Para os fãs do faça você mesmo, a maioria dos pequenos reparos não requer uma oficina superequipada, mas algumas ferramentas sempre vão facilitar o trabalho. Se não tiver a certa, invista em ferramentas de boa qualidade quando elas forem necessárias. Cuide delas para que durem bastante. E, afinal, se você mesmo pode dar um jeito, não é preciso gastar dinheiro extra, mas apenas fazer um pequeno investimento em ferramentas simples. Eis 7 itens que você vai precisar:

1 Ferramenta de medição

Uma trena de 5 metros é essencial. Mas tenha também um nível de bolha e um esquadro de metal para desenhar linhas retas.

2 Ferramentas de corte

As ferramentas de corte mais úteis são um estilete com uma lâmina retrátil. Mas ter um pequeno serrote para metal e um serrote de madeira ajuda muito.

3 Martelo

Há vários tipos. Para a maioria dos trabalhos, você pode usar um martelo de peso médio (cerca de 450 gramas), conhecido como martelo de orelhas ou de carpinteiro. Ele deve ter cabo de fibra de vidro ou de aço e ser emborrachado.

Turma da Mônica e Corpo Humano

4 Chaves de fenda

As chaves de fenda simples, de 5, 6 e 8 milímetros, e chaves de fenda cruzada, números 1 e 2, são fundamentais. A fim de economizar espaço para guardar, compre uma chave de fenda com pontas intercambiáveis.

5 Ferramentas de aperto

Invista em um par de alicates universais, que apresentam superfícies de aperto planas e arredondadas. Os alicates de bico longo e ponta fina são úteis para diversos trabalhos. Tenha uma chave-inglesa ajustável e combine-a com um alicate de pressão – estabiliza porcas e canos.

6 Furadeira elétrica

De fato, uma furadeira elétrica moderna talvez seja a única ferramenta potente da qual precisará. Com as brocas e os acessórios certos, ela pode ser usada para fazer furos, retificar, lixar e polir.

7 Lubrificantes, solventes e adesivos

Aliás, você pode precisar de alguns produtos químicos disponíveis no mercado. Além disso, eles se enquadram em três categorias: lubrificantes, solventes e adesivos.

Os lubrificantes são os que eliminam a umidade:

– óleo de motor leve, adequado para componentes metálicos
– lubrificante de silicone para usar em peças de borracha
– um lubrificante próprio para bicicletas

Os principais solventes são:

– aguarrás, que remove gordura
– álcool isopropílico, para limpar contatos elétricos
– acetona, um removedor de manchas.

As colas são:

– colas de contato são os melhores para plástico, borracha e couro
– cimento de PVC é destinado a canos e a calhas de policloreto de polivinila
– a resina epóxi forma uma liga forte para uso em metais, cerâmicas e alguns plásticos
– há a supercola, perfeita para consertar pequenas quebras.

Vamos falar de segurança

Mantendo a segurança

Em primeiro lugar, trabalhar com segurança é uma questão de bom senso: não se apresse nem corra riscos. Medidas óbvias de segurança: por exemplo, portar óculos de proteção e usar um dispositivo contra corrente residual (disjuntor) ao manusear ferramentas elétricas. Entretanto, se estiver trabalhando com aparelhos elétricos, desconecte-os da tomada. Quanto aos sistemas, primeiramente, desligue a energia da unidade consumidora (quadro de luz ou caixa de fusíveis).

Uma palavrinha sobre escadas

Quedas de escadas são uma das causas mais comuns de acidentes domésticos. Use calçados antiderrapantes, por exemplo. Em seguida, coloque a escada sobre uma superfície firme e plana. Se ela estiver encostada na parede, sua base deve ficar a 25 centímetros de distância da parede para cada metro de altura. Enfim, fique sempre de frente para a escada, tanto para subir quanto para descer. E, portanto, nunca se incline muito para a lateral de modo a evitar um acidente. 

Dê vida nova para os móveis antigos.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!