Faça uma busca
|
Publicado em: 7 de outubro de 2021

Tente não rir com essas piadas e histórias engraçadas

Divirta-se com a nossa seleção de humor.

Imagem: Deagreez/iStock

Ouvir ou ler boas piadas ou histórias engraçadas é uma das melhores coisas a se fazer quando estamos cabisbaixos. Para ajudar você a espantar o mau humor e dar uma levantada no seu astral, nós separamos algumas piadas para você se divertir!

Um ator desempregado entra no zoológico procurando trabalho:

– Uma de nossas atrações principais, o gorila, acabou de morrer – diz o gerente. – Pago para você colocar essa fantasia e fingir que é um macaco.

O ator concorda e vai para a jaula divertir os visitantes, que não desconfiam de nada. Mas eles logo ficam entediados e vão ver o leão, que está ao lado. Com medo de perder o emprego, o ator escala a parede que os separa e começa a se balançar perto do leão. Isso deixa o animal furioso, mas agrada aos visitantes. Então, ele faz a brincadeira todos os dias e atrai multidões. Um dia, perde o equilíbrio e cai na jaula do leão. O animal o persegue e ele começa a gritar:

– Socorro! Socorro!

O leão pula em cima dele e fala:

– Cale a boca, idiota! Quer que eles demitam a gente?

Muhammed Sultan

No consultório, o médico pergunta à perua:

– O que a senhora está sentindo?

– Ora... Não é o seu trabalho descobrir? – diz ela, cheia de arrogância.

Então o médico lhe pede que aguarde um instante e traz um outro homem à sala.

– Este aqui é o Dr. Ricardo. Só ele, que é veterinário, consegue fazer o diagnóstico sem falar com o paciente!

André Luis Zômpero

Uma vez meu primo de 5 anos perguntou para a mãe como as mulheres ficavam grávidas. Sem jeito, ela apenas disse:

– Ficamos grávidas após arranjarmos um marido e nos casarmos.

Minutos depois, ele se aproximou de uma prima minha que estava grávida, mas não era casada, e sussurrou a descoberta:

– Você se casou escondido, não foi?

Luiza A. Freitas

Michael, meu filho de 6 anos, tinha tanto medo de monstros escondidos no armário que se recusava a ir para a cama. Por isso bolei um plano para acalmá-lo: enchi uma garrafa de spray com água misturada com detergente e escrevi nela: "Repelente de monstros". Deu certo. Mas só durante uma semana.

Resolvi então partir para outra tática e expliquei a ele:

– Monstros não existem. São imaginários.

– Ah, é? Então como é que vendem repelentes para eles?

Anne-Marie Gionet

Estávamos fazendo uma reforma na casa quando meu avô fez um comentário enquanto eu pregava alguns pregos:

– Você usa o martelo como um raio.

– É mesmo? – exclamei, orgulhoso.

– Sim, você nunca acerta o mesmo lugar duas vezes...

Dave Lockett

fechar

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close