Hora de espantar o mau humor! Prepare-se para rir sem parar com as melhores piadas que selecionamos para você.

 

–Alguém me ajude! – soa a voz desesperada no vagão do trem. – Tem algum médico aqui?
– Eu sou médico – responde um homem, saltando do vagão de trás. – Quem precisa de ajuda?
– Eu – responde uma passageira. – Que doença de garganta tem dez letras?

Rabotnitsa, Rússia

No estacionamento do shopping, o homem encontra o carro todo amassado. Sob o limpador de pára-brisa, um bilhete: “Prezado senhor, enquanto escrevo este bilhete, estou rodeado de cu­riosos que pensam que estou lhe deixando meu nome e telefone, di­zendo que vou pagar o estrago. Mas era só o que faltava!”

S.C., Rio de Janeiro (RJ)

 

Há alguns anos, diversos cadetes de outros países estavam participando de um treinamento de oficiais das Forças Canadenses. Quando soubemos que íamos aprender a saltar de aviões, ficamos muito animados, exceto um dos colegas de quarto. Nos dois dias seguintes, ele estava mais calado do que de costume. A certa altura, perguntei-lhe se havia algo errado e se não estava animado com o treinamento de paraquedas. Foi só nesse momento que ele compreendeu:
– Ah, bom! – disse ele, aliviado. – Então vamos ter paraquedas…

j.s. forster, Canadá

Numa manhã de sábado, as luzes piscantes de um carro da polícia surgiram no meu espelho retrovisor. Depois de me parar e conferir a habilitação, o policial perguntou:
– Sabe por que parei você?
– Não – respondi.
– Uma das lanternas traseiras está apagada – explicou ele. – Vou ter de emitir uma advertência.
– Nossa! – falei, sem pensar. – Achei que fosse porque a vistoria está vencida.

Andrea Shipper, EUA

Meu filho insiste em ouvir heavy-metal quando dirige o carro para mim. Sabendo que ele tem um gosto musical variado, um dia, irritada, perguntei por que ele sempre escolhia aquele tipo de música quando estava comigo.
– Bem, mãe – ele respondeu, com relutância –, é porque você não consegue cantar com eles.

Beverly Ford, Canadá

Todos os dias a amiga de minha irmã levava o filho ao colégio porque, no caminho, havia uma estrada muito movimentada e perigosa para atravessar. Ela pedia ao menino que, quando saísse da escola, esperasse no fim da rua, próximo a uma farmácia. Um dia, chegou cedo para pegar o filho e o encontrou ajudando outro garoto a atravessar a estrada. Quando viu a mãe, ele disse com orgulho:
– Todo dia eu ajudo meu colega a atravessar a estrada porque ele tem medo de ir sozinho. Depois volto e espero você!

Esmeralda Morales, México

Eu estava sentada na praia observando um garotinho que repetidamente entrava no mar e corria de volta para os pais. No entanto, por causa da maré, a cada vez que ele retornava aos pais, eles estavam alguns metros mais distante. Depois de fazer isso diversas vezes, ele virou-se para a mãe e perguntou:
– Ah, mãe, por que vocês estão sempre mudando de lugar?

Maria de Jesus Braz, Portugal

Quer rir mais um pouquinho? Então confira alguns flagrantes da vida real que renderam histórias engraçadíssimas.