Faça uma busca
|
Publicado em: 25 de setembro de 2019

Dia Nacional dos Surdos e a importância do “teste da orelhinha”

Segundo o IBGE, 9,7 milhões de pessoas no Brasil têm deficiência auditiva.

Imagem: Darunechka/iStock

A triagem neonatal auditiva, mais conhecida como o “teste da orelhinha”, possibilita a identificação precoce de possíveis perdas auditivas nos recém-nascidos. O exame é feito, geralmente, no segundo ou terceiro dia de vida e identifica problemas auditivos no bebê. Desde 2010 é determinado por lei que nenhuma criança saia da maternidade sem ter feito o teste. Além disso, as crianças nascidas fora do ambiente hospitalar devem fazê-lo antes dos 3 meses de vida, alerta o Ministério da Saúde (MS). O exame é indolor e dura em torno de 10 minutos.

Segundo o IBGE (censo de 2010), 9,7 milhões de pessoas têm deficiência auditiva. Desses, 2.147.366 milhões apresentam deficiência auditiva severa, situação em que há uma perda entre 70 e 90 decibéis.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define como audição normal as pessoas que conseguem escutar sons de até 25 decibéis ou mais baixos nos dois ouvidos. Quem ouve menos do que esse limiar teria algum tipo de perda auditiva. A Sociedade Brasileira de Otologia estima que de cada mil crianças nascidas no país, de três a cinco nascem com deficiência auditiva.

Escala para acompanhamento do desenvolvimento da audição e da linguagem

surdos
Fonte: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/diretrizes_atencao_triagem_auditiva_neonatal.pdf

Surdos – educação e cidadania

A Comunidade Surda Brasileira comemora em 26 de setembro o Dia Nacional dos Surdos. A data foi escolhida por ser a mesma da inauguração da primeira escola para Surdos no país, em 1857, com o nome de Instituto Nacional de Surdos Mudos do Rio de Janeiro; atual INES ‐ Instituto Nacional de Educação de Surdos.

O INES é um órgão do Ministério da Educação que atende alunos surdos da Educação Infantil até o Ensino Médio. Além de oferecer ensino profissionalizante e estágios remunerados que ajudam na inclusão dos surdos no mercado de trabalho. E oferece ainda o curso de graduação em Pedagogia, com aulas em Libras (Língua Brasileira de Sinais) e textos em Português.

“Anualmente são ofertadas 60 vagas, sendo metade reservada exclusivamente para alunos surdos e outra para alunos não surdos. O acesso é realizado através de processo seletivo próprio. Assim, leva em consideração as especificidades linguísticas dos surdos, com banca avaliadora especializada no tema. Além disso, no caso dos alunos não surdos, é exigido que possuam o nível básico da Libras”, explica a assessora da direção do INES, Ana Regina Campello.

O Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN) oferece a todos os bebês que nascem no Brasil o direito a realizar gratuitamente quatro exames muito importantes para sua saúde:
Teste do Pezinho
• Teste do Olhinho
• Teste da Orelhinha
• Teste do Coraçãozinho

De fato, é natural e compreensível que, mesmo com o diagnóstico, muitos pais e responsáveis tentem investir numa aproximação da criança com a língua portuguesa. Mas é preciso entender, porém, que estimular a comunicação por meio de uma língua que não é compreendida pela criança, acaba comprometendo o seu desenvolvimento. Justamente por isso, a assessora do INES destaca que “quanto mais cedo a família aceitar a condição, a estimulação acontece e ajudará os pais a superar principalmente o período crítico da descoberta.”

O diretor do INES, Paulo André Martins de Bulhões, e Ana Regina Campello são surdos. Isto é uma conquista da Comunidade de Surdos para cuidar de seus pares em um país verdadeiramente bilíngue, como é o Brasil. Afinal, nas palavras de Ana Regina, “nós, os Surdos, podemos fazer como os ouvintes!”

Veja aqui alguns sinais em Libras.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados