Faça uma busca
|
Publicado em: 15 de julho de 2019

Tenha o emprego dos sonhos: 43 segredos dos recrutadores

Descubra o que o RH não irá lhe contar.

Imagem: Jovanmandic\iStock

Ah, os profissionais de recursos humanos inescrutáveis; conhecidos como especialistas em RH, coordenadores de RH, ou apenas as “pessoas lá de cima”. Eles sabem quem tem sido malcriado ou certinho e podem dar calafrios nos funcionários. Então, pedimos a 15 profissionais de RH que nos contassem o que realmente acontece por trás das portas. Você pode usar as dicas preciosas a seguir para se manter no emprego ou conseguir o emprego dos seus sonhos, confira:

Por Cristina Azevedo
  • AndreyPopov\iStock

    Contratação e currículo

    1.

    “O mercado quer um profissional que já esteja no ritmo. Cada mês que passa quando se está desempregado é como se você valesse menos.”

    Jaqueline Silveira Mascarenhas

  • Nikola1988\iStock

    Contratação e currículo

    2.

    “Manter uma rede de relacionamentos realmente tem importância. Ela aumenta a sua chance de conseguir um emprego. Pode-se receber 100, 200, 500 currículos para uma vaga, e ela pode ser fechada antes que todos sejam lidos. Se você conhece alguém e seu currículo chega mais rapidamente ao recrutamento, é de uma ajuda considerável.”

    Jacqueline Malafaia

  • filistimlyanin\iStock

    Contratação e currículo

    3.

    “Em geral, a carta de apresentação não é lida. As informações importantes estão no currículo.”

    Daniela Ribeiro

  • ijeab\iStock

    Contratação e currículo

    4.

    “Tchutchucadofunk@xxx.com era o e-mail de uma candidata. Quando a gente recebe algo assim, nem entra em contato. O endereço de e-mail tem de ser sóbrio.”

    Ana Sílvia Sanseverino

  • Jovanmandic\iStock

    Contratação e currículo

    5.

    “Não faça do seu currículo um testamento. Tente mantê-lo com uma página e uma folha de referências. Se não tiver espaço para toda a informação, não reduza o tamanho da letra. Isso só irá fazer com que o empregador perca o interesse em ler.”

    Site net-empregos.com

  • Tero Vesalainen\iStock

    Contratação e currículo

    6.

    “São muitos currículos. A gente tem de, em 30, 50 segundos, saber do que se trata. Currículo tem de ser curto, no máximo ter três páginas. Não precisa, e não deve, ter cor ou foto. Papéis coloridos e uso de negrito em tempos de cuidados com o meio ambiente não são bem-vindos. Bordas também não. Fica confuso.”

    Jaqueline Silveira Mascarenhas

  • ijeab\iStock

    Contratação e currículo

    7.

    “Hoje, o computador lê os currículos e classifica todos os dados a partir de palavras-chave. Quanto mais o candidato disponibilizar informações corretas a respeito de si e elas coincidirem com a descrição do emprego, mais chances terá de ser chamado.”

    Jorge Matos

  • oneinchpunch\iStock

    Contratação e currículo

    8.

    “Minha sugestão a pessoas com mais de 50 anos é tirar do radar as empresas maiores. As opções: procurar emprego em pequenas empresas (nelas, a experiência ainda é mais valorizada do que diplomas); trabalhar como consultor (para as empresas, um empregado de 55 anos é velho, um consultor de 50 não é); não ficar parado esperando (enquanto o emprego não aparece, uma alternativa é trabalhar em ONGs); tentar um concurso público.”

    Max Gehringer, em emprego de A a Z

  • wutwhanfoto\iStock

    Contratação e currículo

    9.

    “Se uma pessoa com mais de 50 anos deve deixar de mencionar a idade? No currículo, sim. Ainda existe preconceito.”

    Roberto Caldeira, autor de Os segredos do entrevistador

  • fizkes\iStock

    A entrevista

    10.

    “Se você é um candidato e o entrevistador gosta de falar muito, entre na conversa, mostre estar em sintonia com ele. Você vai mostrar que é um ótimo ouvinte.”

    Daniela Ribeiro

  • fizkes\iStock

    A entrevista

    11.

    “Uma vez entrevistei um candidato a motorista de uma cervejaria, onde o trabalho começava às 5h30. Pedi que citasse um defeito seu e ele respondeu: ‘Não gosto de acordar cedo.’ Como íamos contratá-lo para a função?”

    Jaqueline Silveira Mascarenhas

  • fizkes\iStock

    A entrevista

    12.

    “Jamais – eu disse jamais – deprecie as empresas ou as pessoas com quem já trabalhou. Manter uma postura ética é vital para o sucesso. Se o motivo da saída foi delicado ou espinhoso, diga apenas que saiu por possuir ideias distintas. Caso ainda esteja trabalhando, diga que quer crescer profissionalmente.”

    Thiago Dantas

  • djiledesign\iStock

    A entrevista

    13.

    “Celular tocar numa entrevista é fatal. Não basta colocar no modo silencioso. Tem de estar des-li-ga-do!”

    Edson Rodriguez

  • YakobchukOlena\iStock

    A entrevista

    14.

    “Quando o entrevistador chegar, levante-se, olhe diretamente nos olhos dele e o cumprimente com um firme aperto de mão. Entrevistadores odeiam apertos de mão ‘moles’ e fracos. Muitos candidatos são excluídos nesse momento.”

    Roberto Caldeira

  • ijeab\iStock

    A entrevista

    15.

    “A partir do momento em que cruza a porta, você está sendo avaliado. As expressões que usa ao falar e a maneira de se portar na sala de espera também contam. Nós vamos saber como você se portou.”

    Jacqueline Malafaia

  • ijeab\iStock

    A entrevista

    16.

    “É péssimo chegar a uma entrevista e mostrar desconhecimento sobre a empresa. Demonstra descaso. Eu já desconsiderei vários candidatos por conta disso.”

    Jorge Matos

  • fizkes\iStock

    A entrevista

    17.

    “Você pode dizer que foi problema com o trânsito ou que não conseguiu achar o endereço, mas chegar atrasado nunca pega bem. Se estiver atrasado, ligue para avisar ou remarque. Ou então reze para os outros estarem mais atrasados ainda, porque isso realmente conta!”

    Edson Rodriguez

  • fizkes\iStock

    A entrevista

    18.

    “Se foi demitido, só conte se for perguntado. Diga apenas que foi uma reformulação. Eu não vou ligar para o RH. E quando me ligam, dificilmente digo que o empregado faltava. É muito difícil checarem as referências.”

    Jaqueline Silveira Mascarenhas

  • Nikola1988\iStock

    A entrevista

    19.

    “Saiba como pronunciar um nome e não troque o nome do entrevistador. Nosso nome é o que soa melhor aos nossos ouvidos.”

    Daniela Ribeiro

  • AntonioGuillem\iStock

    A entrevista

    20.

    “Dê respostas curtas. Um minuto cada uma, no máximo. Se o entrevista dor quiser saber mais, vai perguntar. Muita gente se perde quando o entrevistador diz: ‘Fale um pouco sobre si mesmo.’ E o candidato começa pelo dia em que a mãe engravidou.”

    Max Gehringer, em emprego de A a Z

  • Wand_Prapan\iStock

    A entrevista

    21.

    “Persistência demais atrapalha. Não pode ligar no dia seguinte à entrevista. Se continuar insistindo, pode acabar eliminado do processo de seleção.”

    Ana Sílvia Sanseverino

  • HbrH\iStock

    A entrevista

    22.

    “Em quanto tempo ligar? espere de 7 a 15 dias. isso mantém seu nome vivo na mente do entrevistador.”

    Roni Chittoni

  • Milkos\iStock

    A entrevista

    23.

    “Se você não se dava bem com seu chefe, não dê o telefone dele como referência. Em vez disso, dê o telefone de um colega de trabalho. Não faça inimigos ao sair, deixe as portas sempre abertas.”

    Edson Rodriguez

  • KatarzynaBialasiewicz\iStock

    A entrevista

    24.

    “Na seleção para uma vaga de trainee, um pai ligou cobrando explicações por que a filha não tinha sido selecionada para uma empresa de engenharia. Ela ficou malvista por não ter maturidade para guiar sua carreira.”

    Ana Sílvia Sanseverino

  • fizkes\iStock

    A entrevista

    25.

    “Algumas empresas checam a situação financeira do candidato. Se estiver com problemas financeiros, dificilmente conseguirá um emprego que mexa com dinheiro.”

    Jaqueline Silveira Mascarenhas

  • Jovanmandic\iStock

    A entrevista

    26.

    “É preciso conhecer a cultura da empresa. Se ela for formal, vista-se dessa maneira e trate o entrevistador com formalidade. Mas se for informal, tente demonstrar descontração. É sempre bom se preparar, ver o site da empresa, ver se conhece alguém que trabalha lá e descobrir o jeitão de quem vai entrevistar você.”

    Silvio Celestino

  • BartekSzewczyk\iStock

    A entrevista

    27.

    “Se o candidato diz que vai ligar para a mulher e ver se pode aceitar o salário, está fora da disputa.”

    Norberto Chaddad

  • AndreyPopov\iStock

    Salário e aumentos

    28.

    “Se você aceitar um salário menor, vai ter dificuldade em retomar a negociação em pouco tempo e ela vai ser em cima do salário atual. Se ganhava R$ 10 mil e aceitou R$ 5 mil, ao voltar para o mercado vão negociar em cima do último salário e não em cima do que ganhava antes.”

    Rachel Vieira

  • AntonioGuillem\iStock

    Salário e aumentos

    29.

    “Há sites e tabelas salariais publicadas nos jornais que geram certo descontentamento. Essas planilhas representam uma média. Às vezes o empregado está numa empresa de médio porte e o valor visto é de uma firma de grande porte. A pessoa só vê os salários, mas não vê os benefícios, se ela é do mesmo segmento. O equívoco ocorre no momento em que as pessoas leem a planilha com desatenção.”

    Ana Sílvia Sanseverino

  • andrei_r\iStock

    Salário e aumentos

    30.

    “É preciso ter muito cuidado ao usar os serviços de um outplacement (profissional que busca empregos). É caro e não é garantido. Outro dia entrevistei uma ex-gerente de operações que tinha contratado esse serviço, pagou adiantado e em um ano eles não haviam conseguido nenhuma entrevista para ela.”

    Roni Chittoni

  • Deagreez\iStock

    Dispensado, demitido 

    31.

    “Se dizem que vão dar a você uma tarefa especial e começam a retirar funções, é um sinal de alerta. Significa que você não está atendendo às expectativas.”

    Daniela Ribeiro

  • yacobchuk\iStock

    Dispensado, demitido 

    32.

    “Certa vez, fiquei sabendo que um colega seria dispensado. Então, inventei uma história. No meio de uma conversa, contei a meu colega que um parente havia sido dispensado. Expliquei que ele havia obtido várias concessões no momento da dispensa. Por exemplo, uma extensão do plano médico por um ano. Uma gratificação pelos anos de casa. Essas sugestões ficaram na cabeça do meu colega, e ele as usou quando foi dispensado.”

    Max Gehringer, em Emprego de A a Z

  • fizkes\iStock

    Dispensado, demitido 

    33.

    “Saber que vão ser demitidas pessoas que são amigas, pelas quais tenho apreço, é a pior sensação possível. Eu trabalhava numa empresa de computação que na década de 1990 teve de demitir 490 pessoas. Como executivo, é preciso preservar a empresa para que lá na frente ela possa contratar de novo.”

    Silvio Celestino

  • AntonioGuillem\iStock

    Dispensado, demitido 

    34.

    “Se você começa a ser excluído de decisões, trabalhos e reuniões, é porque está sendo ‘fritado’. E o terrível é que, quando o processo de fritura começa, já não há muito a fazer. Você está prestes a ser demitido.”

    Edson Rodriguez

  • zoff-photo\iStock

    Dispensado, demitido 

    35.

    “Quando uma empresa não está disposta a ouvir o feedback, você só estará comprando briga. Se está disposto, vá em frente. Mas antes decida se quer brigar ou não.”

    Jorge Matos

  • Ridofranz\iStock

    Nós desconfiamos de você, você desconfia de nós 

    36.

    “Há pessoas que usam o e-mail para buscar outro emprego ou passar informações. E-mail é ferramenta da empresa, e ela vai acompanhar como ele é usado. Legalmente, a empresa pode adotar esse procedimento.”

    Jaqueline Silveira Mascarenhas

  • Doucefleur\iStock

    Nós desconfiamos de você, você desconfia de nós 

    37.

    “Faltas por doença seguem uma média. Aqueles que exageram e reincidem nas faltas acabam levantando suspeitas. Neste caso, a empresa pode solicitar exames em um médico de confiança ou ligar para o médico para verificar se o atestado é verdadeiro.”

    Roberto Caldeira

  • AntonioGuillem\iStock

    Nós desconfiamos de você, você desconfia de nós 

    38.

    “Se você disser que está doente e que precisa se afastar para fazer um tratamento, não coloque no Facebook sua foto numa festa vestida de fada. Isso já aconteceu. A empresa viu e mandou a funcionária embora para curar a ‘doença da fadinha’.”

    Edson Rodriguez

  • YurolaitsAlbert\iStock

    Grandes detalhes

    39.

    “Nas entrevistas para uma empresa em que já trabalhei, notamos que alguns candidatos tinham problemas com a higiene pessoal. Optamos por dar um kit com pente, sabonete, escova de dentes e desodorante. Foi uma forma de dizer as normas da empresa.”

    Jaqueline Silveira Mascarenhas

  • fizkes\iStock

    Grandes detalhes

    40.

    “A falta de comunicação assertiva gera desentendimentos. Um funcionário antigo com excesso de trabalho fica zangado porque um funcionário novo não oferece ajuda. O funcionário novo fica aborrecido porque acha que o antigo não confia nele pois, mesmo sobrecarregado, não pede.”

    Roberto Caldeira

  • MangoStar_Studio\iStock

    Grandes detalhes

    41.

    “Treinamentos contra assédio moral e sexual são necessários e também uma forma de a empresa se resguardar de ações judiciais.”

    Edson Rodriguez

  • BernardaSv\iStock

    Grandes detalhes

    42.

    “Se a empresa pede ao funcionário para viajar e ele não aceita, isso pode significar o fim do emprego. É melhor ativar sua rede de contatos depois disso.”

    Roni Chittoni

  • Nattakorn Maneerat\iStock

    Grandes detalhes

    43.

    “Quando os funcionários são convocados para um dia ou um fim de semana de treinamento, a “boca miúda” se escuta: “De novo?”, “É tudo a mesma coisa”. Os comentários ocorrem porque as empresas não modernizam os treinamentos.”

    Eugênio S. Queiroz

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados