Às vezes nos esquecemos de compromissos importantes, mas o intervalo para rir é sagrado! Confira a seguir histórias reais curtinhas e divirta-se:

Uma mulher ligou para o serviço de atendimento ao cliente de nossa empresa aérea para perguntar se podia levar o cachorro a bordo.
– Claro – respondi – desde que a senhora o leve em sua caixa de transporte.
Expliquei também que a caixa de transporte precisava ter espaço para o cão ficar em pé, sentar, virar e rolar. A cliente ficou aturdida:
– É impossível ensinar tudo isso a ele até amanhã!

gcfl.net

Minha irmã foi jantar fora com uma amiga. Depois de olhar o cardápio, perguntou ao garçom:
– A costelinha, como é ?
E ele respondeu:
– É um pedacinho de carne, um pedacinho de osso , outro de carne, outro de osso…

Miriam Marques

Um cliente para o designer: “Mas isso não parece roxo de verdade. Parece uma mistura de vermelho e azul.”

clientsfromhell.net

Minha cunhada dava aulas na escola dominical da igreja. Tema do dia: o domingo de Páscoa e a ressurreição de Cristo.

– O que Jesus fez nesse dia? – perguntou ela.
Ninguém respondeu, e ela deu uma pista aos alunos:
– Começa com a letra R…
Um menino gritou: ­
– Reciclou!

MARILYNN FINLEY, EUA

Roberto queria falar com o chefe há meses para pedir um aumento, mas nunca tinha coragem o suficiente. Um dia, ele decidiu deixar o medo de lado:

– Bem, chefe. Como o senhor sabe, eu sou um empregado desta prestigiada empresa há mais de dez anos. Então vou direto ao assunto: gostaria de ter um aumento. Atualmente, duas empresas estão atrás de mim e então, por respeito, eu decidi falar com o senhor primeiro.

O chefe então tenta argumentar:

– Um aumento? Gostaria muito de lhe dar um aumento, mas este não é um bom momento. Sabe como é, tempos de crise…

– Eu sei que a recessão tem sido um impacto negativo, mas o senhor também deve levar em consideração o meu trabalho duro e lealdade a esta empresa por mais de uma década.

O chefe então para por alguns instantes e responde:

– Muito bem. Levando em conta todos esses fatores, e considerando que eu não quero perder funcionários, estou disposto a lhe oferecer um aumento de 10% e cinco dias extras nas suas férias. O que acha disso?

– Está ótimo! Eu aceito! Obrigado, chefe!

– Antes de ir, uma curiosidade… Quais companhias estavam atrás de você?

– Ah, a companhia de luz e a companhia de água!

Gisela Amaral da Silva

Aos 90 anos, meu pai deu uma palestra na biblioteca do bairro sobre sua experiência na Segunda Guerra Mundial. Na hora das perguntas e respostas, perguntaram a ele:
– Como o senhor soube que a guerra acabou?
Ele respondeu:
– Quando pararam de atirar em mim.

Lynette Combs, Eua

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!