Uma história engraçada bem contada sempre deixa a gente com o astral lá em cima. Confira uma seleção de algumas histórias engraçadas para você morrer de rir.

______________

Certa vez, resolvi ensinar conjugação de verbos para minha filha Mariana, de 7 anos, que sempre reclamava na hora de dormir. Aproveitei, então, para usar o verbo dormir como exemplo. Após a explicação, perguntei:

– No passado eu…?

– Dormi.

– No presente eu…?

– Durmo.

– No futuro eu…?

– Acordo!!!

FERNANDA CAMPOS

______________

Minha irmã estava doente, então liguei para ver como iam as coisas. Minha sobrinha de 10 anos atendeu:

– Alô – ela sussurrou.

– Oi, querida, como está sua mãe?

– Está dormindo – respondeu, sussurrando.

– Ela foi ao médico?

– Sim, ela tomou remédio – disse minha sobrinha baixinho.

– Bem, não a acorde. Só diga depois que eu liguei. E você, está fazendo o quê?

Novamente, num sussurro suave, ela respondeu:

– Estudando trompete.

SHARRON DISBRO

______________

Meu filho Caio tinha 3 anos e a babá avisou em cima da hora que não poderia trabalhar naquele dia. Pedi que minha irmã solteira Maria Cecilia ficasse com ele na parte da manhã. Quando Caio chegou na casa dela, foi logo dizendo:

– Vamos brincar de Batman, tia! Eu sou o Batman e você pode ser o ajudante do Batman!

– Mas o que o ajudante do Batman faz? – perguntou minha irmã.

– O que o Batman não consegue: fazer doces gostosos, pegar coisas que estão nas prateleiras mais altas…

FABIO ZARDO

______________

piadas engraçadas curtas
“Use com responsabilidade, filho. Está na família há gerações.” (Susan Camilleri Konar/Revista Seleções)

______________

Perguntei ao meu filho, Guilherme, na época com 4 anos, o que ele gostaria de ser quando crescesse. Ele respondeu prontamente:

– Eu quero ser médio.

Fiquei muito feliz com a escolha, mas o corrigi:

– Que bonita profissão, meu filho! Mas não é médio, e sim médico.

Ele, surpreso, retrucou:

– Mãe, eu quero ser médio. Nem grande, nem pequeno. Só médio.

ANA LÚCIA

______________

Durante nossa aula de informática, o professor repreendeu um menino por estar conversando com a menina sentada ao lado dele. O garoto disse:

– Só estava fazendo uma pergunta a ela.

– Se você tem dúvidas, pergunte a mim – disse o professor.

– OK, você quer sair comigo na sexta-feira à noite?

TRACY MAXWELL

______________

Pergunta feita por meu filho quando tinha 5 anos:

– Mamãe, como é essa história de dinheiro a juros? A gente pega o dinheiro e depois jura que paga?

HELENA DIEL