Faça uma busca
|
Publicado em: 13 de junho de 2021

O que significa a sigla LGBTQIA+?

A sigla LGBTQIA+ engloba questões de identidade de gênero e orientação sexual.

Imagem: nadia_bormotova/iStock

O que significa LGBTQIA+? Essa é uma dúvida muito comum visto que a sigla vem passando por modificações, incluindo e visibilizando mais orientações sexuais ou identidades de gênero.

O movimento LGBTQIA+ vem há anos lutando por direitos e combatendo a discriminação. Por isso é tão importante entender quem são as pessoas que compõem essa sigla e o que as diferencia.

Qual a diferença entre orientação sexual e identidade de gênero?

Leia também: Saúde mental de LGBTs é algo que precisamos discutir

Antes de te explicar o que significa LGBTQIA+, precisamos esclarecer uma dúvida muito comum: qual é a diferença entre o significado de orientação sexual e identidade de gênero? Pode parecer confuso, mas na verdade é bem simples.

Orientação sexual é a forma como a pessoa se relaciona. Uma mulher, cis ou trans, que se relaciona apenas com outras mulheres, cis ou trans, significa que a orientação sexual dela é lésbica.

Já a identidade de gênero se refere a quando uma pessoa nasce e lhe é designado um gênero, mas no decorrer da vida a pessoa passa a se identificar com outro gênero.

O que significa cis e trans?

Outros dois termos que precisam ser explicados são: Cis e Trans. Esses termos vêm de Cisgeneridade e Transgeneridade. Pessoas cis são pessoas que nasceram e foram designadas no mesmo gênero com o qual ainda se identificam. Já pessoas trans são pessoas que nasceram e foram designadas com um gênero e hoje se identificam com outro.

Agora que você entende esses termos confira o que significa a sigla LGBTQIA+!

O que significa LGBTQIA+?

Conheça cada uma das bandeiras que representam as orientações sexuais e identidades de gênero (Imagem: Thaynara Firmiano/Canva)

L – Lésbicas

A primeira letra da sigla diz respeito a uma orientação sexual. As lésbicas são mulheres que se relacionam afetiva e sexualmente apenas com outras mulheres. 

G – Gays

Essa também é uma orientação sexual que representa homens que se relacionam afetiva e sexualmente apenas com homens. 

B – Bissexuais

Os bissexuais também estão na caixinha da orientação sexual. Eles, no entanto, se relacionam afetiva e sexualmente com qualquer gênero. 

T – Transgênero, Transexuais e Travestis

Aqui já estamos falando sobre identidade de gênero. Neste caso, pessoas transgêneros, transexuais e travestis. Transgênero é, na verdade, um termo guarda-chuva que atende a qualquer pessoa que se identifica com um gênero diferente do que lhe foi designado ao nascer. Dentro da transgeneridade estão os transexuais, as travestis e as pessoas não-binárias. 

Os transexuais podem ser homens ou mulheres que não se identificam com seu gênero de nascimento. Já as travestis são mulheres que nasceram e foram designadas no gênero masculino, no entanto, não se identificam com este. O termo não-binário também é um termo guarda-chuva pois ele abriga uma gama de gêneros que estão além do feminino e masculino. 

Conforme já foi explicado, a transgeneridade é uma identidade de gênero, por isso pessoas trans e travestis ainda podem se identificar com as orientações sexuais existentes.

Q – Queer

O termo Queer é mais comum nos Estados Unidos e deriva da Teoria Queer. Essa teoria defende que orientação sexual e identidade de gênero são resultado de uma construção social. O termo é comumente utilizado para identificar pessoas que estão fora da normatividade de gênero ou sexualidade. Sendo assim, o Queer é como se fosse toda a comunidade LGBTQIA+. 

I – Intersexo

O termo intersexo é uma condição biológica. Ele diz respeito a pessoas que ao nascer possuíam variações entre o feminino e o masculino, conhecido como Estado Intersexo. Essas variações podem ser genital, reprodutiva, hormonal ou cromossômica. Intersexos são Cis ou Trans, tal qual homens e mulheres. Devido ao protocolo médico de definir, naquele momento, qual sexo será designado a aquele bebê, pessoas intersexo podem crescer com um gênero, mas no decorrer da vida passem a se identificar com outro. 

A – Assexuais

A assexualidade é uma orientação sexual caracterizada pela falta de atração sexual por qualquer pessoa. Essa falta de atração pode ser parcial, total ou condicional. Por ser considerada um termo guarda-chuva, dentro da assexualidade existem algumas sub-orientações sexuais:

  • Assexuais Estritas: Pessoas que não sentem nenhuma atração sexual, independente do gênero. 
  • Demissexuais: Pessoas que só sentem atração sexual após um vínculo afetivo.
  • Greyssexuais: Pessoas que sentem atração sexual esporadicamente, sem necessariamente existir um gatilho ou condições que a faça sentir esta atração.

No entanto, além desses três existem muitas outras sub-orientações dentro do espectro da assexualidade. 

Apesar da falta de atração sexual, pessoas assexuais podem se relacionar com outras de forma romântica ou não. Existem os assexuais que são:

  • Homorromânticos: Se relacionam romanticamente apenas com pessoas do mesmo gênero
  • Heterorromânticos:  Se relacionam romanticamente apenas com pessoas de outro gênero
  • Birromânticos / Panromânticos: Se relacionam romanticamente com pessoas independente do gênero.
  • Arromânticos: Não se relacionam romanticamente com outras pessoas.

+Mais/Plus

A existência do + (mais) ou plus é uma forma de agregar todas as identidades de gênero e sexualidades existentes. 

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados