Faça uma busca
|
Publicado em: 11 de maio de 2020

Deixe o riso correr frouxo nesta segunda-feira

Histórias divertidas para passar o dia rindo

Imagem: SerrNovik/iStock

Não prenda o riso. As histórias divertidas nos deixam de bom humor durante a semana inteira. Deixam você bem-humorado por vários dias. Leia nossas piadas e divirta-se!

Quer rir mais? Continue com a gente.

  • humonia/iStock

    Meu voo, em Houston, estava atrasado. Como o portão precisava ser usado para outro voo, nossa aeronave foi afastada do terminal e fomos redirecionados a um novo. Chegamos lá e descobrimos que um terceiro portão havia sido designado para nós. Enfim, embarcamos, e a aeromoça anunciou:
    – Pedimos desculpas pela troca de portão. Este voo está indo para Washington, D.C. Se seu destino não é Washington, D.C., você deve desembarcar agora.
    Um momento depois, surge o piloto, com o rosto vermelho, carregando suas malas e dizendo:
    – Desculpe, avião errado.

    — ROY SCHMIDT


  • Sasiistock/iStock

    Um dia, meu ex-chefe estava saindo do banho quando sua mulher ligou, pedindo que ele desligasse o ferro de passar que ela deixara ligado no porão antes de viajar, na sexta-feira. Pensando que ninguém o veria, ele correu pelas escadas até o porão escuro, completamente nu, sem uma toalha sequer. Assim que acendeu a luz, ficou chocado ao ver dúzias de pessoas gritarem “Surpresa”. A mulher havia organizado uma festa-surpresa para comemorar os 40 anos dele.

    — JENNIFER JASEK


  • Koldunov/iStock

    Sempre recebo ligações solicitando minha participação em pesquisas por telefone. Uma vez, uma mulher começou a me bombardear com perguntas. Eu interrompi:
    – Um momento, quem é você e quem você representa?
    Ela me disse, e recomeçou o questionário. Interrompi de novo:
    – Qual o propósito dessa pesquisa?
    Ela argumentou, irritada:
    – Senhor, não tenho tempo de responder às suas perguntas.
    E desligou.

    — HENRY SHEPPARD


  • damedeeso/iStock

    Meu pai ama carne e prefere cortes com osso. Uma noite, estávamos terminando o jantar em uma churrascaria e vi que ele estava morrendo de vontade de pegar o osso e chupá-lo. Mas não tinha coragem de fazer isso em público. Chamou a garçonete e disse:
    – Com licença, você poderia embrulhar este osso para meu cachorro?
    Meu pai nunca teve um cachorro na vida, mas a mentirinha era uma solução útil para seu problema. Alguns minutos depois, a garçonete voltou à mesa segurando um pacote grande:
    – Aqui está seu osso, senhor. Aproveitei e adicionei mais alguns que estavam no lixo.

    — KAREN FREEMAN


  • ArtShotPhoto/iStock

    Uma tarde, enquanto fazíamos turismo, meu marido e eu paramos no hotel de uma cidade pequena. Enquanto preenchíamos o cadastro, perguntamos à recepcionista se nosso quarto tinha ar-condicionado. Quando ela respondeu que não, hesitamos, ponderando se não seria melhor continuar até outra cidade. Percebendo nossa dúvida, ela sorriu triunfante:
    – Liguem o aquecedor, nossos clientes dizem que tudo o que sai dele é ar frio mesmo.

    — MARY J. PAYERLE


  • Dominic Jeanmaire

    Quando o avião em que eu viajava passava por cima do Arizona, o comandante começou a descrever alguns pontos turísticos pelo alto-falante. Ele mostrou uma cratera gigante no chão, que havia sido formada por um meteorito milhares de anos atrás. Uma jovem no corredor, na minha frente, olhou pela janela. Então virou-se para seu acompanhante e disse:
    – Nossa, se tivesse caído um pouco mais para a direita teria acertado a estrada!

    — WALLY COX


  • ratpack223/iStock

    Um colega voltava do trabalho numa van quando o veículo foi parado por assaltantes. Assustado, ele conseguiu esconder o relógio debaixo do banco. Achando que tinha se livrado do assalto, levou um tremendo susto quando os ladrões falaram que não levariam nada de ninguém. Estavam interessados apenas na van!

    — ROGÉRIO FIGUEIREDO


  • Ingo Dörenberg/iStock

    Compramos de duas irmãs idosas uma casa antiga ao norte do estado de Nova York. O inverno se aproximava rápido, e eu estava preocupado com a pequena quantidade de luz solar que batia na casa. Meu marido me disse:
    – Se elas conseguiram viver lá tantos anos, nós também conseguiremos.
    Em uma noite, a temperatura despencou para abaixo de zero. Acordamos no meio da noite e vimos as paredes cobertas de gelo. Meu marido ligou para as irmãs querendo saber de que modo elas mantinham a casa aquecida. Depois de uma conversa rápida, ele desligou e disse:
    – Nos últimos 30 anos elas sempre foram para a Flórida no inverno.

    — LINDA DOBSON


  • SbytovaMN/iStock

    Costumo caminhar para emagrecer. Em dias de sol, ando no parque, e em dias chuvosos, no shopping. Uma vez, caminhava a passos largos pelo shopping, subindo e descendo as escadas, quando um segurança me parou e, com expressão solícita, perguntou:
    – Posso ajudá-la em alguma coisa? É a oitava vez que a senhora passa apressada por aqui. Qual é a loja que não está encontrando?

    — DENISE ABRAHÃO


  • Michael Burrell/iStock

    Um dia, reparei que minha irmã não estava usando relógio de pulso. Quando perguntei por quê, ela respondeu:
    – Não preciso de relógio de pulso. Em casa há um de parede em cada cômodo e no carro há um no painel.
    Sabendo que minha irmã é uma compradora compulsiva, perguntei:
    – Bem, e como você controla o tempo quando está fazendo compras?
    – Isso é fácil. Eu compro mais alguma coisa e olho a hora que vem impressa na nota fiscal.

    — MARTITA MCGOWAN


Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados