Faça uma busca
|
Publicado em: 5 de setembro de 2019

Histórias inspiradoras para recuperar a fé na humanidade

Julia Monsores
Última atualização: 5 de setembro de 2019
Por: Julia Monsores

Histórias inspiradoras para recuperar a fé na humanidade Imagem: LoveTheWind/iStock

Vivemos tempos sombrios. Mas, em meio a todo caos, violência e injustiça, há ainda pessoas dispostas a fazer o bem. Essas histórias merecem ser compartilhadas e, quem sabe, servir de inspiração para mais pessoas ao redor do mundo terem ações semelhantes. Confira a seguir duas histórias inspiradoras!

Os romanos consertam as ruas

Enquanto o governo local de Roma, com falta de recursos, tem dificuldade de manter as ruas da cidade, um pequeno grupo clandestino de moradores da capital italiana está botando a mão na massa e fazendo alguns consertos por conta própria.

Com o rosto coberto por lenços e capuzes, os integrantes do grupo Gap trabalham à noite. Em segredo, consertam calçadas quebradas, cobrem buracos das ruas e repintam as faixas de pedestre. Tecnicamente, seu trabalho voluntário na infraestrutura da Cidade Eterna é ilegal.

“Mas não somos um grupo de anarquistas”. É o que diz o ativista Renato, pseudônimo de um arquiteto que mora no bairro Ostiense, no sul de Roma.

“Somos apenas moradores deste bairro, onde todo mundo se conhece, tentando melhorar a situação”. Oficialmente, há o registro de 10 mil buracos a serem consertados em Roma.

O gesto de confiança do taxista salva o dia

O taxista Ömer Temel deixava o empresário sueco Christer Östlund no aeroporto Arlanda, em Estocolmo, quando no rosto do passageiro surgiu uma expressão horrorizada.

Östlund esquecera a carteira em casa, e não havia tempo de voltar para buscá-la antes de pegar o avião para ir à Alemanha a negócios. Para espanto de Östlund, Temel se ofereceu para lhe emprestar seu cartão de crédito durante os três dias da viagem.

“Ele ficou perplexo quando ouviu minha oferta”, diz o taxista de origem turca, que deu ao agradecido Östlund o cartão, a senha e seus dados de contato. O empresário gastou 400 euros na viagem, que pagou quando os dois homens se reencontraram em Estocolmo.

“Pessoas como Ömer salvarão o mundo”, diz Östlund. Temel comenta: “Em meu mundo, temos de ousar confiar nos outros. A vida fica mais abençoada quando conseguimos viver assim.”

Veja mais: ação social carioca garante recuperação física e psicológica