por dia por um líder serviu de inspiração para os reality shows atuais; como o próprio Big Brother.

2. Admirável Mundo Novo - Aldous Huxley

Publicado em 1932, esse livro conta a história de uma sociedade onde os cidadãos passam por uma espécie de lavagem cerebral para que todos tenham o mesmo comportamento. Sendo assim, eles cumprem as leis e seguem o sistema sem questionamentos.

Sabemos que todo mundo deseja uma sociedade em harmonia e tranquilidade. Mas será que vale a pena conseguir isso através da perda de personalidade? Leia o livro e descubra!

3. Jogos Vorazes - Suzanne Collins

box de livros da distopia Jogos Vorazes
Conheça os livros que inspiraram a trilogia de filmes Jogos Vorazes. (Imagem: Reprodução)

Jogos Vorazes nos traz uma versão futurística da América do Norte. Na história, a região encontra-se dividida em 12 distritos, e cada um deles tem uma função de trabalho. Porém, todas as atividades realizadas têm como propósito alimentar a vida luxuosa dos nobres da capital. 

Além disso, todos os anos acontecem os chamados “Jogos Vorazes”. Trata-se de um evento no qual 12 crianças, uma de cada distrito, lutam em um jogo de sobrevivência, mas só um sai vivo. Esse jogo é transmitido em formato de programa de entretenimento para todos os habitantes, e o vencedor recebe o direito de viver na capital.

4. Androides sonham com ovelhas elétricas? - Phillip K. Dick 

O livro de Phillip K. Dick nos apresenta uma distopia apocalíptica. Depois de uma guerra atômica, grande parte dos seres vivos foram extintos do planeta Terra. E ter um animal de estimação nessas condições é considerado um luxo, reservado para a classe dominante. 

Portanto, os mais pobres se contentam com réplicas robóticas de animais. Entre eles está o caçador de recompensa Rick Deckard, cujo sonho é ter um animal de verdade. O livro de 1968, que inspirou o filme Blade Runner, traz várias reflexões sobre a própria existência dos personagens. Vale a pena conferir!

5. Fahrenheit 451 - Ray Bradubury

capa do livro Fahrenheit 451
E se todos os livros fossem queimados e as informações do mundo controladas? Em Fahrenheit 451 você descobrirá. (Imagem: Reprodução)

Nessa publicação de 1953, o autor traz um mundo pós-Segunda Guerra Mundial. Essa versão da sociedade é controlada por um regime totalitário que proíbe a existência de livros. O único meio de informação permitido é a televisão, controlada pelo próprio regime. Além disso, toda manifestação de opinião pessoal é reprimida.

O protagonista, Guy Montag, exerce a função denominada de “Bombeiro”. Os bombeiros são responsáveis por queimar todos os livros que encontram. Vale dizer que esse livro foi escrito na época em que teve início a discussão sobre se a televisão acabaria com a literatura.

6. Fúria Vermelha - Pierce Brown

A obra recente de Pierce Brown, de 2014, mostra a sociedade humana vivendo em Marte, após esgotar os recursos da Terra e torná-la inabitável. Na história, as colônias criadas no novo planeta dividem a população em castas. Aqueles determinados “ouro” são os únicos que podem viver na superfície.

Já o protagonista, Darrow, que nasceu em Marte, faz parte dos “vermelhos”; pessoas que vivem como escravos de mineração. Darrow acredita que seu trabalho tem como objetivo fazer com que todos os homens possam viver futuramente na superfície do planeta. Porém, após investigar, descobre que foi enganado e passa a desejar vingança. Para descobrir o que acontece, embarque nessa distopia!

7. Laranja Mecânica - Anthony Burgess

capa do livro Laranja Mecânica
Esse clássico da literatura já ganhou as telas do cinema em 1971, dirigido por Stanley Kubrick. (Imagem: Reprodução)

Escrito em 1962, Laranja Mecânica é um dos livros de distopia mais conhecidos e vendidos do mundo. Sua história se passa em uma versão futurística da Inglaterra, na qual gangues de jovens de classe média aterrorizam a sociedade. Nesse mundo, a violência ultrapassa todos os limites, sendo considerada uma "ultraviolência". 

Um dos líderes das gangues, Alex, ganha seu protagonismo na história ao ser um dos escolhido para um experimento de ressocialização. Depois de ser preso por assassinato, Alex é submetido a uma terapia que consiste em assistir cenas de extrema crueldade sob efeito de uma droga que causa mal-estar. Mas será que alcançarão o resultado esperado?

8. O conto da Aia - Margaret Atwood

Escrito pela autora canadense Margaret Atwood, O conto de Aia é uma obra de distopia que traz questões incrivelmente atuais; como o machismo e o fundamentalismo religioso. A história se passa na República de Gilead, antigo Estados Unidos. O governo democrático é extinguido por uma facção fundamentalista, os Filhos de Jacob.

Nessa nova sociedade, as mulheres não têm voz nem direitos e são divididas em castas. As mulheres férteis são as Aias, que tem como dever procriar com os comandantes. Já as Marthas, são estéreis e têm como função trabalhar nas residências da alta sociedade. Mas, independente da casta, nenhuma dessas mulheres é respeitada e todas vivem sob vigilância constante. Esse livro já recebeu diversas críticas positivas e hoje inspira a série de streaming The Handsmaid's Tale.

9. Vox - Christina Dalcher

capa do livro Vox
O controle de um governo autoritário sobre as mulheres é o pano de fundo para essa história distópica. (Imagem: Reprodução)

Muito inspirado no O conto de Aia, Vox conta a história de uma versão dos Estados Unidos onde o governo eleito é ultraconservador e regido pela religião. Nesse cenário, as mulheres começam a ser tratadas como inferiores e passam a ter direito a falar apenas 100 palavras por dia.

Mas com o tempo a situação piora. Elas são impedidas de trabalhar ou receber qualquer educação. Porém, Jean, não pretende ficar calada. Ela reúne suas forças e parte para a luta, buscando resgatar sua voz e a de todas as mulheres silenciadas. Se você quer descobrir tudo o que acontece nessa distopia, não deixe de ler!

10. Jogador nº 1 - Ernest Cline

Em 2045, o mundo passa por uma grande crise energética. A sociedade está cercada por destruição e pobreza. Mas há uma realidade paralela, um mundo de realidade virtual chamado OASIS. Lá as pessoas passam a maior parte do seu dia trabalhando, socializando e se divertindo.

O protagonista Wade Watts passa a maior parte do seu tempo nesse mundo virtual caçando easter eggs; conteúdos escondidos pelos criadores de jogos. Porém, não são qualquer easter eggs, seu maior desafio é descobrir o segredo escondido pelo próprio criador do OASIS. Afinal, quem o encontrar herdará todos os bens do OASIS e o próprio jogo. Essa história cheia de aventuras já virou um filme dirigido por Steven Spielberg.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close