Aqui estão 4 dicas para algumas tarefas que você pode fazer ou ajudar a fazer, reduzindo o custo desses pequenos reparos em sua casa.

1. Ofereça ajuda

Uma instalação elé­trica bem-feita normalmente envolverá enterrar cabos de modo que não sejam vistos – em conduítes. Um eletricista profissional ocul­tará os fios na parede de alvenaria ou pas­sará um cabo até um anexo por uma canaleta. Se o profissional cobrar por hora, antes de o trabalho começar converse sobre onde os fios devem passar e ofereça-se para fazer a parte que não exija qualificação, como erguer as tábuas do assoalho ou fazer furos, o que econo­mizará os esforços do eletricista e o seu dinheiro. Contanto que você faça esse serviço de acordo com as especificações dele, é pouco provável que haja objeções.

2. Silencie uma porta barulhenta

Não há necessidade, de fato, de contratar um profissional para silenciar uma porta que bate ruidosamente. Eis como: acrescente algumas pinceladas de selador de silicone ao longo do batente contra o qual a porta, ao fechar, se choca. Deixe a porta aberta por algumas horas para que o silicone seque antes de fechá-la outra vez. A camada de silicone deverá agir como um amortecedor, reduzindo o barulho.

Não é preciso contratar um profissional para pendurar seus quadros e mantê-los nivelados

3. Mantenha os quadros nivelados

Um decorador talvez lhe cobre para re­sol­ver o irritante e recorrente problema de quadros que nunca ficam nivelados. Mas, se você seguir este truque brilhan­te, jamais terá de descobrir quanto. Se as paredes da sua casa são de chapa de ges­so, enfie alfinetes no verso das molduras, um em cada canto, corte as cabeças e deixe cerca de 0,5 cm de alfinete para fora. Pendure o quadro e arrume-o com a ajuda de um nível. Empurre os cantos inferiores de maneira que os alfinetes afundem na parede, fixando a moldura. Se as paredes forem duras demais para os alfinetes penetrarem, experimente usar fita dupla-face.

Turma da Mônica e Corpo Humano

Conheça nossas dicas para economizar na decoração.

4. Use canos de plástico

Há diversos sistemas de encanamento em plástico disponíveis em lojas de bricolagem apropriados para entusiastas do “faça você mesmo”. A maior parte pode ser usada para sistemas hidráulicos quentes e frios e para sistemas de calefação; mas você sempre deve verificar a adequação com o fabricante antes de usar.

Aliás, a maior vantagem de canos de plásti­co é o fato de poderem ser montados sem a necessidade de solda e o uso de um perigoso maçarico a gás – além do fato de não serem suscetíveis à corrosão.

Além disso, cada marca usará o seu próprio sistema para unir canos. Os que usam o sistema de encaixe – o que significa que os conectores que juntam os canos são simplesmente encaixados uns nos outros – são os mais fáceis de manusear. Mas você deve escolher o sistema com o qual se sinta mais confortável e, sempre que possível, comprar todas as peças de um único fornecedor, assim serão mais facilmente compatíveis.

Como canos plásticos são mais flexí­veis, precisarão ter braçadeiras posicio­na­das em intervalos menores do que os de cobre. Alguns tipos de tubos de plástico são flexíveis o bastante para serem vendidos em rolo em vez de em comprimentos pré-cortados. Isso permitirá menos conectores no sistema. Os que usam “joelhos” e  conexões em forma de “t” servem para fazer a ligação da máquina de lavar roupa à torneira mais próxima, seja um tanque ou um registro exclusivo; e os que são flexíveis, para aumentar o cano de despejo da água, caso seja necessário. Nem todos os apartamentos têm escoamento para a água da lavadora na própria parede.

Veja também nosso artigo ‘Uma pequena oficina para você fazer reparos em casa’.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!