Faça uma busca
|
Publicado em: 19 de março de 2021

18 descobertas e invenções feitas por mulheres

Conheça 18 mulheres que marcaram os avanços da ciência e que provavelmente você não conhece.

Imagem: anyaivanova/iStock

Muitas mulheres contribuíram para o avanço científico e tecnológico e fizeram descobertas incríveis ao longo da história. Contudo, muitas dessas descobertas e invenções feitas por mulheres não são bem divulgadas até hoje.

Leia também: 17 mulheres que marcaram a história do Brasil

Já que esqueceram de nos contar na escola sobre as mulheres incríveis que nos antecederam, aqui está uma lista de algumas das descobertas e invenções feitas por mulheres que você precisa saber a história!

18 descobertas e invenções feitas por mulheres

1. Lisa Meitner – Divisão de átomos

Lisa Meitner (Reprodução: Pinterest/Marie Claire)

Em 1940, Lisa Meitner descobriu, ao lado de seu parceiro de laboratório, Otto Hahn, que a divisão dos núcleos atômicos durante uma fissão liberava grandes quantidades de energia. Ela escreveu sua teoria sobre o processo. Entretanto, quem ficou com o crédito pela descoberta foi Hahn que em 1944 ganhou o Prêmio Nobel de Química.

2. Chien-Shiung Wu – Lei da Paridade

Chien-Shiung Wu (Reprodução: Pinterest/histoire parle femmes)

Em 1956, Chien-Shiung Wu foi a primeira a conseguir provar a invalidez da Lei de Paridade e, mesmo assim, quem recebeu o Prêmio Nobel de Física pela descoberta foram outros dois pesquisadores. Ela disse que, mesmo que não ganhasse o prêmio, era muito triste ver todo o seu trabalho e esforço negligenciado.

3. Ada Lovelace – Primeiro algoritmo para computação

Ada Lovelace (Reprodução: Pinterest/wikipedia org)

Uma mulher de números que, ao lado de Charles Babbage, trabalhou na construção de uma máquina analítica. Em 1843, muito antes de qualquer computador, ela escreveu notas com detalhes sobre como o dispositivo traçaria padrões algébrico. Assim, ela se tornou a primeira programadora da história.

Porém, é claro, não ganhou qualquer reconhecimento, pelo contrário, ao longo dos anos, alguns historiadores começaram a dizer que não sabiam se as anotações seriam de Lovelace ou de Babbage, pois Ada não seria capaz de escrever tal coisa.

4. Nettie Stevens – Cromossomos X e Y

Nettie Stevens (Reprodução: Pinterest/Buzzfeed)

Mais um caso de trabalho em parceria que só um lado obteve reconhecimento. Em 1905, Nettie Stevens e E.B. Wilson, descobriram ao mesmo tempo os cromossomos XY, entretanto, só Wilson foi considerado descobridor.

Anotações das teorias dos cientistas revelavam que Wilson acreditava que a questão de gênero sofria alterações de acordo com fatores ambientais. Já Stevens alegava que seria apenas uma questão de genética. A teoria da cientista foi comprovada com o passar dos anos.

5. Esther Lederberg – Genética macrobiana

Esther Lederberg (Reprodução: Pinterest/mujeres consciencia)

Professora de microbiologia e imunologia na Universidade de Standford, Esther Lederberg dedicou sua vida à pesquisas sobre transferência de colônias bacterianas. Em 1951, descobriu um vírus capaz de infectar bactérias e, ao lado do marido, desenvolveu uma técnica de transferência de colônias chamada The Lederberg Methos, que é usada até hoje.

Mais uma vez, apenas o marido teve o reconhecimento pela descoberta.

6. Vera Rubin – Matéria escura

Vera Rubin (Reprodução: Pinterest/refinery29)

Astrofísica que dedicou mais de 10 anos de sua vida estudando as galáxias e tentando descobrir como as estrelas são capazes de se mover tão rápido.

Através de cálculos, a cientista teorizou a existência de uma força invisível chamada “matérias escura” e conseguiu coletar evidências da mesma. Essa descoberta iniciou uma nova era na escala copernicana na teoria cosmológica. Mas, é claro, ela nunca foi reconhecida com prêmio Nobel por isso.

7. Gertrude Belle Elion

Gertrude Belle Elion (Reprodução: Pinterest/Emilia Petrini)

A médica dedicou anos à pesquisa até formular o remédio que é capaz de suavizar sintomas de doenças pesadas como Leucemia, Herpes e Aids. O composto tinha a capacidade de inibir ou matar a produção de organismos nocivos, sem causar danos às células saudáveis. Em 1988, foi vencedora do Nobel de Medicina.

8. Marie Curie – Raio-x

Marie Curie (Reprodução: Pinterest/reddit)

A primeira mulher a receber um Prêmio Nobel em 1903 por suas descobertas. Ela descobriu a radioatividade, o que levou à invenção do raio-x móvel. Ao lado do marido, também descobriu os elementos radioativos polônio e rádio e desenvolveu técnicas que permitem isolar isótopos radioativos. Mais tarde, recebe outro Prêmio Nobel de Química, tornando-se a primeira pessoa da história a receber duas premiações.

9. Grace Murray – Computadores

Grace Murray (Reprodução: Pinterest/good house keeping)

A cientista de computação e almirante da marinha foi quem inventou o primeiro projeto de computador de negócios, o COBOL. Conhecida como “Amazing Grace”, ela também foi a idealizadora da linguagem de programação utilizada pela máquina e foi a primeira pessoa a utilizar o termo “bug” para descrever um problema em um sistema de computador.

10. Hedy Lamarr – Torpedos a distância

Hedy Lamarr (Reprodução: Pinterest/peppermint-twist-vintage)

Indo contra vários tabus e estereótipos, a atriz Hedy Lamarr, famosa pelo filme Êxtase, de 1933, foi a inventora da tecnologia que permitiu enviar torpedos à distância durante a Segunda Guerra Mundial. A técnica alternava as frequências no rádio para enganar os inimigos. Mais tarde, sua invenção serviu de base para o Wi-Fi e o GPS.

11. Shirley Jackson – Várias invenções

18 descobertas e invenções feitas por mulheres
Shirley Ann Jackson (Reprodução: Pinterest/technologyreview)

A primeira mulher negra a conquistar um PhD do Instituto de Tecnologia de Massachusets (MIT). Jackson realizou uma pesquisa que originou algumas das grandes invenções da tecnologia: telefone de toque, cabos de fibra óptica, fax portátil, painéis solares e alguns dos dispositivos por trás de chamada em espera e do identificador.

12. Virginia Apgar – Teste de Apgar

Virginia Apgar (Reprodução: Pinterest/revista galileu)

Médica, Virginia desenvolveu o Teste de Apgar que é realizado em recém-nascidos poucos minutos depois do nascimento. Ele avalia frequência cardíaca, esforço respiratório, tônus muscular, irritabilidade reflexa e cor da pele. O método diminuiu a taxa de mortalidade infantil em todo o mundo.

13. Maria Beasley – Bote salva-vidas

18 descobertas e invenções feitas por mulheres
Maria Beasley (Reprodução: Pinterest/mujeresconsciencia.com)

A ideia para inventar um bote salva-vidas surgiu após Maria Beasley perceber a quantidade de pessoas que morriam todos os anos em acidentes marítimos.

14. Letitia Geer – Seringa

18 descobertas e invenções feitas por mulheres
Letitia Geer (Reprodução: Engrave)

Consegue imaginar como se tomava remédios intravenosos antes da invenção da seringa? Em 1899, Letitia Geer inventou o modelo de seringa que utiliza apenas uma mão e que é utilizado até hoje.

15. Marie Van Brittan Brown – Sistema de vigilância

18 descobertas e invenções feitas por mulheres
Marie Van Brittan Brown (Reprodução: Pinterest/Buzzfeed)

Em um mundo perigoso, onde a polícia demorava a atender as chamadas, Marie inventou todo um sistema de vigilância de vídeo. Um circuito fechado de televisão que funcionava com uma câmera remota transmitindo imagens para monitores domésticos.  Sua invenção foi patenteada em 1969 e é utilizada até hoje com base em sistemas mais modernos.

16. Katherine Johnson – Mecânica da órbita

Katherine Johnson (Reprodução: Pinterest/reddit)

Os cálculos sobre a mecânica de órbita feitos por Katherine Johnson foram essenciais para que os americanos viajassem para o espaço. Sua história foi contada e valorizada anos depois com o lançamento do filme Estrelas Além do Tempo.

17. Gladys West – modelo base para GPS

18 descobertas e invenções feitas por mulheres
Gladys West (Reprodução: Pinterest/Wikipedia)

O modelo matemático do formato do planeta Terra feito por Gladys serviu como base para que a tecnologia de GPS pudesse ser desenvolvida. No ano de 2018, Gladys ganhou lugar no Hall da Fama da Força Aérea Americana.

18. Flossie Wong-Staal – Teste de HIV

Flossie Wong-Staal (Reprodução: Pinterest/the wonder women project)

A virologista foi a primeira a clonar o vírus do HIV e mapear seus genes o que levou ao desenvolvimento do teste para a doença.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados