Se você se interessa por economia doméstica e finanças pessoais está no caminho certo para ter uma vida com menos preocupações. Pelo menos com relação ao dinheiro. Essas são duas vertentes da educação financeira essenciais para quem quer conquistar a independência. Afinal, quem é que não sonha em viver com conforto e ter qualidade de vida? Não é mesmo!

Entendendo esses dois conceitos você consegue ficar longe de dívidas e manter o orçamento organizado. Com isso consegue guardar dinheiro e investir. Esse é o caminho para a independência financeira.

Já comentamos algumas vezes aqui no site de Seleções que a organização é o segredo do sucesso. Quem realiza ações de economia doméstica e domina suas finanças pessoais sabe como elas ajudam na organização do dinheiro. E além disso, ajudam a tomar as melhores decisões em todos os campos da vida.    

Em poucas palavras, entenda a economia doméstica como: “saber administrar as necessidades da casa e da família com atitudes sustentáveis”. E finanças pessoais como: “saber administrar, planejar e usar bem a sua grana ou da sua família”.

O que é economia doméstica?

Quando falamos em atitudes como as listadas abaixo estamos falando de atitudes sustentáveis:

  • Economizar dinheiro, energia (luz e gás) e água;
  • Trocar o mais caro pelo mais barato;
  • Deixar de consumir uma coisa por um período para organizar as contas e sair do vermelho;
  • Reduzir gastos e desperdícios, por exemplo controlando o vencimento de produtos estocados nos armários da cozinha;
  • Pesquisar preços e planejar as compras;
  • Montar um cardápio de refeições para o mês para saber exatamente o que comprar no mercado e em que quantidade;
  • Contratar os serviços de forma consciente avaliando sua necessidade e importância;
  • Trocar a empregada doméstica pela faxineira e contar com a ajuda de toda a família na organização da casa;
  • Consumir menos…

Essas são ações positivas de uma boa economia doméstica. Ela passa pela elaboração de um orçamento, que pode ser mensal e de um planejamento, em geral anual, da renda. Já existem até cursos universitários que formam profissionais no assunto. Eles são capazes, por exemplo, de fazer análises de custos e planejamentos financeiros familiares.

Saiba mais sobre algumas dessas atitudes pesquisando aqui no site. Encontre nas categorias Economia e Superdicas diversas sugestões de organização; tarefas faça você mesmo (DIY); atitudes sustentáveis e muito mais! Aproveite também as receitas culinárias maravilhosas para reunir família e amigos em casa e gastar menos em restaurantes. Algumas receitas, como as de biscoitos e bolos, são bem legais para fazer com as crianças. Boa oportunidade para garantir a diversão sem gastar em programas caros.

O que são finanças pessoais?

Quando falamos nos pontos listados abaixo, estamos falando de atitudes de boa administração e controle do seu dinheiro.

  • Conhecer o planejamento e o orçamento mensal e então tomar decisões relativas a renda, com base neles;
  • Negociar dívidas com o banco ou com o cartão de crédito pedindo descontos de juros e outras taxas;
  • Planejar com antecedência sobre o que fazer com granas extras como 13º salário, bônus ou o novo saque do FGTS;
  • Gastar o seu dinheiro dentro do limite do que você ganha (renda);
  • Saber exatamente quanto você ganha e quanto gasta controlando um orçamento e montando um fluxo de gastos para o futuro;
  • Investir para realizar um objetivo, fazer reservas de dinheiro para emergência ou para o futuro;
  • Pagar contas em dia;
  • Decidir não pagar tarifas de contas, anuidades de cartões de crédito ou outras tarifas e custos de serviços.

As finanças pessoais envolvem os ganhos e os gastos de uma pessoa ou de uma família e o conhecimento, o controle e a tomada de decisões sobre eles. Ou seja, as decisões relacionadas aos gastos de uma pessoa ou de uma família, são decisões sobre as finanças pessoais.

Pesquisar sobre investimentos e buscar informação sobre a economia do país também são ações relacionadas às suas finanças. Se você sabe que a taxa de juros de empréstimos e financiamento aumentou, estará mais consciente para decidir se endividar. Se está bem informado sobre a cotação do dólar, favorece a decisão sobre o melhor momento para uma viagem internacional.

Na concorrência entre bancos digitais e de varejo, quem ganha é você!

Quem consegue aproveitar o melhor desses dois conceitos o quanto antes, consegue melhores resultados cada vez mais cedo. Uma aposentadoria tranquila pode começar na mudança de atitudes ainda jovem. Utilize essas ferramentas e conquiste o seu sucesso.