Os alarmes protegem a sua propriedade e podem salvar vidas, mas você vai pôr a sua família e os seus vizinhos em risco se eles não estiverem funcionando corretamente. A maior parte dos problemas com alarmes se deve a questões de energia elétrica ou de instalação inadequada, e geralmente o conserto é simples.

Meu alarme de fumaça dispara sem motivo

Reposicione o alarme para maximizar a segurança
Alarmes de fumaça são equipamentos sensíveis. Se você escolheu com cuidado os locais de instalação, eles vão precisar de apenas um mínimo de atenção para se manter funcionando de forma confiável.
• Não instale alarmes de fumaça em cozinhas, banheiros, garagens ou perto de lareiras. Tinta fresca também pode dispará-los. Certifique-se de arejar cômodos recém-pintados antes de cogitar um defeito no alarme.
• Um bipe regular indica que a bateria precisa ser trocada. Substitua por uma nova. Não retire a bateria antiga antes disso. Você pode se esquecer de substituí-la depois que o alarme estiver silencioso.
• Alguns alarmes podem ser disparados por poeira no ar, e podem soar em dia de faxina. Abra o invólucro do alarme e aspire a parte de dentro com a escova do aspirador pra remover as partículas de poeira.

A luz de segurança está com defeito

Ajuste o sensor para acabar com falsos positivos
Luzes de segurança automáticas em geral são disparadas pela radiação infravermelha (calor) de um intruso. Elas também têm um sensor que impede que o mecanismo funcione durante o dia e precisam de posicionamento e instalação cuidadosa. Se a luz acende e apaga sem motivo aparente, pergunte-se:
• Ela está sendo ativada por pessoas ou por carros passando por sua casa? Caso esteja, aponte o sensor mais para baixo para restringir o campo de visão. Outra opção é selecionar a área “vista” pelo sensor ocultando partes da lente com fita isolante. Ocultar o topo da lente vai reduzir a detecção de longo alcance, por exemplo.
• O sensor consegue “ver” outras fontes de calor, como respiradouros ou outras luzes de segurança? Caso consiga, reposicione-o de acordo.
• Há folhagens ou galhos próximos ao sensor? Eles podem disparar o alarme num dia de vento. Pode-os.

Um alarme de fumaça errático é perigoso, uma vez que pode deixar de alertar sobre um incêndio real. Teste o equipamento todo mês e substitua-o caso haja a menor suspeita de defeito.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!