Gastar menos energia dentro de casa é muito mais fácil do que você imagina. Mudar alguns hábitos, escolher e usar os eletrodomésticos de forma racional e aproveitar a energia e a luz do sol por meio de projetos simples podem fazer a diferença – na conta de luz, no conforto e no meio ambiente.

Confira algumas dicas de como economizar energia

1 – Use a luz solar a seu favor

Para aproveitar melhor a luz do sol ao longo do ano, instale janelas amplas no lado norte da casa. Para evitar calor excessivo, instale toldos, beirais ou cortinas, que bloquearão o sol do verão.

 Confira outras dicas de como economizar energia aproveitando a luz natural.

2 – Isolamento 

Certifique-se de que sua casa tenha bom isolamento. A temperatura numa casa com isolamento eficaz pode ser 10°C mais alta no inverno e até 7°C mais baixa no verão.

3 – Varal ao invés de secadoras

Sempre que o tempo permitir, use o varal, em vez da secadora de roupas. Você economizará e ajudará a reduzir a emissão de gases causadores do efeito estufa em 3 kg a cada lavagem.

4 – Retire eletrodomésticos da tomada

Esta dica nós já revelamos aqui no site em um post sobre os 6 mitos mais comuns sobre a economia de energia. Uma das maneiras mais simples de economizar energia é tirar eletrodomésticos da tomada quando não se pretende usá-los por algumas horas. Manter os aparelhos plugados pode ser responsável por 10% da conta de luz.

5 – Regule o aquecedor

Em alguns lugares do Brasil faz bastante frio no inverno, tornando o uso do aquecedor quase indispensável. Se você dispõe de aquecimento central com termostato ajustável, tente baixar um pouco a temperatura. Talvez você não note grande diferença, mas isto deve lhe garantir uma economia considerável: uma redução de 1°C pode diminuir a conta em 10%.

6 – Mantenha o calor durante o inverno

Tape as frestas das janelas, portas e outras aberturas com panos ou materiais vedantes. Evitar a entrada de ar frio no inverno pode reduzir a perda de calor em até 25%. Isso proporciona a você uma economia no uso do aquecedor. Outra forma de reduzir a perda de calor, em até um terço durante o inverno, é usar cortinas pesadas, bem próximas à janela, e reposteiros.

7 – Escolha as lâmpadas certas

Substitua as lâmpadas incandescentes comuns por lâmpadas fluorescentes compactas (LFCs). Apesar de mais caras, as LFCs são mais eficientes, proporcionando iluminação equivalente com consumo bem menor. Uma LFC de 25 watts é tão luminosa quanto uma lâmpada comum de 100 watts, por exemplo. Por isso, as LFCs podem durar dez vezes mais e consumir 80% menos energia. Há ainda a lâmpada de LED que consegue ser mais econômica no consumo de energia do que as citadas acima. Com apenas 10 watts, a lâmpada LED pode iluminar um ambiente com a mesma intensidade que a incandescente de 60 W ou a fluorescente compacta de 15 W.

Confira nosso guia com os tipos de lâmpadas e suas características

9 – Escolha os eletrodomésticos certos

Escolha eletrodomésticos que consumam pouca energia e tenham o tamanho adequado à sua necessidade. Uma geladeira de 284 litros gasta 20% mais energia que uma de 210 litros, mesmo tendo a mesma classificação de consumo.