Faça uma busca
|
Publicado em: 15 de setembro de 2020

Relembre 9 fatos curiosos sobre Laços de Família

A trama está de volta às telinhas no Vale a pena ver de novo e já alcança altos índices de audiência. Em sua primeira passagem, a novela deu o que falar.

Imagem: Reprodução/Divulgação
Publicidade


A novela Laços de Família está de volta à tela da Globo. E com isso, vêm as lembranças dos temas polêmicos e das curiosidades da trama. Pela segunda vez no Vale a Pena Ver de Novo, a novela de Manoel Carlos já despontou em altos índices de audiência. 

Vamos conferir algumas curiosidades sobre a trama? 

Veja mais: Vamos recordar novelas antigas? Vale consultar a família!

  • Reprodução/Divulgação

    Triângulo amoroso

    A novela deu o que falar quando iniciou um triângulo amoroso entre Edu, personagem de Reynaldo Gianecchini, Camila, interpretada por Carolina Dieckmann e sua mãe, Helena, personagem de Vera Fischer. 

     

    Helena e Edu se conheceram em um acidente de trânsito e se apaixonaram. O casal iniciou um relacionamento, mas Helena abriu mão da sua paixão, pois sua filha estava apaixonada por ele. Edu e Camila se casam no final. 


  • Reprodução/Divulgação

    Primeira novela do Reynaldo Gianecchini

    O galã protagoniza mais uma curiosidade na trama. Esta foi a primeira vez que Gianecchini atuou. Antes, ele era modelo e ao ser lançado na telinha, gerou muita curiosidade. O posto de galã foi rapidamente dado ao ator, que na época namorava Marília Gabriela.


  • Reprodução/Divulgação

    Helenas

    Vera Fischer protagonizou a 5ª Helena de Manoel Carlos. O autor considera Helena um nome forte e por isso, passou anos nomeando suas protagonistas desta forma. 

     

    A Helena de Laços de Família foi inspirada em uma história, que o autor leu em um jornal. A história era sobre uma mãe que gerou um filho, para poder salvar a filha. 


  • Reprodução/Divulgação

    Prostituição

    Outro ponto curioso e que chamou bastante a atenção na trama foi a história de Capitu. A jovem, interpretada por Giovanna Antonelli, era mãe, cuidava dos pais e se prostituía para conseguir sustentar a casa. 

    A personagem surgiu de outra reportagem lida pelo autor. Desta vez, fala sobre jovens que se prostituem para pagar (ou se manter) na universidade.


  • Reprodução/Divulgação

    Problemas com a igreja 

    Um triângulo amoroso entre mãe e filha, uma prostituta, beijos calorosos. É claro que isso acabaria incomodando alguém. A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) proibiu que sus igrejas fossem usadas para filmar o casamento entre Edu e Camila. 

    Inicialmente o casamento foi gravado na Igreja São Pedro de Alcântara, na Urca, porém a mesma foi punida pela Arquidiocese do Rio de Janeiro.

    Com isso, o casamento precisou ser regravado em estúdio e sem a participação de atores menores de idade.


  • Reprodução/Divulgação

    Proibições da justiça

    A novela precisou ser mudada de horário e passou a ser transmitida às 21h. Isso por decisão do juiz Siro Darlan, da 1ª Vara da Infância e Juventude, que entendeu que a trama não era adequada para o horário das 20h. 

    Além da mudança de horário, todos os menores de idade precisaram ser retirados da novela, também por decisão deste juiz. Segundo ele a novela contém muitas cenas de “conotação sexual” e “violência” excessiva para crianças. Além de criticar a carga horária das crianças.

    A Rede Globo conseguiu recorrer da decisão e as crianças voltaram a gravar. 


  • Reprodução/Divulgação

    Leucemia

    A novela trouxe para o horário nobre a Leucemia e a importância da doação de medula óssea. A trama trouxe Camila, personagem de Carolina Dieckmann, tendo o cabelo raspado em decorrência do tratamento da Leucemia. 

    Após o fim da novela, o Inca (Instituto Nacional do Câncer) registrou 149 novos cadastramentos para doação. Um aumento considerável, visto que o índice era de 10 cadastros por mês. 


  • Reprodução/Divulgação

    Cena do corte de cabelo

    A famosa cena da Camila raspando o cabelo, ao som de Love by Grace, por Lara Fabian, não iria ao ar. Sim, isso mesmo, a cena mais famosa da novela não foi escrita para tal. 

    A atriz Carolina Dieckmann contou em entrevista no programa Altas Horas, que esta cena foi gravada para uma ação de conscientização sobre o Câncer, que seria realizada pela globo. Durante a gravação, a atriz foi tomada pela emoção.

    Todos que estavam no momento da cena ficaram tão impactados que o diretor resolveu incluir a cena na novela. 


  • Reprodução/Divulgação

    Última novela de Flávio Silvino

    Laços de Família foi o retorno de Flávio Silvino às telinhas, mas também ficou marcado como seu último encontro com a teledramaturgias.

    O ator havia sofrido um acidente de carro em 1993 e este o deixou com muitas sequelas.

    Na trama, ele interpretava Paulo, que também sofrera um acidente de carro e, por isso, tinha dificuldades motoras.


Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close