Histórias engraçadas fazem parte do cotidiano. A gente merece uma risada especial de sexta-feira. Vem com a gente! 

Assim que nosso filho nasceu, meu marido e eu passamos se manas sem sermos românticos um com o outro, o que não era na da bom. Um dia, quando ele me ajudava a dobrar a roupa lava da, virei para uma pilha de meias e disse:
– Aquelas estão sem seu par.
– Sei como se sentem… – suspirou meu marido.

— ROBBIN CEDERBLOM

Meu marido é fã do Atlanta Braves. Quando vi o anúncio na TV de uma bola de beisebol autografada por um de seus joga dores favoritos, resolvi comprá-la. À noite, enquanto assistíamos à TV, passou o mesmo comercial. Discretamente olhei para meu marido tentando ver sua reação.
– Que idiota pagaria 40 pratas por uma bola de beisebol?

— JANICE ADAMS

Meu marido e eu passamos por muitos meses estressantes por causa de dificuldades financeiras. Certa noite, fiquei emocionada ao vê-lo admirando o anel de diamantes que simbolizava nosso casamento.
– Com esse anel… – eu disse, romanticamente.
– Poderíamos quitar as dívidas do cartão de crédito! – ele completou.

— DAWN HILL

Enquanto esperava meu voo, reparei num casal ao meu lado. Ele lia o livro Navegação básica. Ela lia À deriva: 76 dias perdido no mar.

— BRUCE NEAL

Dilemas do Marido:
• Se diz que é feliz no casamento, é hipócrita.
• Se diz que está insatisfeito, é ingrato.
• Se não ajuda nas tarefas do lar, é machista.
• Se ajuda, não faz nada direito.
Dilemas da Mulher:
• Se diz que é feliz no casamento, é óbvio.
• Se diz que está insatisfeita, é loucura.
• Se executa as tarefas do lar, não faz mais do que sua obrigação.
• Se quer contratar uma empregada, não passa de uma preguiçosa.

— CARLOS RANGEL

Mais histórias cômicas para você.

Um casal amigo recém-casado estava nos visitando quando o assunto “crianças” veio à baila. A mulher queria ter três filhos, ao passo que o jovem marido disse que dois seriam suficientes. Eles discutiram sobre o assunto durante alguns minutos até que o marido decidiu pôr um fim à conversa, dizendo seriamente:
– Depois do nosso segundo filho, vou fazer uma vasectomia.
A mulher hesitou um pouco e respondeu:
– Bem, espero que você ame o terceiro como um filho seu!

— LISA MONGAN

Minha futura mulher e eu estávamos no cartório aguardando a certidão de casamento. Depois de fornecermos as informações principais – nomes, datas de nascimento etc. –, o atendente nos entregou a certidão e disse, impassível:
– Não aceitamos devoluções nem desistências, e não damos garantia.

Albert J. Campbell

Quando meu irmão mais novo e sua mulher comemoraram seu primeiro aniversário de casamento, convidaram a família para jantar. A conversa estava centrada nos recém-casados e em como tinham se conhecido. Contagiados pelo clima de romance da ocasião, os outros homens relataram como tinham conhecido suas mulheres. Por fim, todos ha viam contado histórias, com exceção de meu irmão mais novo. Os olhares estavam em cima dele quando falou:
– Ah, Cindy e eu nos conhecemos na faculdade. O computador achou que nós éramos compatíveis e formou um par.
– Esta é a história toda? – perguntou, incrédula, minha mulher.
– Ah, não – respondeu ele com ironia. – O computador foi consertado depois disso.

— JOHN MORRISSEY

Minha família estava vendo velhos slides quando um deles nos chamou a atenção. Eu, com três semanas de vida, no colo do meu pai, com sua camisa de golfe favo rita. O olhar em seu rosto disse tudo:
– Este é meu bibelô – exclamou.
Comovido, sorri para meu pai enquanto ele continuava.
– Gostaria de saber o que aconteceu com essa camisa…

— JEANNE GRAVES

Meu marido é maravilhoso com nossa filhinha, mas não consegue tomar conta dela sozinho. Recentemente eu estava no banho quando ele entrou no banheiro e perguntou:
– O que devo dar à Lily de almoço?
– Você decide – respondi. – Há um monte de comida na geladeira. Por que você não age como se eu não estivesse em casa?
Alguns minutos depois, meu celular tocou. Atendi. Era meu marido dizendo:
– Oi, amor, tudo bem? O que eu devo dar à Lily de almoço?

— JULIE BALL

Quer rir mais um pouco?