Todos nós passamos por situações que nos deixam encabulados ou sem saber o que fazer, mas que depois rendem boas histórias. Confira abaixo algumas histórias curtas que alguns leitores compartilharam conosco.

Parei no posto para abastecer durante uma viagem a Las Vegas. Ao entrar, vi no chão a tampa de um tanque de gasolina e achei que ela talvez servisse no meu, que estava sem. Estacionei rapidamente, saí do carro, corri pelo posto e peguei a tampa. Fiquei feliz ao ver que serviu como uma luva. Só depois reparei que havia uma chave pendurada nela.

Bob Sjostrand

Graças à minha filha, me tornei inteiramente consciente das questões ambientais. Há pouco tempo, comprei um cartão e, quando a moça do caixa começou a colocá-lo num saco plástico, lembrei dos avisos constantes da minha filha, e disse a ela:

– Já vou enviar esse cartão pelo correio. Não preciso do saco.

– Sem problemas. Tenha um bom dia – disse a moça, sorrindo, e logo depois amassou o saco e o jogou no lixo.

Arlene Kusher

Minha rua estava em péssimas condições. Todos os dias eu me esquivava dos buracos na ida para o trabalho. Por isso, certa manhã, fiquei aliviada ao ver uma equipe de trabalhadores fazendo uma obra.

Mais tarde, ao voltar para casa, não notei diferença alguma na rua. Mas no lugar em que os operários ficaram trabalhando havia uma placa amarela, novinha em folha, com as palavras: “Pista Desnivelada.”

Sarah Kraybill Lind

Confira também piadas engraçadas com animais que nos arrancaram sorrisos

Houve um incêndio na minha rua e cheguei na hora em que os bombeiros estavam tirando um homem da casa em chamas. Eles o colocaram sentado no gramado. Visivelmente abalada, a vítima pegou um cigarro e ficou fumando para acalmar os nervos. Perguntei a alguém que observava tudo:

– O que aconteceu com aquele pobre homem?

– Intoxicação por fumaça.

Tim Tuinstra

Estava na fila em um restaurante. Na minha frente havia uma senhora com seu filho e a namorada. Era o horário nobre do jantar, quando tudo fica lotado, e muitos clientes estavam impacientes com a longa espera. No entanto o jovem casal, de mãos dadas e se beijando, permanecia alheio a tudo que o cercava.

Mesmo parecendo não aprovar aquilo, a mãe continuou em silêncio, até um beijo mais prolongado, no qual o rapaz enterrou o rosto e as mãos nos cabelos cacheados da menina. A mãe, envergonhada, perguntou:

– Vocês têm de fazer isso aqui?

O rapaz respondeu, com a voz abafada:

– Não estou fazendo nada, mãe. Meu brinco prendeu no cabelo dela.

Kathy Gaston

Confira algumas piadas na nossa secão de humor! Clique aqui e divirta-se!